Fechar
Buscar no Site

Pedro Novais manda R$ 1 mi a firma-fantasma

Blog do Josias de Souza

Sempre que instado a comentar o escândalo de sua pasta, o ministro Pedro Novais (Turismo) sapeca: a encrenca é de 2009, antes de eu virar ministro. Como poderia saber?

As explicações de Novais ainda nem sedimentaram e já surge ao redor do ministro um escândalo seminovo.

É muito parecido com o antigo. Envolve emenda de parlamentar, convênio e verba pública desviada. A diferença é que, dessa vez, Novais terá mais dificuldades para dizer que n!ão sabia.

O autor da emenda que nutre o malfeito é ninguém menos que o deputado Pedro Novais (PMDB-MA).

O caso vem à luz graças ao trabalho de uma tróica de repórtres: Dimmi Amora, Andreza Matais, Felipe Seligman.

Informam, na Folha de São Paulo: antes de virar ministro, Novaes mandou aos cofres do Turismo emendas orçamentárias.

Uma dessas emendas resultou em convênio de R$ 1 milhão assinado com prefeitura dos fundões do Maranhão, Estado de Novais.

Empenhada pelo ministério em dezembro de 2010, a verba está na bica de migrar de Brasília para o Maranhão.

Vai parar nas arcas municipais de Barra do Corda, cuja vocação turística é quase tão imperceptível quanto a vocação de Novais para o ministério.

A emenda prevê que o dinheiro será usado na construção de uma ponte. A prefeitura até já realizou a “licitação”.

“Venceu” a empresa Planmetas Construções e Serviços. Fica na capital maranhense, São Luíz, a 450 km de Barra do Corda.

Munida do endereço que aparece nos registros oficiais da empresa, a reportagem decidiu visitar sua sede. Supresa (!), espanto (!!), estupefação (!!!)…

A firma credenciada para beliscar o R$ 1 milhão provido pela emenda de Novais é “fantasma”. Não existe senão como fraude.

A pseudo-sede da construtora fica na periferia de São Luiz, num conjunto habitacional de baixa renda. O apelido dos prédios dá ideia das condições das moradias: ”Carandiru”.

No suposto endereço da Planmetas, atendeu uma senhora. Identificou-se como Delí. Questionada sobre os pretensos sócios da empresa, ela disse que um deles é seu neto. Mas já não mora no local.

Ouvido, o agora ministro Pedro Novais disse ter direcionado verbas para Barra do Corda por acreditar que o turismo pode se desenvolver na cidade:

“A ponte dará acesso à população e aos turistas, além de permitir que todos conheçam o principal ponto turístico da cidade: o balneário Beira Rio.”

O diabo é que, considerando-se o tipo de empresa selecionada, a ponte da emenda do ministro dará acesso apenas à praia dos cofres públicos.

E dessa vez Pedro Novais nem vai poder dizer que não sabia.

O conteúdo deste blog é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

8 respostas para “Pedro Novais manda R$ 1 mi a firma-fantasma”

  1. Fatima disse:

    ÊSSE É O VELHO PEDRÃO QUE NÓS CONHECEMOS E AGORA O BRASIL CONHECE ksksksksksksksksksksksks

  2. Carmem disse:

    Jonh cutrin, essa pergunta abaixo eu fiz hoje para o Sr. Décio Sá, e até o momento não me respondeu: O que Codó tem paraceber tanto recurso no Turismo, já que nossa cidade não tem nada de turismo, aqui só vem quem tem negócio, ou mora aqui, veja a matéria de um dos blogueiros da mirante

    Zito terá R$ 20.747.405,00 para investir em turismo
    09, junho, 2011 Acélio 22 Comentarios

    Depois de ter cantado a bola sobre os investimentos da família Sarney no governo de Zito Rolim e ter obtido a confirmação, dias depois, do próprio prefeito de Codó, o blog do Acélio teve acesso ao valor real já garantido via Ministério do Turismo.

    O município de Codó, por força do deputado federal Sarney Filho com colegas da bancada maranhense e do presidente do Senador, José Sarney, segundo o secretário Márcio Esmero, vai receber exatamente R$ 20.747.405,00 para investimentos em turismo.

    Ninguém consegue imaginar Codó com capacidade turística, ao menos eu não, afinal o que temos para atrair este tipo de renda? Foi o que questionei junto ao secretário de infraestrutura, Márcio Esmero Vieira, para chegar a pergunta principal – como ou onde será investida tanta grana?

    O secretário respondeu que existe todo um projeto elaborado pelo próprio Ministério que determina as áreas de aplicação.

    Por exemplo, se o prefeito decidir aplicar em asfaltamento de ruas, poderá. Se resolver urbanizar uma área completamente esquecida, pode. E por aí vai, tudo pode desde que esteja de acordo com o plano pré-formulado pelo próprio Ministério do Turismo.

  3. MUDANÇA JÁ disse:

    É TÁ NA HORA DO NOVAIS DIZER THAU

  4. Dom Cosme... disse:

    Pedro para , Para Pedro! Esse Pedro é uma parada! Pedro é senhor Pilantragem! das mares e das estradas, nem mesmo Cancão de Fogo, obrou tanta trapalhada. O pior é que Pedro Faz, Mas nunca sabe de nada. Pilantragem não é com Pedro , Pedro não faz pilantragem. Pedro é servil nas mandanças, eximio nas malandragens, Quem manda em Pedro sabe , que ele só faz bobagem. De turismo entende ele, de moteis e bacanais , se aguem lhe perguntar , logo ele volta atraz, Pedro Sabe tem seus erros, mas admitir jamais.

  5. Carlos Ociran disse:

    É preciso um neologismo para qualificar essa canalhice toda. Nada ainda pode descrever tamanha safadeza. Quando se trata de um velho com tamanha falda de caráter, escrúpulo e coisa que o valha, ficamos estarrecidos, desiludidos. É COMO OLHAR PARA UMA SENHORA QUE INSPIRE RESPEITO E DESCOBRIR QUE ELA É CAFETINA.

  6. JOSE BARROS disse:

    BARRA DO CORDA TEM TUDO PARA SE TORNAR UMA CIDADE TURÍSTICA. CONTUDO, DEVEMOS LEMBRAR QUE O PREFEITO DE LÁ É O SENHOR NENZIM, QUE JÁ TEVE MANDATO DE PRISÃO E, SÓ NÃO FOI PRESO, POR CAUSA DE UM HABEAS CORPUS (SEGUNDO INFORMAÇÕES NA ÉPOCA, CUSTOU 1 MILHÃO…). PEDRO NOVAIS, RESPONSÁVEL PELA EMENDA, AGORA MINISTRO INDICADO POR SARNEY… NAO PRECISA DIZER MAIS NADA.!!!!!

  7. tem que enterrar este sr á 7 palmos, ele tá pronto.

  8. maria disse:

    Qual a novidae?????????? Timon………..Codó……..Barra do Corda………
    como terá sido feito esse rateio………….. deve ter dado uma boa grana para cada envolvido!!!!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

mais / Postagens