Fechar
Buscar no Site

PDT entrará com Adin contra MP de Bolsonaro que autoriza suspensão de salários por quatro meses

Foto: Reprodução

O líder do PDT no Senado, senador Weverton (MA), informou que o seu partido ingressará ainda nesta segunda-feira (23) com uma ação direta de inconstitucionalidade no Supremo Tribunal Federal contra a Medida Provisória, editada pelo presidente Jair Bolsonaro, que autoriza as empresas a dispensarem os empregados por quatro meses, sem salário, durante a pandemia do coronavírus. Weverton também defendeu que os presidentes do Senado e da Câmara dos Deputados se unam para devolver a MP e propor uma saída que preserve as empresas, sem tirar os salários dos trabalhadores.

“Essa medida é uma crueldade. Neste momento, o papel do governo é garantir renda para que os trabalhadores fiquem em casa e não corram risco de vida. É o que estão fazendo todos os líderes do mundo. Até de governos liberais. Sem renda, as pessoas não vão comprar e só as grandes empresas se salvarão”, afirmou Weverton pelo Twitter.

O senador considerou inaceitável que as pessoas fiquem sem renda, em um momento no qual é difícil até se virar na informalidade. “Isso vai gerar um efeito cascata de dívidas e retração absurda no consumo, que prejudicará principalmente as menores empresas. Temos que encontrar uma solução que preserve as empresas, sem matar o trabalhador de fome”, disse.

O conteúdo deste blog é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

2 respostas para “PDT entrará com Adin contra MP de Bolsonaro que autoriza suspensão de salários por quatro meses”

  1. Juca disse:

    Pilantra. Porque não doa metade do teu salário para os trabalhadores?!

  2. antonio muniz disse:

    Quá , quá, quá, Ewerton e PDT preocupados com o trabalhador
    O deputado Ewerton e o PDT, queriam entrar com Adin contra MP de Bolsonaro por suposta suspensão de salários de trabalhadores por quatro meses”, mas o tiro saio pela culatra!
    Ontem, 23/03/2020, o presidente Jair Bolsonaro deu uma tacada de mestre e anunciou o maior socorro econômico deste país em tempo de crise no valor de R$85.000.000.000, para combater o “CORONACHINA” E SOCORRER ESTADOS E MUNICÍPIO. E como se não bastasse , amenizou as dívidas de ESTADOS e Municípios não só dos encargos da DÍVIDA para com a UNIÃO, mas abriu caminho para as negociações com as instituições financeiras públicas. Com a visão de Estadista _que lhe é peculiar_ vetou parte de uma medida provisória que impactaria nos ganhos do Trabalhador , principalmente aquele de baixa renda. Entretanto, no final da reunião , a EQUIPE ECONÔMICA fez uma boa RESSALVA de que não era apenas R$ 85 bilhões, mas R$, 88,200 bilhões e duzentos milhões … R$ 3,2 bilhões a mais do que o anúncio do Presidente! Quem já viu um presidente em tempo de crise ajudar tanto Estados e município? Quá, quá ,quá e quá! Esse moralista comunista , nunca deveria falar em nome de nenhum trabalhador…Ele e o presidente do Partido são corruptos sociopatas… Ewerton até os dias de hoje já respondeu e ainda responde por uma enxurrada de processos por corrupção, incluindo achaque aos trabalhadores! Alguém pode me dizer , para que serve esses vermes comedores de dinheiro público a não ser chegar atrasados na reuniões ? Quando esse energúmeno “senador Ewerton” proferiu essa merda de pronunciamento , como se fosse uma grande tacada , logo em seguida , o Presidente vetou esse dispositivo que havia sido introduzido na MP , como medida de emergência. Afinal de Contas, o estado do Maranhão só tem falastrões e nada mais . Será se esse safado defensor dos trabalhadores esqueceu que ELE e o SAFADO DO PREISIDENTE DO PDT CARLOS LUPI , FORAM INDICIADOS POR DESVIAREM DINHERO PÚBLICO NO MINISTÉRIO DO TRABALHO ?´Quem desconhece o processo de Nº0027594-86.2012.013400? Quando dessas ações o Senador AMIGO DOS TRABALHADORES ESTEVE PENSANDO NELES? Felizmente, Bolsonaro não se guia por essa quadrilha de energúmenos que infestam os outros PODERES! AH, ia esquecendo da tabela do Socorro Bolsonaro para estados e municípios, antes do aporte dos R$3,2bilhões para estados e município: Veja como ficam distribuídos os R$ 85 bilhões: transferência para a Saúde: R$ 8 bilhões
    recomposição FPE e FPM: R$ 16 bilhões, Orçamento assistencial social: R$ 2 bilhões. Suspensão das dívidas dos estados com a União: R$ 12,6 bilhões: renegociação de estados e municípios com bancos: R$ 9,6 bilhões: operações com facilitação de créditos: R$ 40 bilhões ! Vou manter a fonte somente para que saibamos que o governo deu uma tacada de mestre! Pesquisem mais: https://jornalpequeno.blog.br/johncutrim/bolsonaro-anuncia-r-8-bi-para-o-nordeste-e-suspensao-da-divida-dos-estados/#ixzz6HcKMSMac.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

mais / Postagens