Fechar
Buscar no Site

Othelino Neto cobra início de aulas em escolas de ensino médio

Na sessão desta terça-feira (8), o deputado Othelino Neto (PPS) cobrou do Governo do Estado o início de aulas para milhares de alunos do ensino médio que ainda não conseguiram começar o ano letivo. O parlamentar disse que o assunto já foi tratado na Casa, mas, infelizmente, ainda não houve solução por parte do governo, através da Secretaria de Educação.

“São milhares e milhares de alunos do ensino médio que ainda estão sem aulas e a única justificativa que conseguem ter quando são cobrados pelos alunos é de que foram impedidos pelo Ministério Público, que não aceitou o seletivo que vinha sendo feito pelo governo”, disse Othelino.

Para o deputado essa informação “é apenas uma meia verdade”. Isso porque o Ministério Público tem o papel apenas de recomendar, não a prerrogativa de decidir, porque quem decide é a Justiça.

Neto contou que a situação é essa por onde tem andado no Estado, com os alunos alarmados com a falta do início do ano levito em pleno mês de maio, em grande parte das escolas. “Isso só evidencia a falta de compromisso com a educação, justamente a educação que foi uma dos pontos principais do programa de governo na época da campanha governadora Roseana Sarney”, declarou.

Em Alto Alegre do Pindaré, segundo o deputado, no Centro de Ensino de Marcelina Nova Alves, as aulas não começaram devido à falta de professores, “Simplesmente não tem carteira para os alunos sentarem”, relatou.

Em outra escola, a Vereador Joaquim Silva, faltam nela e nos anexos, 49 professores, que precisam ser contratados para que as aulas possam ser iniciadas. O problema também se repete no município de Presidente Sarney, local no qual houve uma manifestação em frente à Gerência Regional de Educação.

“São diversos municípios onde essa situação está se repetindo e quero lhe deixar em alerta, para que o governo passe a dar atenção para este importante assunto, não só em respeito à população, mas em respeito às milhares e milhares de jovens que estão até hoje sem aulas e correndo o risco de perder o ano letivo”, garantiu Othelino Neto.

(Com informações da Agência Assembleia)

O conteúdo deste blog é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

6 respostas para “Othelino Neto cobra início de aulas em escolas de ensino médio”

  1. Gabriel disse:

    otelino deputado suplente pra ter moral em cobrar o governo roseana que está uma merda, teria de dizer o que fez com os 20 milhões recebidos durante sua questionada gestão na sema, aí sim teria moral esse parlamentar pilantra ou pilantra parlamentar ?

  2. Gabriel disse:

    e$$e$ 20 milhões é referente a compensação pelo crimes ambientais causados pela alumar

  3. saraiva disse:

    Se em São Luís,Capital,quase não começa,tanto no ESTADO quanto no MUNICÍPIO,só na BASE da GREVE,imaginem lá nos CAFUNDÓ.Depois vem os números sobre o ANALFABETISMO,é ou não é ?

  4. Paulo Araujo disse:

    Isso não vai sair tão cedo, pois a chamada “grande imprensa” não divulga nada sobre esse seletivo, que o MP está certíssimo em cancelar, onde estão os excedentes? E outra pra quem e formado em computação eles só querem fazer pra contrato e nunca fazem pra efetivo. ROSENGANA não está nem ai pra isso, faz parte da oligarquia derrubar a educação.
    E outra, esse povo do interior adora ROSENGANA, pois são eles que colocam ela no poder e seus deputados!

  5. joana disse:

    Na capital muitas escolas não funcionam ,não só por falta de professores mas também por falta de segurança, essa governadora não dá minima importancia para a classe estudantil, pois tem medo que as pessoas se alfabetizem e possam aprender a cobrar esse é o melhor governo da vida da ROSENGANA.

  6. José do Rêgo disse:

    OTHELINO NETO, você está cobrando uma coisa exatamente correta. Porque ainda não se iniciaram as aulas de nível medio a milhares de alunos? Ora porque: Deixa-los sem conhecimento e sabedoria e privilégio deles, assim eles têm mais domínio sobre os votos. A educação neste estado tomou rumo diferente e para que isso acontecesse, apesar de a oposição ter construido escolas de nivel médio em todos os municipios, eles em represália não dão aula. É bastante interessante.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

mais / Postagens