Fechar
Buscar no Site

Othelino e Márcio Jerry viabilizam novas obras para a Baixada

O presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão, deputado Othelino Neto (PCdoB), reuniu-se, nesta quinta-feira (10), com o secretário de estado das Cidades e Desenvolvimento Urbano (Secid), Márcio Jerry, para tratar sobre obras de infraestrutura em municípios maranhenses, principalmente, na região da Baixada Maranhense.

No encontro, o chefe do Legislativo conversou sobre o andamento dos serviços executados pelo programa ‘Mais Asfalto’, a exemplo dos realizados no município de Pinheiro, que está sendo beneficiado com a pavimentação de vias urbanas, fruto de emenda parlamentar indicada pelo deputado Othelino Neto.

“Tivemos uma produtiva reunião sobre a realização de obras visando à melhoria da infraestrutura urbana no Maranhão. A Secid está levando, novamente, o Mais Asfalto a dezenas de municípios. São ações que vão impactar positivamente em cada cidade contemplada pelo programa”, afirmou Othelino.

O secretário Márcio Jerry destacou que a parceria efetiva entre o Legislativo e o Executivo Estadual tem viabilizado diversas ações de melhoria da infraestrutura urbana em municípios maranhenses. O titular da Secid informou ainda que, na próxima semana, será assinada a ordem de serviço para a execução de obras de pavimentação em São Vicente Férrer e Peri-Mirim, fruto dessa parceria.

“Assim seguiremos, de mãos dadas, trabalhando para levar serviços importantes para as cidades e beneficiando o povo do Maranhão. Temos mais uma etapa de obras do Mais Asfalto sendo realizada e tudo isso resultante da união entre o deputado Othelino com o governador Flávio Dino”, ressaltou Jerry.

O conteúdo deste blog é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

Uma resposta para “Othelino e Márcio Jerry viabilizam novas obras para a Baixada”

  1. Aston Beckman disse:

    SOS, deputado Otelino Neto!

    Mande realizar uma Sindicância independente, no Hospital Macrorregional, Dr. Jackson Lago, para tentar explicar aos familiares de vítimas da Covid-19, que tiveram aquela Casa de Saúde, como última tentativa contraproducente de sobreviver.
    Na Região, a reclamação é geral: estaria havendo um elevado número de óbito entre os pacientes intubados, para tratarem da Pandemia corrente.
    E para que a suposta deficiência não recaia sobre os servidores, os parâmetros apurados da sugerida Sindicância deveriam ser confrotados com dados de outros Hospitais, os quais também se ocupem do tratamento à Covid-19.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

mais / Postagens