Fechar
Buscar no Site

Othelino cobra explicações sobre convênio suspeito e desafia governo a dizer onde estão as obras

Em pronunciamento na tribuna nesta quinta-feira (06), o deputado estadual Othelino Neto (PPS) cobrou explicações do governo Roseana Sarney sobre os cerca de R$ 5 milhões pagos à Associação Vera Macieira, que não foi encontrada nos três endereços informados no convênio que foi assinado com a Secretaria de Desenvolvimento e Agricultura Familiar. Durante a vistoria realizada na última quarta-feira (05), uma comissão de parlamentares foi até a Raposa e não encontrou o povoado “Trechos”, que teria recebido os serviços de melhoramento de acesso, nem as obras e, nem muito menos, a entidade social.

obra fantasmaSegundo o deputado, não há nenhum interesse da oposição em macular a imagem do secretário de Desenvolvimento Social, Fernando Fialho, mas o que os parlamentares estão cobrando são explicações sobre o destino desses cerca de R$ 5 milhões e os locais que receberam as obras. Othelino desafiou o auxiliar do governo e o próprio deputado Stenio Resende, que fez a defesa na sessão desta quinta-feira (06), a apontarem onde foram feitas as obras para que a Comissão de Administração Pública possa fazer a vistoria nas tais localidades.

“O que se trata aqui é de explicar o que foi feito com os R$ 5 milhões, porque a associação ninguém encontrou, o povoado também não, as obras ninguém viu. Então, o deputado Stênio poderia acabar com a polêmica e dizer quais são esses povoados. Lá no município de Centro Novo, em Passagem Franca? Tem que haver uma obra feita, afinal de contas o valor do convênio já foi pago praticamente todo”, cobrou Othelino Neto.

Diário Oficial – O deputado mostrou que o que consta no Diário Oficial do Estado é a informação de que o convênio de R$ 4.900.190,00 tem como objeto a execução do projeto de melhoramento de caminho de acesso pela contratada, beneficiando 1.964 famílias, localizadas no povoado Trechos, no Estado do Maranhão, no município de Raposa.

“Então o Diário Oficial está mentindo? Não é a oposição que manda a resenha dos contratos, dos convênios para o Diário Oficial. É o governo. Alguém está mentindo”, concluiu Othelino Neto.

Othelino disse que foi triste procurar a dita associação na Raposa, ouvir dos moradores que ela nunca existiu e se deparar com um terreno, cheio de plantação de mamona, puro mato, onde deveria ser a sede da entidade que parece só ter existido para a concretização do convênio.

O conteúdo deste blog é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

2 respostas para “Othelino cobra explicações sobre convênio suspeito e desafia governo a dizer onde estão as obras”

  1. Salviana Furtado disse:

    Essa é uma das denúncias de corrupção mais escandalosas que eu já vi. Porque o secretario não vem logo se explicar? O que ele está esperando?

  2. MARANHENSE INDIGNADO disse:

    É ROUBO MINHA GENTE. ESTÃO SURRUPIANDO NOSSO DINHEIRO ESCANCARADAMENTE E VERGONHOSAMENTE. CADÊ O M. Público? SIMPLES ASSIM!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

mais / Postagens