Fechar
Buscar no Site

Notas Rápidas

MPF arquiva denúncia contra Bolsonaro no episódio do guaraná Jesus no MA

O Ministério Público Federal decidiu arquivar a notícia de fato apresentada contra Jair Bolsonaro pelas declarações homofóbicas em relação ao guaraná Jesus, em 2020, após visitar o Maranhão. Em outubro de 2020, aos risos, Bolsonaro disse ao beber um copo do guaraná Jesus, refrigerante popular no Maranhão: — Agora eu virei boiola. Igual maranhense, é isso? Guaraná cor-de-rosa do Maranhão aí, quem toma esse guaraná aqui vira maranhense.

Arquivar

Após o episódio, os deputados federais Fernanda Melchionna (RS), David Miranda (RJ), Sâmia Bomfim (SP), a estadual Luciana Genro (RS) e o distrital Fábio Félix (DF), além da ativista trans Natasha Ferreira e das vereadoras Erika Hilton (SP) e Mônica Benício (RJ), acionaram o MPF. Passado um ano, o órgão então decidiu arquivar o pedido alegando que o presidente não teve intenção de atacar a comunidade LGBTI+ e nem ao povo maranhense. O procurador Aldo de Campos Costa escreveu: “Das falas impugnadas, não se extrai o objetivo de fazer com que determinados grupos de indivíduos sejam reprimidos, dominados, suprimidos ou eliminados. À luz dessas circunstâncias, conclui-se que as afirmações lançadas no expediente não consubstanciam ofensas discriminatórias de caráter negativo e, em virtude disso, não estão inseridas no conteúdo proibitivo da norma em questão”.

Recorrer

Autora da notícia de fato, Fernanda Melchionna criticou a decisão e promete recorrer:— Além de demorar mais de um ano para apresentar uma posição, o Ministério Público lamentavelmente ignora a realidade cruel do nosso país, que é um dos que mais mata e discrimina pessoas LGBTI+ no mundo. Declarações jocosas contra homossexuais vindas da principal autoridade do país potencializam a violência. O MPF cruzar os braços em relação a isso, alimenta ainda mais a atmosfera de impunidade. Homofobia é crime e vamos recorrer.

Governo realiza testagem no Rangedor

O drive-thru de testagem para a Covid-19 volta a funcionar nesta terça-feira (25), no Parque Estadual do Rangedor, no Calhau. A estratégia integra as ações da Secretaria de Estado da Saúde (SES) em combate à pandemia e é coordenada pela Empresa Maranhense de Serviços Hospitalares (EMSERH). Serão três tendas de testagem, instaladas no estacionamento do Parque do Rangedor, com capacidade para atender 1.000 pessoas diariamente. O horário de funcionamento será das 8h30 às 16h. Para ter acesso ao teste rápido, as pessoas devem apresentar documento com foto e número do cartão do SUS. No ano passado, o sistema de drive-thru para testagem realizou mais de 30 mil atendimentos.

Secretário de Saúde com Covid-19

O secretário de Saúde de São Luís, Joel Nunes Júnior, testou positivo para Covid-19. “Pessoal, após apresentar sintomas gripais, informo que testei positivo para Covid nesta segunda-feira (24). Graças à vacina, apresento sintomas leves, seguindo as recomendações médicas e cumprindo o isolamento necessário. Que Deus nos abençoe!”, afirmou.

Exata nega pesquisa

Após publicações em alguns blogs, o Instituto de pesquisa EXATA negou que esteve na cidade de Caxias aplicando questionários.

Dino defende revisão da reforma trabalhista

O governador Flávio Dino defendeu a ideia do ex-presidente Lula (PT) de revogar trechos da reforma trabalhista. “A reforma trabalhista enfraqueceu a organização sindical, dificultou o acesso dos trabalhadores à Justiça e precarizou as relações trabalhistas O reformismo equivocado ajudou a levar o desemprego para o nível altíssimo de 13,9% em março de 2017”, disse.

Jerry segue bem

O secretário de Cidades e Desenvolvimento Urbano, Márcio Jerry segue se recuperando bem após contrair a Covid-19. “Continuo isolado em casa cumprindo a quarentena Covid. Mas sigo bem, já sem até os leves sintomas gripais do início. Vacina foi fundamental para não ter evoluído para nenhum quadro grave da doença. Saúde!”, escreveu no twitter.

Alckmin diz a Haddad que irá elegê-lo

O ex-governador Geraldo Alckmin indicou a Fernando Haddad que participará ativamente da candidatura que o ex-prefeito lançará para o governo de São Paulo. Alckmin disse em conversas com Haddad que pretende acompanhá-lo pelo menos duas vezes por semana em agendas pelo estado. O ex-tucano tem um acordo encaminhado para assumir a vice-presidência na chapa que Lula formará para concorrer ao Palácio do Planalto.

Aliança

Alckmin demonstrou a aliados que a parceria com Lula também é a melhor forma de derrotar João Doria, seu rival já há alguns anos. Ele vê a aliança como o fim da chance de qualquer terceira via nesta eleição. Petistas que participam da preparação da candidatura de Haddad dão como certo que ele irá para o segundo turno contra Rodrigo Garcia, o vice-governador que Doria filiou ao PSDB para ser o seu sucessor no estado. Metrópoles

O conteúdo deste blog é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

Uma resposta para “Notas Rápidas”

  1. Getúlio Leite disse:

    A respeito do arquivamento do processo contra o Presidente Bolsonaro, lamenta-se o tempo que demorou para o MPF chegar a essa decisão, isto é, perdeu tempo precioso que poderia ser utilizado para analisar outros processos de real importância.
    O Bolsonaro, com sua manifestação a respeito do refrigente, fez propaganda que aumentou significativamente a venda do “sonho cor de rosa das crianças”…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

mais / Postagens