Fechar
Buscar no Site

Notas Rápidas

Aumento de salário

Após o Supremo Tribunal Federal (STF) apresentar proposta de aumento de 18% para seus ministros e todos os magistrados da Justiça Federal, deputados e senadores começaram a pressionar os presidentes da Câmara e do Senado para também ter direito a reajuste. O Estadão apurou que a proposta em discussão é de elevar o salário dos parlamentares em 9%. Esse porcentual faria o vencimento saltar de R$ 33,7 mil para R$ 36,8 mil.

Jerry contra

O deputado federal Márcio Jerry(PCdoB) é contra os deputados e senadores aumentarem os próprios salários para R$ 36,8 mil. “Totalmente absurda a proposta de reajuste dos salários de deputados e senadores. Precisamos “reajustar” é o compromisso com a democracia e os direitos do povo”, disse.

Sem previsão

Ainda não há data para a vinda dos dois principais candidatos à Presidência da República ao Maranhão. Lula até ensaiou uma agenda a Caxias, mas adiou e ficou comprometido com o governador Carlos Brandão de estar em São Luís ainda no mês de agosto. Já Bolsonaro, que não tem oficialmente candidato a governador no estado, dificilmente virá.

Sarney na posse de Alexandre Moraes

A lista de convidados de Alexandre de Moraes para a cerimônia de posse como presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), na próxima terça-feira, acredite, tem 2.000 nomes. Até quarta, porém, cerca de 400 autoridades haviam confirmado presença, entre elas o ex-presidente José Sarney. O presidente Bolsonaro também comparecerá.

Lahesio aciona PF

Por meio de seus advogados, o candidato ao Governo do Maranhão pelo PSC, Lahesio Bonfim, apresentou notícia-crime na Superintendência da Polícia Federal no estado. Uso de disparos em massa de fakenews por meio de robôs têm sido enviadas a milhares de celulares via WhatsApp com notícias falsas envolvendo o patrimônio de Bonfim.

Identificação

A defesa de Lahesio Bonfim pede a instauração de um inquérito policial para identificar e punir os responsáveis pelas mensagens, bem como a identificação dos números telefônicos citados na notícia-crime. O senador e pré-candidato a governador, Weverton(PDT), também fez o mesmo tipo de denúncia em fevereiro na sede da Polícia Federal para descobrir os autores dos disparos em massa de fakenews contra ele.

Segundo caso de varíola dos macacos no MA

A Secretaria de Estado da Saúde recebeu a confirmação do segundo caso positivo do vírus monkeypox(varíola dos macacos) em São Luís. Trata-se de pessoa do sexo masculino, 38 anos, residente de São Luís, sem comorbidades, com histórico de viagem para Belo Horizonte. O paciente está em isolamento domiciliar. O quadro clínico é estável. Os Centros de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde (CIEVS) Estadual e municipal seguem acompanhando os casos.

TJ-MA confirma decisão que anulou operação contra Josimar

A Primeira Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Maranhão rejeitou, por unanimidade, recurso da PGJ (Procuradoria-Geral de Justiça) e manteve decisão liminar do desembargador Antônio Fernando Bayma Araújo que anulou as buscas realizadas pelo Gaeco (Grupo de Atuação Especial no Combate às Organizações Criminosas) do Ministério Público do Estado, no bojo da megaoperação Maranhão Nostrum. Também foi mantido o ponto da decisão que suspendeu as investigações do procedimento investigatório criminal relacionado ao caso, além da imediata paralisação da extração de dados e devolução dos bens apreendidos dos investigados.

Grande operação

O desembargador José Joaquim Figueiredo dos Anjos e o juiz convocado Samuel Batista de Souza acompanharam Bayma Araújo, relator do habeas corpus impetrado pelo ex-prefeito de Araguanã, Valmir Amorim (PL), um dos alvos da operação. Contrária ao parecer da PGJ, a confirmação da decisão teve o julgamento concluído na última terça-feira (9), em sessão virtual iniciada no início de agosto. Deflagrada em outubro do ano passado, a ação contou com o apoio da Polícia Civil maranhense, por meio de forte aparato da SECCOR (Superintendência Estadual de Prevenção e Combate à Corrupção), CTA (Centro Tático Aéreo) e até do GPE (Grupo de Pronto Emprego), exclusivo para atuação em situações de risco diferenciado.

Josimar alvo

A Maranhão Nostrum teve como principal alvo o deputado federal Josimar Maranhãozinho (PL), apontando como líder de suposta organização criminosa suspeita de fraudes em licitação, peculato e lavagem de dinheiro. O esquema teria movimentado mais de R$ 160 milhões. Mais de 70 mandados de busca e apreensão, expedidos pela 1ª Vara Criminal de São Luís, foram cumpridos em 13 municípios maranhenses (São Luís, Maranhãozinho, Zé Doca, Araguanã, Carutapera, Centro do Guilherme, Pedro do Rosário, Pinheiro, Santa Inês, Miranda do Norte, Presidente Médici, São José de Ribamar e Parnarama) e na cidade de Várzea Alegre, no estado do Ceará. (Do Atual 7)

O conteúdo deste blog é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

mais / Postagens