Fechar
Buscar no Site

Notas Rápidas

Zé Reinaldo nega candidatura a prefeito de SL

Ludovicense quatrocentão o ex-governador José Reinaldo Tavares nos afirmou que não será candidato a prefeito de São Luís. Seu nome surgiu como possível candidato através de setores da imprensa maranhense tendo em vista o grande apelo que Zé Reinaldo vem recebendo de vários segmentos da sociedade organizada para disputar as próximas eleições. Reinaldo já está na estrada ajudando seus correligionários, não apenas do PSB, seu partido, mas de todos aqueles que lutam para acabar com a oligarquia Sarney no Maranhão. E Zé Reinaldo está bastante otimista principalmente pela receptividade que vem tendo em todo o interior maranhense. José Reinaldo Tavares sabe muito bem que a batalha definitiva se dará em 2014 quando todos os maranhenses que pensam no desenvolvimento e melhores condições para o povo deverão varrer a oligarquia. Deus está vendo tudo.

Golpe de Roseana

A governadora Roseana Sarney mandou dizer aos professores através do secretário de Estado da Educação, José Bernardo Bringel que vai pagar o piso nacional de R$ 1.451,00 de 40 horas semanais. Aí vem o golpe. Mas como os professores maranhenses trabalham apenas 20 horas/semanais, vai pagar a metade, ou seja, 725,50. Por que não estabelecer a carga horária de 40 horas/semanais para pagar realmente o piso? É que educação para os oligarcas não é prioridade.

Só duas testemunhas

Apenas os secretários Hildo Rocha, de Assuntos Políticos, e Sérgio Macedo, de Comunicação Social, estiveram no Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão, no bairro da Areinha, em São Luís, para ser ouvidos, como testemunhas de defesa, no processo que corre no Tribunal Superior Eleitoral pedindo a cassação dos diplomas da governadora Roseana Sarney Murad e do vice Washington Luiz Oliveira. Como era de se esperar, disseram ao juiz Sérgio Muniz que a campanha foi dentro da maior legalidade. Só faltaram dizer que Roseana fez uma campanha pobre, não comprou nenhum voto e nem contratou milhares de pessoas para passearem em cima de caminhões com suas bandeiras nos bairros de São Luís. Fábio Gondim Ferreira da Costa, Roberval Cordeiro Silva, Remi Ribeiro Oliveira, Francisco Emiliano Ribeiro de Meneses, Sérgio Antônio Mesquita Macedo, Raimundo Nonato Carneiro Sobrinho, Benedito Bogea Buzar, George Alan Ramalho Pereira que não compareceram, perderam a oportunidade de defender a donatária da Capitania Hereditária do Maranhão. O juiz Sérgio Muniz tem até o próximo sábado (10/03) para enviar todos os depoimentos para o ministro Arnaldo Versiani, do TSE, relator do processo. Foto: Klamt

Chiquinho e Ricardo

Ainda faltam os depoimentos do suplente de deputado federal Chiquinho Escórcio, que por ter foro privilegiado pode marcar a data para ser ouvido e a audiência deve ser feita em Brasília. A questão de Escórcio deve ser analisada, já que o Supremo Tribunal Federal diz que suplente, mesmo no exercício da função, não tem foro privilegiado, e Ricardo Murad, que está licenciado da Assembleia Legislativa e pode remarcar seu depoimento até o próximo dia 10. O juiz eleitoral Sérgio Muniz disse que enviará a Carta de Ordem para as alegações finais que devem ocorrer em até três dias. Em seguida, o Ministério Público Federal deve dar o parecer em até cinco dias. Daí segue para julgamento da Corte Eleitoral.

Representantes de Reinaldo

O processo de cassação da governadora Roseana Sarney Murad que tem como requerente o ex-governador José Reinaldo Tavares (PSB), teve como representantes os advogados Abdon Marinho e Rubens Pereira Júnior, que também é deputado estadual pelo PCdoB. O advogado Rodrigo Lago não compareceu em virtude de ter fraturado a clavícula e pelo falecimento de sua mãe no final de semana. Os advogados de José Reinaldo dispensaram testemunhas de acusação por acreditarem que simplesmente os fatos documentais seriam suficientes. “Estamos alegando irregularidades em convênios que se comprovam com a documentação. O que é o depoimento de testemunhas perto da prova documental? Assim, preferimos declinar das nossas testemunhas”, afirmou Rubens Júnior. Foto: Felipe Klamt

Hildo e os Convênios

A interpelação a Hildo demorou quatro horas e quarenta e cinco minutos, das 10h às 14h45. O secretário falou principalmente da questão dos convênios realizados pelo governo do estado em 2010, ano da reeleição da governadora, que segundo a acusação seriam convênios atípicos e firmados de forma eleitoreira. Em seu depoimento, Hildo Rocha alegou que não foi celebrado nenhum convênio irregular, pois se isto tivesse ocorrido, os órgãos de controle externo teriam se manifestado. Hildo também alegou que os convênios estavam de acordo com a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) e o Plano Plurianual (PPA). A maioria das informações que exigiam números não foram prestadas. O secretário se limitou em afirmar que as informações já se encontravam no Portal da Transparência do governo do Estado. Informações como número de convênios e data de convênios deveriam ser repassados pelo secretário de Planejamento, Fábio Gondin, que não compareceu a oitiva. (Notas acima extraídas do jornal Tribuna do Nordeste, do jornalista Gojoba)

Desrespeito a Flávio

A mídia alinhada ao grupo Sarney mente descaradamente quando afirma que o presidente da Embratur, Flávio Dino, participa, neste momento, de articulações envolvendo a sucessão municipal de São Luís e de outras cidades. Atrelado a isso, age ainda de forma tacanha e desrespeitosa ao colocar o nome do comunista em futricas e picuinhas visando intrigar as forças de oposição. A saber, Flávio neste período apenas recupera-se do momento difícil pela qual passa com a perda do filho. É isso!!!

PDT, Sarney e 2012

Na última semana, esteve em curso, com mais intensidade, uma operação em Brasília que visa levar o PDT-MA a apoiar a candidatura do vice-governador Washington Oliveira (PT) à prefeitura de São Luís. A negociação envolveria o Ministério do Trabalho, cujo não será, certamente, mais ocupado pelo partido. Em jogo, o apoio do presidente do Senado, José Sarney, para os pedetistas permanecerem com as pasta. Em troca, o PDT, por continuar no governo da presidenta Dilma Rousseff, se coligaria, a pretexto, com os partidos da base nas eleições municipais deste ano, não só em São Luís mais como em outras cidades do país.

Gripe Sarney?

O comediante e colunista do jornal Folha de São Paulo e do Monkey News no UOL, José Simão, disse no twitter que foi acometido, nas últimas horas, de uma forte gripe. “Eu peguei a gripe Sarney: não vai embora nunca. Vírus Sarney: imortal!”, brincou.

Globo elogia ação da Prefeitura de São Luís

A ação de vistoria da Prefeitura de São Luís, através da Blitz Urbana, de terrenos particulares na área urbana, os quais, por lei municipal, têm que ser murados e os proprietários têm que fazer calçadas, foi destaque no programa ‘Bom Dia Brasil’ da Rede Globo, em matéria exibida na manhã desta quarta-feira, 7. Logo após a veiculação da reportagem, produzida pelo repórter de rede Alex Barbosa, o comentarista de Segurança Pública Rodrigo Pimentel elogiou a iniciativa do prefeito João Castelo (PSDB). Segundo ele, a ação da administração municipal trata-se de prevenção primária. “Terreno baldio é estupro, é consumo de drogas, criadouro de mosquito da dengue. Isso funciona, e deve ser copiado, imitado, por todos os prefeitos do Brasil. Em Nova York (EUA), onde a medida foi adotada, houve redução dos crimes sexuais (estupros). Isso tudo é segurança pública”, afirmou. Veja a matéria completa no vídeo abaixo.

Edivaldo Jr. propõe regulamentação de licença-maternidade para pai viúvo

O deputado federal Edivaldo Holanda Júnior (PTC/MA) encaminhou, na Câmara Federal, projeto de lei que regulamenta a concessão de licença equivalente à licença-maternidade a pais que perderem as esposas no parto. A sugestão da lei foi suscitada por uma decisão judicial, em Brasília, na semana passada, na qual a juíza autorizou seis meses de licença a um funcionário da Polícia Federal que ficou viúvo logo após o nascimento do filho. Embora não houvesse previsão legal, a sentença levou em conta a necessidade de um dos genitores prestar cuidados essenciais à vida do recém-nascido.

‘Cuidado com a vida’

No artigo terceiro, o texto do PL propõe que seja dada ao pai a possibilidade de substituir a mãe do bebê na licença-maternidade, em caso de falecimento desta, que deve ser comprovada com a certidão de óbito. Para Edivaldo Jr., a regulamentação do parecer trata-se de uma questão de cuidado com a vida. “Nossas leis precisam ter em vista o bem estar do cidadão, em qualquer que seja a fase da vida deste. Um bebê órfão, logo no nascimento, requer atenção redobrada e precisamos garantir que ele tenha todas as condições de um desenvolvimento saudável, desde o início da vida”, disse Holanda Júnior. (Da Assessoria)

Edmar Cutrim diz que lista de fichas-sujas não tem validade

“Essa lista que está circulando por aí não tem qualquer validade. A relação dos fichas-sujas a ser oficializada pelo Tribunal ainda está sendo elaborada com o maior cuidado, para se evitar injustiças. Ela só sairá daqui a 20 ou trinta dias, porque nossos técnicos estão fazendo um levanto extremamente criterioso, para que não haja qualquer falha”. A afirmação foi feita pelo presidente do Tribunal de Contas do Estado, conselheiro Edmar Cutrim, durante entrevista ao radialista Renato Sousa, na Rádio Capital AM. Ele falou ainda que cabe às câmaras municipais, a votação final das contas dos prefeitos, mesmo que tenham recebido parecer contrário daquela corte. (Blog do Djalma Rodrigues)

Sarney utiliza estrutura da Presidência para defender seu governo

Poder, pode. Mas digamos que não é de bom tom. O presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), fez publicar no Blog do Senado (http://www.senado.gov.br/BLOG/), que não é gerido pelo seu gabinete de senador, mas pela Comunicação Social da Presidência do Senado, a seguinte nota: “A Secretaria de Imprensa da Presidência do Senado encaminhou os esclarecimentos abaixo ao jornal O Estado de São Paulo, a respeito das ações relacionadas ao meio ambiente durante o governo do presidente José Sarney. Os esclarecimentos referem-se à entrevista do professor José Eli da Veiga, publicada com o título “Ministra fraca leva Código a um desastre”. Veja acima como ficou no blog oficial da Presidência do Senado. (Poder Online, iG)

Ineditismo

Em ano de Rio+20, os ambientalistas vão presidir pela primeira vez a Comissão de Meio Ambiente da Câmara. O presidente será o deputado Sarney Filho (PV-MA), ex-ministro do Meio Ambiente no governo Fernando Henrique Cardoso. (Coluna do Ilimar Franco)

O conteúdo deste blog é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

5 respostas para “Notas Rápidas”

  1. Luiz disse:

    Zé Reinaldo candidato a qualquer cargo eletivo é o sonho de qualquer adversário, disputar com um Zé Mane é vitoria certa. Até Castelo gostaria de um adversário como este.

  2. Inácio Augusto de Almeida disse:

    Desrespeito a Flávio

    A mídia alinhada ao grupo Sarney mente descaradamente quando afirma que o presidente da Embratur, Flávio Dino, participa, neste momento, de articulações envolvendo a sucessão municipal de São Luís e de outras cidades. Atrelado a isso, age ainda de forma tacanha e desrespeitosa ao colocar o nome do comunista em futricas e picuinhas visando intrigar as forças de oposição.
    //////////////////////////////////////////////
    Tudo isto poderia ser evitado se Flávio Dino divulgasse um comunicado aos maranhenses se comprometendo a EM HIPÓTESE ALGUMA APOIAR O CANDIDATO DO SARNEY.
    Mas isto Flávio Dino não faz.
    Não faz porque não pode fazer.
    Sabe que vai ter que apoiar o Washington que é o candidato da Presidente Dilma. Candidato que foi ESCOLHIDO POR SARNEY.
    Divulgue o comunicado e acabe com o que você chama de futricas e picuinhas.
    Ou então fique calado e comece a pedir votos para o candidato da Dilma e do Sarney.

  3. Gustavo disse:

    Ze’ Maxixe vai cuidar de teus chifes!!

  4. lisa disse:

    É claro que o Flávio Dino não vai dizer nada que contrarie o “DONO DO MARanhão…………… Como, se foi ele quem permitiu que o Dino fosse nomeado pela Dilma para ser presidente da EMBRATUR????????
    Quanto à cassação da governadora, é bom esquecer………não vai dar em nada; talvez se fosse em outro Estado ou em outro País, onde seu pai não mandasse no Judiciário, acontecesse alguma coisa………Isto é, onde tem um poder judiciário “SÉRIO”!!!!!!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

mais / Postagens