Fechar
Buscar no Site

Notas Rápidas

O empréstimo de Roseana

A governadora Roseana Sarney assinou nesta quinta-feira, no Palácio do Planalto, termo de entendimento para a ampliação do crédito fiscal do Maranhão. Com a assinatura, Roseana poderá ampliar de R$ 190 milhões para R$ 2 bilhões a capacidade de empréstimos. Vale lembrar que a Assembleia Legislativa aprovou, no dia 29 de agosto, projeto de lei, do Poder Executivo, que autoriza o governo do Estado a contrair empréstimo no valor de R$ 180 milhões junto ao Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico (BNDES).

Dívida do Estado já ultrapassa 5,2 bilhões

A partir do segundo semestre de 2009, ano em que assumiu o governo após a cassação de Jackson Lago, a governadora Roseana Sarney tem endividado o Estado elevando consideravelmente a dívida com instituições bancárias de fomento. Nos último três anos, o Estado do Maranhão tomou empréstimos junto ao BNDES e Banco Mundial. Os números levantados dão conta de que a dívida interna do Estado soma hoje R$ 5.028.048.286,42, e a externa R$ 59.724.211,94. Existiriam, ainda, ‘outras dívida’, da ordem de R$ 173.414.803,87, perfazendo um total de R$ 5.261.187.302,23 o montante que o Estado deve aos credores. Para qual finalidade e onde está sendo aplicado toda essa dinheirama, ninguém sabe até agora.

1,2 bilhões com dispensa

Durante pronunciamento realizado nesta quinta-feira (10), o deputado Marcelo Tavares (PSB), líder da Oposição, ocupou a tribuna da Assembleia, para manifestar seu estarrecimento quanto ao aumento do limite de crédito, no plano federal, do governo do Maranhão de R$ 190 milhões para R$ 2 bilhões.

“A governadora acha que governar é pedir empréstimos. Não satisfeita em fazer um governo medíocre por quatro anos, quer impor ao povo do Maranhão uma dívida por várias gerações”, argumentou Marcelo, acrescentando que a governadora já pediu empréstimos, nos últimos três anos, que somam quase R$ 1 bilhão e que sua aplicação nunca foi esclarecida.

Segundo Marcelo, Roseana acha que o dinheiro é dela e que não deve dar satisfação à Assembleia Legislativa. “Agora ela vai arranjar uma maneira de pedir R$ 2 bilhões de empréstimos para os próximos governadores terem que pagar e aí vêm as dispensas de licitação, vêm as obras inacabadas, vêm as obras fantasmas. A governadora já assinou R$ 1,270 bilhão em dispensa de licitação”, assinalou.

Poderia economizar

Já que está sem vontade de governar, bem que Roseana Sarney Murad poderia muito bem entregar o cargo para o vice Washington Oliveira e continuar seu passeio por onde bem entender. Pouparia o tempo de funcionários e ministros do Tribunal Superior Eleitoral aonde tramitam duas ações pedindo a sua cassação. A de número 809.2011.610.000 teve os autos devolvidos para provas complementares. A 991.2011.610.000 está em fase de distribuição. Apesar de grande ceticismo quem sabe Roseana não prove do seu próprio veneno? Não foi assim que agiu com Jackson Lago? E as provas contra sua excelência são contundentes. Não se trata de um filmezinho mixuruca que quatro ministros do TSE aproveitaram para perpetrarem o golpe judicial. Talvez ainda tenha justiça nesse país e o oligarca Zé de Bigode talvez não seja tão forte e manda no judiciário brasileiro como muitos pensam. Apesar de tudo ainda tem gente séria no país. Como dizia o saudoso deputado Lister Caldas: quem viver verá. Será que o TSE vai reparar seu crime contra o povo maranhense?

Audiência forçada

“Olha essa aí. O Estado dela pegando fogo e ela aqui enchendo o saco da presidenta.” Foi o que comentou uma assessora da assessora da presidente Dilma Rousseff no Palácio do Planalto se referindo a governadora do Maranhão, Roseana Sarney, que aguardava para ser recebida pela Chefe de Estado assim como representantes do Rio Grande do Sul, Alagoas, Minas Gerais, Paraná, Rio de Janeiro e São Paulo durante assinatura de termo de entendimento para ampliação de crédito fiscal. Não foi um encontro isolado como a Secretaria de Comunicação do Governo do Maranhão publicou. Parece que a nobre governadora maranhense está forçando a barra para dizer ao povo que está tendo seus privilégios com dona Dilma. Não é bem assim não.

Rompimento em Chapadinha

Segundo uma fonte credenciada do blog, o ex-prefeito de Chapadinha Isaías Meneses e a filha, Isamara Meneses, teriam brigado com a pré-candidata a prefeita da cidade, Belezinha e rompido o apoio ao seu nome. Agora Isamara, inclusive, já anda buscando recursos em Brasília para viabilizar sua campanha a prefeita do município.

Sem Lei Seca

Tem muita gente reclamando que a Lei Seca não está funcionando em São Luís. Depois de alguns dias com a Polícia Militar fazendo blitz e apreendendo carros e alguns bacanas, tudo foi esquecido. O Detran chegou até a comprar bafômetros para entregar para a PM comprovar o teor alcoólico dos motoristas. Não funcionou mais. O resultado são os constantes acidentes com vítimas inocentes. Num Estado onde o governo é fraco a Lei não funciona para os mais abastados. Já pensou prender o filho de um construtor que tenha contribuído com a campanha eleitoral de candidatos a governador, senador e deputado? O policial ou delegado que o prender vai ficar desmoralizado, pois recebe logo uma “ordem superior”. Foi assim durante as duas semanas que fizeram blitz nos finais de semana. Um Estado onde três pessoas assumem o comando do governo em uma semana não pode ser sério. (Do Jornal Tribuna do Nordeste do editor José Ribamar Gomes)

Ausência fora de época

Não passou despercebido da bancada da oposição a ausência da governadora Roseana Sarney nas negociações que culminaram com a suspensão da greve da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros por quinze dias. Para a oposição, ‘a governadora se ausenta do Estado num momento fundamental para a vida dos maranhenses, deixando a população à mercê da criminalidade, é uma falta de respeito com a população’. ‘Pode um governador se ausentar sem dar satisfação a ninguém e ver o caos instalado na sua terra? É uma vergonha o que nós vivemos hoje’, condenou o líder Marcelo Tavares. (Informe JP)

O conteúdo deste blog é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

10 respostas para “Notas Rápidas”

  1. José do Rêgo disse:

    Desse total, quanto será pago de juros mensais? E quanto dará ao ano?

  2. Carlos Ociran disse:

    A aorta foi cortada. Os vampiros do Maranhão terão uma fonte quase inesgotável para a corrupção (dispensa de licitações, adicionais, superfaturamentos, etc…) É com esse dinheiro que tentarão comprar mais uma eleição. Que os habitantes da minha ilha, outrora dita rebelde, fiquem atentos e sigam os exemplos do povo tocantino. Em Imperatriz e em boa parte da região, apesar da “compra” de prefeitos e vereadores, o povo deu o troco: os canalhas receberam o dinheiro mas não entregaram a “mercadoria” – votos. Mais de 75% da população rejeitou esse governo medíocre. O tempo mostrou que estamos certos, é só olhar o caos dessa administração. O problema não é de dinheiro, é de honestidade e gestão. São desonestos e péssimos gestores.

  3. Igor disse:

    Caro Blogueiro, no caso de Chapadinha, essa sua fonte está completamente SECA! Mas, é tudo que eles querem, tanto o grupo de Magno, quanto essa “SUPOSTA TERCEIRA VIA” que quer a todo custo emplacar junto à candidatura de Belezinha um vice e que ela assuma compromissos para as Secretarias mais importantes, (Saúde, Educação e outras mais…). E, sem querer ser o senhor das verdades, posso afirmar que o grupo de Bacelar encontra-se num profundo desgaste, sem ter o que discursar em palanque. Quanto a “Terceira Via”, juntando todos eles não elegem um vereador! É isso mesmo! Com excessão do Levi Pontes que talvez consiga se eleger a vereador! E por fazer parte do grupo de Isaías, posso afirmar que essa “briga” de Isamara e Belezinha é pura falácia, diseminada por alguém da “Terceira Via” que sonha com o rompimento, e que Belezinha não tenha outra opção, senão a “terceira via”.
    Mais isso não vai ocorrer. Pode vir terceira, quarta e quinta via. A eleição em Chapadinha será polarizada entre Magno e Isaías, mas, com a vitória de BELEZINHA 10, porque o povo quer a mudança!

  4. mario do bairro disse:

    essa golpista esta e endividando o maranhao para o resto de nossas vidas e assim o maranhao fica cada vez mais pobre e miseravel e a presidente ainda apoia essa governadora da oligarquia.

  5. Marco Antonio Carvalho Diniz disse:

    Minguada, desacreditada e sem fiscalização, Roseana resolve assinar o termo de ampliação do crédito fiscal do Maranhão. Essa medida, com certeza, tornará imprestável a vida muita gente.

    Marco Antonio carvalho Diniz

  6. Pedão disse:

    Esse IGOR é um puta de um puxa saco, ou como chamam em Chapadinha, é um verdadeiro LR “Lambe-Rola”. Tá bom de acordar pra realidade, que a Governadora não quer a eleição dessa belezinha e nem de isaias. Quem vai se eleger é nosso MAGNIFICO, O NOTA 10. Larga de puxar saco, e vai trabalhar..

  7. Francinaldo Morais disse:

    Sarney, velha raposa, sempre que acossado pela opinião pública, lança mão de ardis como escudar-se nos objetos da genuina e espontânea fé do povo brasileiro como Lula e Nossa Senhora Aparecida (11.11.11). Roseana, filha da velha raposa, segue o pai, buscando visibilidade ao lado de Dilma. Enquanto isso, na realidade cruel do Maranhão…os trabalhadores da segurança, da educação e da saúde, pedem a Nossa Senhora Aparecida e a presidente Dilma que saibam diferenciar o “joio do trigo”.
    Prof. Francinaldo Morais, professor de História, Caxias-MA.

  8. Movimento Democrata Livre de São Luis, e outros disse:

    UMA PREFEITURA FALIDA
    NOS 400 ANOS DA CIDADE DE SÃO LUIS *
    Os ocupantes do cargo de prefeito da capital maranhense, apesar do compromisso através dos quais conseguiram se eleger ou se reeleger, em comum não conseguiram demonstrar na pratica sua capacidade em administrar a clara falência da prefeitura, bastando observar o tipo das politicas públicas, sem qualquer qualidade do modo como continuam ser prestadas ao conjunto da municipalidade sanluisense, que tem esperança em melhores dias a partir das comemorações pelos 400 anos de sua cidade.
    Segundo dados informados por Movimentos Sociais e Organizações não-Governamentais, R$ 750 bilhões (setecentos bilhões e trinta de reais), este é o montante dos recursos públicos desviados somente nos últimos dez anos pela pratica da corrupção nos estados brasileiros, figurando como coparticipe deste total o governo do Maranhão com R$ 15 bilhões, sem que esteja contabilizado o endividamento público estadual beirando os R$ 10 bilhões. Importante destacar que apenas essa divida é oficialmente pública, contraída em nome da população mas com autorização dos deputados da Assembleia Legislativa, sobre a qual é paga mensalmente apenas a titulo de juros mais de R$ 50 milhões, comprometendo a qualidade das macro politicas publicas de responsabilidade do governo maranhense, como exigida pela população deste estado. Uma importante questão, a qual se acovardam por discuti-la legislatura após legislatura, os ocupantes da Casa legislativa do Maranhão, capaz de inviabilizar a próxima administração de quem vier ocupar o Palácio dos Leões.
    No caso específico da Câmara da capital maranhense, legislatura após legislatura seus ocupantes na sua grande maioria de modo muito suspeito tem se acovardado em discutir o real endividamento público dessa capital ultrapassando extraoficialmente R$ 1,5 bilhão, resultado de empréstimos contratados em nome dos cidadãos ludovicenses e autorizados pela maioria dos seus vereadores, divida pública essa mensalmente paga em algumas dezenas de milhões de reais apenas a titulo de juros, comprometendo a qualidade na prestação dos serviços púbicos, bastando observar como a décadas tem sido prestadas ao conjunto da municipalidade sanluisense.
    É claro que o município de São Luís/MA, igualmente é coparticipe no total dos R$ 750 bilhões de reais desviados somente nos últimos dez anos pela corrupção pratica pelos poderes públicos brasileiros, bastando observar que quando assumiu o Palácio La Ravardière, o prefeito João Castelo divulgou que encontrara um desvio nas contas públicas totalizando quase R$ 500 milhões de reais, referente apenas a dois mandatos do prefeito a quem sucedeu, o que bem demonstra a grosso modo seguindo essa proporcionalidade, que o ralo da corrupção no município desviou nos últimos dez anos mais de R$ 5 bilhões de reais, refletindo negativamente na preocupante consequência gerada pelo modo como continua sendo prestado sem qualidade, os serviços público numa cidade prestes a completar 400 anos de fundação.
    Para que não encerrem a presente legislatura, apenas brigando pelo valor diminuído de emenda parlamentar em ano eleitoral, é imperativo que os vereadores dessa capital provoquem o surgimento de um fato concreto verdadeiramente de interesse do conjunto da municipalidade sanluisense, discutindo o endividamento público municipal e as soluções para que este endividamento discutido, não penalize quem vier ocupar o Palácio La Ravardière, e muito menos a população de uma cidade de 400 anos. (movimento democrata livre de são luís, e movimentos sociais * [email protected])

  9. VIRGULINO (LAMPIAO) disse:

    ESSE DINHEIRO TODO É PRA ELA FAZER UMA PRIVADA DE LUXO, LÁ O LIMA, MAIOR LAMBE BOTAS DELES(SARNEYS), VAI ESTAR ESPERANDO TODOS DO GOVERNO PARA LIMPAR A BUNDA DE CADA UM!!!
    COMEÇANDO PELO RICARDO MURAD E CIA!!!
    FUNÇAO ESSA QUE ESSE CARREGA OVO DO CLA SABE FAZER MUITO BEM!!!
    PARABENS LIMA, VC FOI PROMOVIDO!!!

  10. Igor disse:

    Tu tá enganado Pedão! Belezinha e Roseana estão a cada dia mais proximas. Um encontro secreto promovido pelo Dep. Federal Cleber Verde foi realizado a poucos dias antes da Governadora ir a Brasilia. Belezinha está sorrindo a toa, pois Roseana não engole Danúbia e todo dia puxa as redeas do porra louca do Magno que só fala besteira compromentendo o governo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

mais / Postagens