Fechar
Buscar no Site

‘Ninguém vai permitir ironia machista’, diz Eliziane rebatendo Flávio Bolsonaro

Foto: Reprodução

O filho do presidente da República, Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ), afirmou que “as mulheres já foram mais respeitadas e mais indignadas” ao comentar a falta de representação feminina na Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid. A declaração foi rebatida pela senadora Eliziane Gama (Cidadania-MA), que acompanhava a sessão presencialmente.

Segundo Flávio, as mulheres “estão fora da CPI e não fazem nem questão de estar nela, se conformam em acompanhar os trabalhos à distância”. Com 11 membros titulares e 7 suplentes, o colegiado não possui nenhuma senadora como integrante. As indicações são feitas pelos partidos.

Líder do Cidadania na Casa, Eliziane Gama havia lamentado a falta da presença de mulheres na comissão. Após a fala de Flávio, a senadora, no entanto, rebateu afirmando que não vai admitir ironia machista contra mulheres:

— Não vamos admitir ironia machista contra as mulheres […] Não usamos o argumento da autoridade. Usamos a autoridade do argumento. E é isso que vamos fazer aqui nessa CPI. Nenhum homem nem aqui e nem em lugar nenhum, enquanto houver mulheres presentes, a maioria da população brasileira, vai tentar cala a voz de uma mulher. Eu não admito isso, senador Flávio, questionar nossa indignação. Nós nos indignamos diante de todos os fatos que estão postos.

Flávio, então, alegou que estava querendo defender a participação das mulheres.

— Essa tentativa de tornar a discussão sobre machismo, vejam como é curiosa. Eu defendi a participação das mulheres — disse.

Eliziane rebateu novamente dizendo que Flávio foi irônico ao fazer o comentário.

O Globo

O conteúdo deste blog é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

3 respostas para “‘Ninguém vai permitir ironia machista’, diz Eliziane rebatendo Flávio Bolsonaro”

  1. antonio muniz disse:

    Desabafo à senadora Elisiane Gama
    Senhora Senadora: Ponha seu rabinho entre as pernas, e veja oi quanto a sua representação é mesquinha! Acredite, eu fui um dos idiotas que votei com a senhora, pensando que a senhora fosse de fato uma mulher cristã…. Leso engano! A senhor traiu a nossa confiança … Eu, como milhares de cidadão deste estado, sempre sonhei com o dia em que a Senhora chegasse a esse patamar político… Mas, o que me deixa frustrado é o fato de que a senhor é intensamente submissa a uma ideologia que é anti-Cristão e anti Democrata! Não me causaria nenhuma surpresa se a senhora assine a ficha do PCdoB, do PT ou quem sabe até mesmo o PSOL! Saiba, que oito anos passam muito mais depressa do que a senhora pensa! Eu acredito e até torço para que a sua eleição para o Senado, transforme a Senhora numa senadora de um mandato só! Eu acredito, que a Senhora tenha enterrado sua história política com essa sua submissão e desrespeito ao que os cristãos de verdade, que acreditaram que a senhora defenderia os ideais conservadores que são próprios dos cristão, independentes de que sejam católicos e evangélicos… Tenho certeza que se este BLOGUEIRO publicar este desabafo, com certeza a senhora há de ler, mas, por covardia, a senhora jamais responderá! Que espécie de cristã a senhora é?

  2. Aston Beckman disse:

    AUTORIDADE FEMININA, NAS FILEIRAS POLICIAIS, MILITARES E SIMILARES – APENAS INDUÇÃO RELATIVA? Imaginem dois montes paralelos, consequentemente, haverá entre ambos uma depressão ou um VALE; isso também é o que VALE o poder da mulher policial e/ou militar. Conclusão: aquilo que parece equiparação da eficácia feminina, se comparada à dos homens, nas aludidas atividades, em verdade; é o poder dissuasivo que a mulherada usurpa da porção masculina existente na corporação! Quem respeitaria ou temeria uma força de segurança constituída só por mulheres?
    -Uma “racha”, no vértice duma pirâmide, deixa toda a estrutura sujeita ao racha.

  3. antonio muniz disse:

    Aston Beckman:
    E ai senadora Elisiane vai responder?
    Como eu terminei de postar, fui eleitor dessa mulher , que se dizia defensor das causas do Maranhão e de seu povo, mas, apequenou-se no cargo e assumiu que ela é tão somente mais uma vitimista , igual Paulo Freire, Leonardo Boff , e com eles aprendeu muito bem como ser vítima imaginária de certos homens! Eu, como ser humano, aos meus 70 anos jamais permitir a mim ser vítima de alguém e ou de alguma coisa. Meu pai ensinou-nos lutar por um lugar ao sol … Trabalhando na roça de sol a sol e o meu pai dizia : Só dois elementos salvam o homem da Miséria: O suor honesto de seu rosto e o conhecimento! Sou professor a 54 anos e nunca andei doido para ser aposentado. _agora, concordo contigo quando diz que que queria vê-las (essas vítimas da sociedade machista) no front de Batalha, ou fazendo serviços que são próprios de “Machos”! Essa senhora, tem no DNA todas as patologias das esquerdas que e aproveitam-se de seu cargo dado por nós, para fomentar cisão social por conta das disparidades entre classes , _das quais o Maranhão do Dino e do Renan_ continuem dando ibope negativos para que vejamo-las como vítima de alguém ou de Alguma coisa!_ Eu acredito que ela ou alguém de seus lambe pés, com certeza leram, e até mostraram para ela , mas, duvido que ela venha a público responder… O Congresso Nacional, se tivesse um elenco de pessoas sérias, essa senhorinha não estaria preocupada com falas e ironias, mas como encontrar saídas para nossas tragédia pessoais e coletivas!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

mais / Postagens