Fechar
Buscar no Site

Na terra de Sarney: Líder quilombola marcado para morrer no Maranhão

Do Jornal Vias de Fato

Uma semana depois de denunciar que o poço da comunidade em que mora foi criminosamente envenenado, o Sr. José da Cruz, liderança quilombola de Salgado, Pirapemas-MA, denuncia que dois pistoleiros foram até o quilombo para matá-lo. José só escapou porque não estava em casa.

Sr. José da Cruz, liderança quilombola de Salgado, está marcado para morrer

No dia 16 de dezembro, seu José da Cruz acompanhado de José Patrício, outro morador do quilombo de Salgado, participaram em São Luís de uma entrevista coletiva realizada pela Comissão de Direitos Humanos da OAB, onde foi denunciado que no dia 04.12.2011 os dezoito animais que ele criava para seu sustento foram envenenados e mortos, e que no dia 14.12.2011 o poço que a comunidade utiliza foi envenenado para matar quem bebesse da água.

Os trabalhadores rurais trouxeram mostra da água para análise e os depósitos de veneno encontrados dentro do poço.

Os acusados de toda essa violência são dois homens – Ivanilson Pontes de Araújo e seu pai Moisés Araújo, que desde 1982 travam um conflito possessório com a comunidade. Em outubro de 2010, o juiz da Comarca de Cantanhede concedeu manutenção de posse em favor das famílias, no entanto, os dois acusados insistem em desrespeitar a ordem judicial.

Durante a entrevista coletiva, José Patrício denunciou que Ivanilson o teria ameaçado dizendo que se ele e outros moradores da comunidade continuassem a fazer roças iriam “pagar caro” por isso.

A situação é ainda mais preocupante, haja vista que há dois dias a delegacia de Pirapemas está fechada e os quilombolas não conseguem registrar qualquer ocorrência policial. Além de tudo isso, o escrivão de polícia foi visto dirigindo o carro de um dos acusados.

O conteúdo deste blog é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

4 respostas para “Na terra de Sarney: Líder quilombola marcado para morrer no Maranhão”

  1. Carlos Eduardo disse:

    Minha solidariedade a comunidade! Notícia triste!

  2. Luis malaquias Jr disse:

    Amigo John,
    Temos que ter muito cuidado com esse tipo de denuncias, esse advogado
    Rafael adora sair por aí catando gente querendo fazer de um limão uma
    Grande limonada, com certeza já ta querendo se cacifar pra próxima eleição.
    A exemplo, temos o caso do Sr Almirandir de Sao VIcente Ferrer, vice presidente
    Da associação do Charco, fez um grande estardalhaço sobre um atentado em sua residência, veio gente de todas entidades de direitos humanos, OAB, Presidência da
    Republica, ate a Forca nacional. Resultado: TUDO MENTIRA. Caso totalmente esclarecido pelo Delegado que na investigação apurou que o cidadão havia simulado tal atentado, sendo tudo confirmado pelos vizinhos e pela propia esposa do
    Denunciante, que e evangélica e nao quis compactuar com a Istorinha.

  3. Lila Nunes disse:

    Triste a situação de nosso Estado.Tenho pena deste homem que possui como único desejo sobreviver em sua terra com sua família.Que Deus esteja com vc.

  4. maria disse:

    JOHN TENHA CUIDADO COM OS COMENTÁRIOS QUE O GRUPO SARNEY PLANTA. UMA PESSOA QUE TENTA MANCHAR A IMAGEM DE UMA PESSOA COMO RAFAEL… ADVOGADO COMO POUCOS, IDÔNEO E HUMANITÁRIO. CLARO QUE NÃO SE PODE ENTENDER ATITUDES ASSIM SEM FAZER JULGAMENTOS NA FRENTE DO ESPELHO. QUANTO AO VICE PRESIDENTE DO CHARCO. …HOUVE ATENTADO SIM. O ERRO FOI APENAS NA QUANTIDADE DE TIROS DISPARADOS. É EXIGIR DEMAIS DE UMA PESSOA QUE SOFRE UM ATENTADO QUE NA HORA CONTE QUANTAS BALAS FICARAM PERDIDAS DENTRO DE CASA.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

mais / Postagens