Fechar
Buscar no Site

Ministério do Turismo esclarece convênio para obra da Via Expressa

Em relação a informação de que o Ministério do Turismo deverá injetar R$ 20 milhões na obra da Via Expressa, executada pelo governo Estado, a assessoria do Ministério entrou em contato com o blog e enviou a seguinte nota:

O Ministério do Turismo informa que:

– o projeto da Via Expressa de São Luís (MA) possui Licença Ambiental Prévia nº 044/2011 e Licença de Instalação nº 086/2011, com validade até 15/07/2012. As condições para emissão das licenças podem ser detalhadas junto ao órgão responsável por fornecê-las.

– o convênio para a realização da obra foi firmado entre o governo do estado do Maranhão e o Ministério do Turismo em 26 de maio de 2011, no valor total de R$ 25.956.588,99, sendo R$ 20 milhões do MTur e o restante de contrapartida do convenente. A compatibilidade entre o valor da obra e o preço de mercado será analisada após envio do estudo de viabilidade sócio-econômica e após análise dos projetos básicos do convênio.

– A intervenção tem o objetivo de aliviar o fluxo de veículos em umas das principais avenidas de São Luís (Av. Jerônimo de Albuquerque) e melhorar a rota de acesso, a partir do aeroporto de São Luís, à parte nova da ilha, facilitando o trajeto para o litoral e para a região da Lagoa da Jansen.

– O objetivo é promover o desenvolvimento da atividade turística na cidade devido à proximidade com a capital cearense, Fortaleza, uma das sedes da Copa de 2014. O ministro do Turismo, Gastão Vieira, defende que as cidades adjacentes às sedes possam fazer parte de um roteiro regional integrado, gerando emprego e renda para a população local.

– O convênio prevê a implantação da Via Expressa de São Luís – 1ª etapa, trecho bairros Renascença – Santa Eulália – COHAFUMA, compreendendo uma extensão de 1880m de implantação, mais 915m de restauração/conservação rodoviária, além da ponte P5, com extensão de 244m.

– Até o momento, o MTur não efetuou quaisquer repasses financeiros para o convênio da Via Expressa. Os projetos básico e executivo e as licenças ambientais apresentadas ainda estão sob análise da área técnica do MTur.

O conteúdo deste blog é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

7 respostas para “Ministério do Turismo esclarece convênio para obra da Via Expressa”

  1. Carlos Ociran disse:

    Veja que absurdo: “A compatibilidade entre o valor da obra e o preço de mercado será analisada após envio do estudo de viabilidade sócio-econômica e após análise dos projetos básicos do convênio.” O que deveria balizar o valor do convênio, vem depois, se vier. Mera formalidade. Uma porta escancarada para o desvio de verba pública.
    Quando aqui protestamos, não o fazemos por antipatia a esse Governo ou qualquer outro sentimento mesquinho, mas sim buscando a moralização e o correto emprego do dinheiro público. Só é contra o desenvolvimento, o progresso quem apóia a corrupção e/ou se beneficia dela.

  2. chiconoca disse:

    Faz um post sobre:
    Coluna Estado Maior de hoje:
    “O secretário das Cidades,
    Pedro Fernandes, se reuniu,
    ontem, em Brasília, com a secretária
    nacional de Habitação,
    Inês Magalhães.
    Eles discutiram o aporto de
    R$ 49,5 milhões para a finalização
    do sistema viário do PAC
    Rio Anil. Veja outros detalhes
    clicando aqui.
    Os dois debateram os problemas
    e a evolução das obras
    do PAC do Rio Anil, que Inês
    Magalhães considera importante.”
    Vc já viu jornal impresso colocar opção de clicando aqui veja mais detalhes? Ilário.
    Copiaram http://blogdopedrofernandes.wordpress.com/2011/10/26/pedro-fernandes-busca-recursos-para-o-pac-rio-anil/
    Eita Maranhão

  3. caio souza disse:

    absurda a iniciativa de transformar uma ligação interbairros em ma,só isso basta pra que esse convênio seja investigado,soterraram o sitio arqueologico do santa eulália e devastam manguesais,intimidam familias tradicionais e aterram fontes de água,derrubam juçarais,buritis,ipês,janaubas,murici,cajueiros etc, além do mais é um segredo o projeto,pois nem a sociedade e o crea tem conhecimento do mesmo;max barros que deseja ser prefeito de são luis já mostra o tipo de administrador que é,essa obra é um poço de crimes ambientais,superfaturamento,segredos e injustiças;acordem:oab,mp,mpf,iphan,tcu…

  4. Marcos disse:

    Blog Ademar [email protected] (86) 8815.6479 – 9917-4129 Partidários de Socorro Waquim detonam gestão de Ricardo Murad Sexta-feira, 18 de novembro de 2011 Com base nas informações repassadas por fontes credenciadas ao Blog Ademar Sousa, no final da tarde de hoje (18), tudo indica que a guerra está declarada na área de saúde pública, em Timon, entre os gestores do Município e do Estado, no tocante a inauguração da Unidade de Pronto Atendimento – UPA, cujos cargos de diretores foram indicados pelo deputado estadual Alexandre Almeida (PSD), vice-líder do governo Roseana Sarney na Assembleia Legislativa do Maranhão.

    Durante a posse dos novos diretores do Hospital Municipal e Pronto Socorro José Firmino de Sousa, popularmente conhecido como Hospital do Parque Alvorada, entre eles, Dr. Pedro (Diretor Clinico) e Paulo Henrique(Diretor Administrativo), ocorrida nesta sexta-feira (18), ficou evidente que está havendo ciumeira com a implantação da nova unidade de saúde no município.

    Em determinado momento, segundo a mesma fonte, o vereador Neto da Educação (PMDB), ex-diretor administrativo do Hospital Regional Alarico Nunes Pacheco, tido como defensor e batedor na Câmara Municipal de Timon, aliado da prefeita Socorro Waquim, demonstrando e rancor e raiva, chegou a comentar que a tal UPA de Timon talvez não funcione três meses, podendo se transformar em mais um elefante branco das gestões de Roseana Sarney e do secretário de Estado da Saúde, Ricardo Murad.

    Dias atrás, Neto da Educação(na foto acima com Ricardo Murad) ocupou a Tribuna da Câmara Municipal de Vereadores, ao afirma que: “Ricardo Murad muito tem prometido e pouco realizado”, desabafa. Ele acrescentou ainda que “o governo do Maranhão deveria olhar para Timon como uma cidade aliada e não como curral eleitoral. Neste caso, poderia priorizar o setor de saúde que vive um momento crítico”.

    E mais grave ainda, o secretário de Saúde de Timon, Neto Neiva(foto ao lado), também não se conteve e soltou o verbo: “Com a implantação da UPA, o Município não irá mais atender os pacientes nos casos de urgência e emergência, pois todos serão encaminhados para a UPA que será responsável por essa parte de atendimento”.

    O blog tem recebido constantes reclamações do péssimo atendimento do serviço de pronto socorro do Hospital do Parque Alvorada. Em alguns casos, os médicos são desumanos e desrespeitosos com os pacientes, visto que eles sequer examinam os doentes para detectar a gravidade do problema de saúde. Quem procura àquela casa de saúde tem relatado que no máximo tem sua pressão arterial aferida e receitado dipirona.

    Diante dessas declarações dos partidários de Socorro Waquim, uma crise poderá ser desencadeada no município, envolvendo o setor de saúde pública. Mas, quem sairá perdendo é o povo pobre que necessita de atendimento pelo SUS.

  5. Ze Cratera disse:

    Teu primo Weverton ta metido em outra carrubamba. Quero saber se tu vai continuar defendendo ele.

  6. paulo Sousa disse:

    NÃO. ESSE MINISTRO GASTÃO É PIOR DO QUE O BAIXINHO FESTA DE MOTEL.
    DIZER QUE A VIA EXPRESSA VAI AJUDAR O TURISMO DE FORTALEZA (SIC), É MUITA FALTA DE CÉREBRO MESMO!!

  7. jameswilliamguimaraes disse:

    O que não deixam claro é que, salvo engano, nestes contratos de destinação de verbas do prodetur/mtur/bid nesta “grande obra”da governadora é que existe um percentual que deverá ser aplicado no desenvlvimento social,qualificação e capacitação para a atividade turistica, e nunca efetivado, nem nesta e nem nas obras de outrora como elevados e duplicações de avenidas da capital! por gentileza quem tiver maiores informações sobre estes contratos postem para conhecimento público!! agradeço Jhon cutrim e parabens sempre!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

mais / Postagens