Fechar
Buscar no Site

Manifestantes voltam aos protestos em ruas e avenidas da capital maranhense

POR VALQUÍRIA FERREIRA (JP)

Integrantes dos movimentos ‘Muda Maranhão’ e ‘Vem Pra Rua São Luís’ realizaram, de forma conjunta, um protesto pelas ruas da capital maranhense, na tarde e noite de ontem (26). A manifestação popular, organizada pela rede social Facebook, pretendia reunir cerca de 2.500 pessoas; porém o número foi reduzido para quase dois mil participantes.

A concentração ocorreu em frente à Biblioteca Benedito Leite, na Praça Deodoro. Por volta das 18h30, os manifestantes seguiram pelo Canto da Fabril, Camboa, Ponte Bandeira Tribuzi, avenidas Carlos Cunha e Jerônimo de Albuquerque, até a frente da Assembleia Legislativa; de lá, eles seguiram para o retorno da Cohama.

passiata-de-manifestante-fotos-francisco-silva-98-300x198

Manifestantes seguiram até a Assembleia, permaneceram por uma hora, e foram para a Cohama. (Fotos: Francisco Silva)

Segundo um dos participantes da mobilização social, o administrador de empresa Diego Brasil, de 29 anos, um dos focos da manifestação é pedir a gestão municipal uma explicação sobre a destinação do VLT e de algumas promessas de campanha. “Queremos saber o que vai ocorrer com o VLT, quando o bilhete único será implantado e também exigimos que a governadora Roseana Sarney se pronuncie publicamente nos meios de comunicação, falando sobre as manifestações realizadas em São Luís”, disse.

A estudante universitária Vildete Silva Matos contou que participa da mobilização social para pedir segurança, transporte público de qualidade e investimentos na área da saúde. “Vim pedir saúde, segurança e melhoria no transporte público”, falou.

Durante a passeata, os manifestantes fizeram uma parada em frente à Secretaria Estadual de Saúde, pedindo ao secretário Ricardo Murad melhorias nos hospitais. No Fórum Desembargador José Sarney, vários policiais militares faziam a segurança do local, não permitindo a aproximação dos manifestantes. Em seguida, a passeata seguiu para a Assembleia Legislativa do Maranhão, onde as pessoas permaneceram por cerca de uma hora.

No prédio da Assembleia Legislativa, a Polícia Militar montou um forte esquema de segurança e contou com a presença de policiais do Batalhão de Choque. Lá, um dos manifestantes jogou uma garrafa de vidro em direção aos jornalistas que faziam a cobertura do evento; no entanto ninguém ficou ferido.

O major Jinkings, da segurança da Assembleia Legislativa, explicou aos manifestantes que a presença da PM no local era para preservar o patrimônio público e não para proibir a manifestação. Porém, uma das vidraças da guarita do prédio foi quebrada.

Às 21h, o grupo seguiu para o retorno da Cohama, onde também estavam vários policiais. Por volta das 22h30, os militares se retiraram, mas os manifestantes permaneceram no local. Até o fechamento desta edição, não tinham ocorrido confrontos.

O conteúdo deste blog é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

Uma resposta para “Manifestantes voltam aos protestos em ruas e avenidas da capital maranhense”

  1. pericles disse:

    Se essa senhora tivesse nascido na India, com certeza seria sagrada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

mais / Postagens