Fechar
Buscar no Site

Madeira: “Eu nunca vi, nem ouvi a Roseana dizer que vai me apoiar”

Do blog do Josué Moura

Nos últimos dois dias a imprensa imperatrizense (e até a da capital), blogueiros e outros meios de comunicação, deram um grande destaque a uma pesquisa pré-eleitoral realizada por um instituto do Piauí sobre a disputa eleitoral do ano que vem em Imperatriz e a posição dos pretendentes a uma candidatura a prefeito diante da opinião popular. (Reveja aqui a pesquisa)

A pesquisa, segundo fontes não oficiais, teria sido encomendada pelo PC do B do Maranhão.

Aqui a oposição fez muito estardalhaço e interpretações negativas contra o atual prefeito e provável candidato a reeleição, Sebastião Madeira (PSDB), colocando- em queda livre, graças a uma suposta aproximação política deste com a governadora Roseana Sarney.

Em conversa com este jornalista, o prefeito Madeira disse que via com tranquilidade o resultado da pesquisa, mas demonstrou dúvidas em relação aos índices que lhe colocam em empate técnico com o ex-prefeito Ildon Marques.

“Não quero desqualificar a pesquisa, mas essa distância em relação ao ex-prefeito, segundo a última pesquisa que encomendamos em novembro passado é muito maior, quando o Instituto Econométrica registrou que eu tinha 39%, Ildon 25% e os demais prováveis concorrentes com índices abaixo de 10%”, disse Madeira.

A pesquisa do Instituto Amostragem realizada nos dias 17,18 e 19 deste mês para saber a opinião dos eleitores de Imperatriz, mostrou Madeira com 27%, seguido por Ildon Marques com 25%. O ex-vice-governador do Maranhão, Pastor Porto (PPS) ocupa a terceira posição com 13%, seguido do deputado estadual Carlinhos Amorim (PDT) com 12,5%, do vereador Edmilson Sanches (PCdoB) com 10,67% e do radialista Justino Filho (PTC) com 3,17%. O professor Expedito Barroso ficou abaixo de 1% neste cenário.

Sobre a afirmação de alguns oposicionistas de que estaria em queda diante da opinião popular por causa da parceria que o município vem fazendo com o governo estadual (leia-se Roseana) e que já estaria acertado um possível apoio do grupo Sarney à sua reeleição, Madeira disse que não tem sentido a informação.

“Eu nunca vi, nem ouvi a governadora Roseana dizer que vai me apoiar, o que sabemos é que ela é do PMDB e que o partido dela tem candidato em Imperatriz. O que temos feito é uma parceria de trabalho e isso vem tendo a aprovação da população que não quer saber de brigas políticas, quer é ver obras e serviços que melhorem a sua qualidade de vida”, argumenta Madeira, completando que ele e Roseana não podem ficar de picuinhas porque são de grupo diferentes.

“Temos é que trabalhar. Depois, na época da eleição, a gente toma os rumos que desejarmos e a conjuntura permitir. Meu compromisso é com o povo de Imperatriz e eu não posso sacrificar a cidade para saciar os ranços ideológicos de alguns”, finalizou Madeira.

O conteúdo deste blog é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

mais / Postagens