Fechar
Buscar no Site

Propina Odebrecht: Grupo político de Sarney tinha o codinome “Bob Marley”

O grupo político do ex-presidente José Sarney (PMDB) é citado nas delações dos executivos da Odebrecht como beneficiário de recebimento de propina relativa à obra da Ferrovia Norte-Sul, executada pela empreiteira e conduzida pela empresa pública Valec Engenharia, vinculada ao Ministério dos Transportes.

O nome de Sarney aparece três vezes em inquérito autorizado pelo ministro Edson Fachin, relator da Lava Jato no STF. De acordo com as delações de Pedro Augusto Carneiro Leão Neto e João Antônio Pacífico Ferreira, pessoas ligadas a Sarney receberam entre 2008 e 2009 cerca de 1% sobre o contrato da obra, representado por Ulisses Assad, diretor de engenharia da Valec.

Os pagamentos para o grupo de José Sarney, via Ulisses Assad, foram operacionalizados em dinheiro na cidade de Brasília, tendo esse sido designado sob o codinome “Bob Marley“, certamente em referência à terra natal de José Sarney, o Maranhão, onde predomina o ritmo reggae. As informações do pagamento (senha e local) foram repassadas por Pedro Leão diretamente para o próprio Ulisses, em seu gabinete na Valec.

Os depoimentos que envolvem Sarney serão enviados à Justiça Federal de Goiás, onde já há apuração sobre a Valec.

O projeto da Ferrovia Norte-Sul, que liga Anápolis (GO) a Palmas (TO), foi iniciada no governo de José Sarney. Mais de 20 anos depois, o projeto foi ampliado pelo Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) durante o governo de Luiz Inácio Lula da Silva. Atualmente, ele prevê ligar Açailândia, no Maranhão, até Rio Grande, no Rio Grande do Sul.

O conteúdo deste blog é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

18 respostas para “Propina Odebrecht: Grupo político de Sarney tinha o codinome “Bob Marley””

  1. Ribeiro disse:

    Publica aí o codinome de Flavio Dino. Cuba MA. Numa referência ao país que a odebrecht tinha interesse na intervenção de Dino, e MA, é o Estado de origem do governador.

  2. Duquenilson almeida disse:

    Olha o coração John a Guerreira ta voltando.

  3. marcos disse:

    O feitiço virou contra o feiticeiro ne jonh vc tanto critica a família Sarneys agora seu governador Flávio mentira ta no meio da corrupção nekkkllll

  4. Raimundo Nonato disse:

    Pode ser qualquer nome, codinome, até Sarney mesmo. Não impede que a grana vemha aos tubos. Nada interessa a não ser dimheiro para Sarney, o motivo pelo qual ele gosta tanto e rouba descaradamente é por ter vendido sua alma ao diabo por um preço muito irrisório, o preço da traição de judas por 33 moeda. Esta é a maldição de que sarney roubar tanto e coloca tanta gente para roubar para si.

  5. Thiago disse:

    Mas cadê as condenações? Diferente do governador Flávio Dino, ela não está na Operação Lava-jato. Quem está cego e não apaixonado politicamente é você, tentando defender o indefensável.

  6. Bia disse:

    Quem foi delatado na Operação Lava-jato como propineiro foi o ex deputado federal e atual governador comunista Flávio Dino. Roseana não consta em nenhuma denúncia.

  7. falcão disse:

    Apareceu agora em jornal de grande circulação a nível nacional o delator da Lava Jato confirmando a doação de 400.000,00 a Flavio Dino, o “Cubano”. Inocente, a casa caiu.

  8. Gilvan disse:

    Avante flavio dino,o guerreiro do maranhao ta voltando!

  9. LIMA disse:

    QUEM É O CUBA ,CUTRIM?

  10. doralice machado disse:

    A PERGUNTA QUE NÃO QUER CALAR. COMO O BOB MARLEY SARNEY E FAMÍLIA FICARAM MILIONÁRIOS? CURIOSO QUE A ORIGEM DE TANTO DINHEIRO A RECEITA FEDERAL NUNCA É OUVIDA.
    A RECEITA FEDERAL DO BRASIL É OUTRA CAIXINHA PRETA DESMORALIZADA.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

mais / Postagens