Fechar
Buscar no Site

Governo levará projetos de Ribamar para o Maranhão

Ações exitosas desenvolvidas pela Prefeitura de São José de Ribamar, nas gestões Luis Fernando Silva e Gil Cutrim, servirão de modelo para a atuação da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Social e Agricultura Familiar (Sedes) no interior do Maranhão.

Na Cozinha Escola, 200 refeições são servidas diariamente de forma gratuita

A informação foi confirmada pelo secretário Fernando Fialho, responsável pelo projeto de Combate à Extrema Pobreza no Maranhão, que visitou, em duas oportunidades (no dia 27 do mês passado e na última terça-feira, dia 08), o município. Ele conheceu o funcionamento da Cozinha Escola Municipal; da Escola Municipal Liceu Ribamarense; da Fábrica de Beneficiamento de Pescados e Mariscos e do Centro Municipal de Aprendizagem Rural – projetos implantados pela Prefeitura e que tornaram São José de Ribamar referência nos setores da educação pública de qualidade, produção de alimentos, geração de trabalho e renda e combate as desigualdades sociais – além dos pólos agrícolas de Itapari e Panaquatira.

Na oportunidade, técnicos da Sedes captaram imagens do funcionamento dos projetos, assim como do trabalho dos agricultores familiares, que serão utilizadas na elaboração de um vídeo institucional que será exibido durante a peregrinação que Fialho pretende promover, nas próximas semanas, pelos municípios maranhenses.

“O objetivo é levar a experiência exitosa de Ribamar para as cidades do interior. Estimular os gestores e a sociedade civil organizada mostrando que, através de políticas públicas que promovam a distribuição da renda e a geração de trabalho, é possível mudar a realidade dos municípios mais pobres”, afirmou Fialho, que visitou os projetos acompanhado por Luis Fernando e Gil Cutrim.

O Liceu Ribamarense (primeira escola pública em tempo integral de Ribamar e do Maranhão, construída e mantida com recursos próprios da Prefeitura), a Cozinha Escola (oferece, gratuitamente, cursos profissionalizantes na área da gastronomia, além de funcionar como um restaurante popular oferecendo, também de forma gratuita, 200 refeições diárias para famílias carentes) e a Fábrica de Beneficiamento (nela, pescadores e marisqueiras, fazendo uso de equipamentos modernos, realizam todas as etapas de beneficiamento do seu produto, além de serem incentivados a comercializá-los diretamente com o consumidor final) foram implantadas por Luis Fernando, durante os seus seis anos de mandato como prefeito de Ribamar.

Já o Centro Municipal foi inaugurado na gestão Gil Cutrim. Localizado no pólo agrícola de Bom Jardim, o Centro oferece, gratuitamente, cursos de capacitação para jovens residentes na zona rural da cidade, garantindo o início da profissionalização dos alunos das escolas municipais e estaduais localizadas no território ribamarense. É uma marca do pioneirismo da administração de São José de Ribamar, levando-se em conta tratar-se da primeira escola rural profissionalizante criada e mantida por um município no Estado do Maranhão.

O conteúdo deste blog é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

2 respostas para “Governo levará projetos de Ribamar para o Maranhão”

  1. JRCAMPOS disse:

    A César o que é de César; a Luís Fernando o que é de Luís Fernando.

    Sim, John, ao contrário do que muitos pensam, que vc só utiliza o espaço do blog para dizer coisas negativas contra gente do governo, eis que vem uma demonstração inequívoca de sua isenção ideológica para registrar aquilo que é bom e que deve ser divulgado. Ou seja, em matéria de aplicação de boas políticas públicas, e já tive oportunidade de dizer isso em outros blogs, Luís Fernando é, sem a menor dúvida, o maior exemplo de bom administrador público.

    Foi considerado um dos melhores prefeitos do país (ministrou palestras em vários estados) e até recebeu reconhecimento internacional na Suíça, exemplo que deveria ser seguido por todos os prefeitos do Maranhão. Infelizmente, a maioria, de baixo conhecimento técnico e sem visão de administração pública, não enxerga além do próprio umbigo.
    O que é bastante animador é que o Fernando Fialho, espelhando-se num bom exemplo de aplicação de políticas públicas, diz de forma sincera, com toda humildade, que vai replicar esse modelo de S.J.de Ribamar por todo o Maranhão, como a forma mais simples, mais rápida e efetiva de combate à pobreza.

    Não tenho dúvida de que dará certo. O principal ingrediente para isso é a vontade política. Em havendo, não há erro. E é muito bom saber que o Fernando Fialho está disposto a fazer isso o mais depressa possível.
    Saudações,
    JRCAMPOS, jornalista

  2. saraiva disse:

    Se o PROJETO é bom tem mais é que ser copiados por todos,inclusive pela PREFEITURA de São Luís,não interessa o PARTIDO ou outor do PROJETO,o POVO sempre em primeiro lugar.É a velha história , falta de parceria entre os PODERES.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

mais / Postagens