Fechar
Buscar no Site

Flávio Dino, um dos conselheiros de Lula

Ex-ministros dos governos petistas são maioria no grupo que assessora atualmente o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que recuperou os direitos políticos após decisão do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Edson Fachin, em 8 de março. Aloizio Mercadante, Alexandre Padilha e Celso Amorim têm conversas quase todos os dias com o líder petista e o ajudam a se aprofundar nos temas do debate nacional, principalmente nas questões ligadas ao efeito da pandemia na saúde e na economia.

O ex-presidente busca os interlocutores para discutir temas específicos. Com a presidente do PT, a deputada federal Gleisi Hoffmann (PT-PR), com quem também conversa diariamente, e com o deputado cearense José Guimarães, fala de política. Padilha, que é médico e foi ministro da Saúde no governo Dilma, passou a ser consultado quase diariamente no último ano por causa do novo coronavírus. Amorim, ex-ministro das Relações Exteriores, ajuda com as análises das questões internacionais.

O ex-ministro Fernando Haddad, que disputou a Presidência da República em 2018, costuma ter encontros semanais com Lula, e é consultado, principalmente, sobre educação. Semanas antes da decisão de Fachin, Lula havia pedido para Haddad viajar pelo país se apresentando como pré-candidato. No discurso que fez no dia 10, o ex-presidente voltou a dizer que espera que Haddad participe de debates sobre educação em todo o Brasil.

Mercadante, atual presidente da Fundação Perseu Abramo, o braço teórico do PT, subsidia o ex-presidente com dados econômicos. O economista Luiz Gonzaga Belluzzo é outro que tem conversas rotineiras com ele.

Além de Gleisi e Guimarães, o senador Jaques Wagner (PT-BA) e o ex-senador Jorge Viana (PT-AC) falam com o ex-presidente por telefone quase toda a semana.

Lula costuma consultar ainda os governadores petistas Camilo Santana (Ceará), Rui Costa (Bahia) e Wellington Dias (Piauí). Dos três, Dias é o que tem acesso mais constante a Lula. Os governadores petistas do Nordeste têm se mobilizado para construir uma alternativa à compra de vacinas. O governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), é mais um conselheiro frequente. As informações são de O Globo

O conteúdo deste blog é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

2 respostas para “Flávio Dino, um dos conselheiros de Lula”

  1. João disse:

    LULA LADRÃO MOR DO BRASIL ROUBOU BILHÕES do povo brasileiro , a MAIOR DESGRAÇA do Brasil. O PT PARTIDO DAS TREVAS e roubos de TRILHÕES do povo brasileiro durante 16 anos, um Ser das TREVAS de LUCIFER…. pé na cova, em breve no INFERNO, onde , durante SÉCULOS , vai colher o que PLANTOU.
    GLÓRIA A DEUS E SUA JUSTIÇA NUNCA FALHA.

  2. alex muniz disse:

    Boa reportagem, parabens!
    Lula foi investigado por mais de 10 anos, so na lava jato foram 5, e nunca encontraram corrupção, bolsogenocida gastou 48 milhoes de reais (nosso dinheiro) pra abrir a caixa preta do BNDS e descobriu que nao houve roubo e muito pelo contrario as operações foram superavitárias. Os aecistas/bolsobozos nao trocam o disco e colocam culpa em todos menos em quem realmente é culpado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

mais / Postagens