Fechar
Buscar no Site

Flávio Dino inicia negociação para comprar vacinas

O governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), disse à CNN que ele e outros governadores já entraram em contato com laboratórios internacionais para tentar comprar doses de vacinas contra a covid-19.

“Estamos lutando para encontrar quem venda e entregue em um prazo razoável”, afirmou, em mensagem por WhatsApp. Segundo ele, até agora há apenas “muitas conversas e promessas”. “Mas creio que vai andar”, escreveu.

De acordo com Dino, cada governador tem tentado fazer a compra “do seu jeito e com seus contatos”. Ele disse que começou a busca “oficialmente” há duas semanas. O Maranhão tem uma reserva de R$ 50 milhões para a compra de doses de vacinas contra o novo coronavírus (Covid-19) no exterior.

No último dia 23, o plenário do Supremo Tribunal Federal confirmou decisão do ministro Ricardo Lewandowski que, em dezembro, autorizara estados, municípios e o Distrito Federal a importar imunizantes caso a quantidade oferecida pelo governo federal não fosse suficiente. Uma das ações que motivaram a decisão do STF foi impetrada pelo Maranhão.

No dia seguinte, o Senado aprovou projeto do presidente da Casa, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), que também permite a compra de vacinas por estados, municípios e DF. A proposta foi envidada para a Câmara dos Deputados.

Dino ressaltou que a tendência entre os governadores é de que seja adotada uma política de distribuição proporcional de doses entre os estados, uma lógica que  classificou de “três mosqueteiros”, numa referência ao lema (“Um por todos, todos por um”) dos protagonistas do romance de Alexandre Dumas: “Se alguém conseguir, divide os custos e as vacinas com os demais que quiserem”, afirmou.

O conteúdo deste blog é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

Uma resposta para “Flávio Dino inicia negociação para comprar vacinas”

  1. Anthonymuz disse:

    Será se vai haver nova farra com essa nova remeça de dinheiro para Governadores e prefeitos?
    A proposta do Governador do Maranhão referendada pelo STF, não seria mais uma daquelas proposições que se tornaram efetivas pelo “CONSÓRCIO DO NORDESTE” quando da aquisição dos “RESPIRADORES DA CHINA” , tendo como vendedores aquelas empresas nada idôneas que segundo _A Polícia Civil da Bahia suspeita que as empresas “HEMPSHERE e BIOENERGY” receberam nada menos do que R$ 48,7 milhões entregue de mãos beijadas pelo Consórcio Nordeste dos produtos vindo da CHINA, sendo estes RESPIRADORES imprestáveis e não autorizados pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) causando alem dos prejuízos financeiros , assim como a morte de milhares de nordestinos , já que tanto os respiradores quando as firmas vendedoras eram irregulares? Ora, há de se notar que até os dias de hoje que as duas firmas são investigadas por fraude na entrega de no mínimo 300_ mas a imprensa fala em 600_ ventiladores comprados pelos nove estados da região para uso no enfrentamento ao novo coronavírus, mas que existem meios de comunicações que falam que o montante dos ventiladores fabricados na CHINA que nunca chegaram e quando chegaram não prestavam para a finalidade a que tinham sido adquiridos. O medo que cada um de nós temos é que nos seja ministrado um imunizante que tenha relevância de apenas 50% (cinquenta por cento) que toda essa grana tenha destino certo outros fornecedores com negócio com a China… Para o Dragão Abutre quanto mais mortos mais Ele sai fortalecido ! Não é de hoje que a China se especializou em fabricar e comercializar produtos de baixa qualidade… Só espero que o STF não tenha sido abduzido pelo famigerado Consórcio do Nordeste, e que ao dispor dessa grana não use-a para outras finalidades que não seja àquela a que se destina… Outra coisa interessante, é que se havendo vacina, porque as restrições de liberdades que estão sendo impostas?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

mais / Postagens