Fechar
Buscar no Site

Flávio Dino: “A médica que atendeu meu filho trabalhava 23 horas seguidas”

Flávio Dino foi pessoalmente ao Conselho Nacional de Justiça defender a criação de varas especializadas em atender pessoas com dificuldade de acesso ao atendimento público e privado, que começou a ser julgado na semana passada.

“O caos na saúde do Brasil é conhecido de todos e todas. A peregrinação de mães e pais em busca de um simples pediatra, porque os planos de saúde pagam mal as consultas e pagam bem os procedimentos. A itinerância que os pobres são submetidos todos os dias em busca de hospitais que funcionem, recebendo sucessivamente a resposta: Não há médico. Se há médico, não há exame. Se há exame, não há remédio. Esse é o itinerário que os pobres deste país percorrem. A médica que atendeu meu filho trabalhava 23 horas seguidas. Um motorista não pode dirigir 23 horas seguidas.”, disse Flávio Dino.

No vídeo abaixo, segue a íntegra da sustentação de Flávio Dino.

O conteúdo deste blog é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

mais / Postagens