Fechar
Buscar no Site

Enem retrata o Governo Roseana

Por: José Reinaldo

Nem os aliados se conformam com tanta mediocridade na educação. Um dos mais próximos deles alertou: “Acorda, Roseana!”, quando viu os resultados do Enem e a comparação deles com os outros estados. De fato não dá para não se indignar. Uma tragédia que não mereceu da governadora nenhum comentário. Tampouco de nenhum outro membro do seu governo.

Ser do Maranhão a pior escola do Brasil não escandaliza ninguém do governo, muito menos a governadora. Ser pior do Brasil, para a oligarquia parece ser normal e corriqueiro. Já se acostumaram… E como não pensam mesmo em fazer nada, para que falar sobre isso?

Na verdade temos três escolas entre as vinte piores do país, enquanto o Piauí tem a segunda melhor escola de todo o Brasil. Agora vejam: é aqui do nosso lado, no Nordeste, um estado que apresenta indicadores tão ruins quanto os nossos. E mesmo assim não temos nenhuma entre as vintes melhores escolas…

E a governadora diz que o Maranhão está se desenvolvendo. Só se for apenas em peças publicitárias. Ninguém se desenvolve sem educação de qualidade. E o que vemos aqui é a mesma governadora que deixou o governo em início de 2002 sem se importar com 159 municípios que não tinham escolas de ensino médio.

De fato, Roseana consegue ser pior sempre. É impressionante! Nada a comove e a faz tentar explicar os resultados desastrosos. Definitivamente ela não está nem aí…

Infelizmente educação é muito importante para o desenvolvimento de qualquer país. Estados do nordeste brasileiro estão empenhados em dar um salto de qualidade nessa área e todos estão conseguindo resultados melhores. Menos o Maranhão, que só regride. Se nega a pagar o piso salarial para os professores, mesmo sendo obrigados a isso, reinventa aquilo que já chamaram de “Lei do Cão”, tentando evitar pagar ao magistério o piso salarial obrigatório e troca de secretários de educação como quem muda de roupa.

E como se já não bastassem essas instabilidades, não coloca nenhum especialista na área educacional para dirigir o setor. Não quer gastar dinheiro com coisa tão desimportante. E acha que o Maranhão ‘vai muito bem, obrigado’…

Na verdade, estão muito preocupados em manter com a oligarquia o ministério do Turismo, que andou perigando sair do controle do grupo. Isso é ‘poder’, que é uma espécie de Santo Graal para o grupo Sarney, mesmo que nada resulte de bom para o estado. (Educação, então, o que seria frente a um ministério desses?).

Mas voltando ao Turismo, imaginem, logo aqui, onde os sindicatos de patrões e empregados da atividade turística coloca a boca no trombone, porque nada se faz aqui para atrair turistas, tudo culminando com terríveis constatações, como uma matéria recente da Folha de São Paulo sobre a rápida decadência do turismo no estado, que já soube no passado trabalhar bem no setor… Se no Turismo, cujo ministério tem sido ocupado por maranhenses aliados da oligarquia, realizem o resto…

Mudando de assunto, li que o jornal da oligarquia recebeu ordens de desmentir a própria governadora. Ela, em uma inauguração de uma obra do governo federal, uma UPA, claramente lançou o seu chefe da Casa Civil, Luis Fernando, candidato antecipado ao governo do estado em 2014.

É claro que ela tem no grupo da oligarquia vários outros candidatos a sua sucessão que se indignaram com a lambança fora de época e reagiram com vigor. Edinho Lobão avisou que o senador Lobão será candidato com apoio ou não do grupo, em uma declaração dura e direta. O também senador João Alberto avisou que o seu partido, que é o mesmo de Lobão, acha prematura a discussão nesse momento, fora o que rolou nos bastidores.

Roseana tomou consciência da lambança que proporcionou, sem nenhum sentido, e tentou recuar. Mandou o seu próprio jornal desmentir o que ela disse e assim eles publicaram que tudo aquilo foi invenção da oposição… Agora vejam que em verdade a oposição nada precisa fazer para complicar um governo que todo dia se complica mais na improvisação, na inconveniência e no amadorismo. A confusão está armada, é irreversível e quem armou foi Roseana Sarney. É claro que Lobão, que é experiente, nada mais falará. Mas o recado foi dado. E a confusão instalada não se resolverá tão cedo.

E enquanto isso, outras UPAS continuam a ser inauguradas no estado… As UPAS, como foram planejadas, seriam muito importantes para fornecer os primeiros socorros e atendimentos as pessoas em busca de tratamento. Entretanto, na capital, como Roseana fechou todos os hospitais estaduais da ilha, elas estão funcionando apenas como triagem para os Socorrões da prefeitura de São Luís. Estes, por sua vez, veem sua capacidade de atendimento saturada todos os dias, superlotados que estão, devido também ao fechamento dos hospitais estaduais.

É coisa de gênio, mas o Ministério do Turismo, quem sabe, encontra uma solução…

O conteúdo deste blog é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

2 respostas para “Enem retrata o Governo Roseana”

  1. BENIGNO disse:

    Creio que todas as mensagens postadas sobre o tema estão equivocadas. Pois os seus autores não tiveram faculdade suficiente para perceber que a Escola Maranhense vem cumprindo, rigorosamente, o papel para o qual foi instituída, ou seja: formadora de eleitores com a missão específica de perpetuar o clã Sarney no poder!

  2. Inácio Augusto de Almeida disse:


    Escreva um comentário sobre o que você fez pela educação quando governador. Ah, não pode escrever? Hum, você não fez nada para melhorar a educação quando da sua passagem pelo governo do Maranhão?
    Você continua recebendo a IMORALÍSSIMA aposentadoria de ex-governador.
    Tudo o que você fala soa falso.
    Politicamente você já morreu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

mais / Postagens