Fechar
Buscar no Site

Em quase cinco décadas de domínio, Sarney pouco fez para livrar o Maranhão da pobreza

Leonardo Coutinho (Veja)

“A terminação “istão”, em algumas das línguas faladas na Ásia Central, significa “lugar de morada” ou “território”. Assim, o Quirguistão é o lugar de morada dos quirguizes. O Cazaquistão, o território dos cazaques, e o Tadjiquistão, dos tadjiques. Também por esse motivo, o estado do Maranhão – tão miserável quanto as antigas repúblicas da extinta União Soviética e igualmente terminado em “ão” – poderia muito bem ser rebatizado de Sarneyquistão.

Há 46 anos, o presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), ao lado de sua família e apaniguados, comanda o estado que, segundo o Censo 2010, abriga 32 dos cinqüenta municípios mais miseráveis do país.

Quando Sarney chegou pela primeira vez ao poder, no longínquo ano de 1965, o Maranhão ocupava as últimas posições do ranking nacional de desenvolvimento. A partir de então, seu grupo venceu dez eleições para governador, chefiou o Executivo local por 41 anos e… conseguiu o feito de nada mudar.

O “Sarneyquístão” continua ostentando os indicadores sociais mais vexatórios do país, comparáveis aos das nações mais desvalidas do planeta (veja o quadro). Um estudo do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) concluído há duas semanas mostra que a pobreza extrema atinge 14% da população. Em 82 das cidades do estado, a renda média é inferior ao que o Bolsa Família paga em benefícios.

Outro estudo afirma que 78% dos maranhenses dependem de algum programa oficial de transferência de renda. E não foi a natureza que condenou os maranhenses à miséria.

O estado foi um dos mais prósperos do Brasil até o século XIX. Tem uma localização estratégica, mais próximo dos países ricos do Hemisfério Norte, e terras férteis (que só recentemente, com o cultivo da soja, passaram a ser devidamente exploradas). Seus habitantes vivem no atraso por outras razões.

O historiador Wagner Cabral da Costa, da Universidade Federal do Maranhão, identifica três delas. Nos anos 60, o governo estadual distribuiu grandes extensões de terra a empresas privadas, com a justificativa de assim desenvolver a economia local. A conseqüência foi a formação de latifúndios improdutivos que, utilizados para atividades altamente subsidiadas, como a exploração de madeira e pecuária, resultaram em quase nenhum retorno financeiro para a economia maranhense.

O autor da medida? Ele mesmo, José Sarney. Pautados pelo menos duvidosos critérios que não necessariamente os do interesse público, seus sucessores deram continuidade ao erro, esvaziando os cofres do estado para levar para lá indústrias que demandavam pouca mão de obra. Resultado: metade da população economicamente ativa hoje depende da pequena agricultura.

Segundo o historiador, a terceira razão do atraso é a corrupção. “No Maranhão, ela é endêmica”, diz Cabral da Costa. “A rigor, a República nunca chegou por aqui.”

Em quase cinco décadas, Sarney só perdeu o domínio sobre o seu Sarneyquistão uma vez. Em 2006, Jackson Lago (PDT) derrotou sua filha e herdeira política, Roseana, que concorria ao terceiro mandato de governadora. Mas foi apenas um hiato na história. Em 2009, Lago teve o mandato cassado por compra de votos. Morreu há três meses, não sem antes ver seu adversário ressurgir das cinzas com uma aliança inusitada. Com apoio do ex-presidente Lula, Sarney engajou o PT no projeto de perpetuação de seu clã, conseguiu mais um mandato para Roseana e indicou os titulares dos principais órgãos federais do estado. Lá, a aliança dos dois antigos inimigos foi batizada de “sarnopetismo”. O Maranhão não merecia mais essa praga.

O conteúdo deste blog é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

14 respostas para “Em quase cinco décadas de domínio, Sarney pouco fez para livrar o Maranhão da pobreza”

  1. ricardo da cohab. disse:

    mais e esse mesmo o interesse da familia sarney enquanto o maranhao for pobre e cheio de miseraveis eles vao continuar no governo assim eles nao dao nem saude nem educaçao para o povo ficar sempre depentendo deles. assim e muito facil.r

  2. FESTEJOS JUNINOS DE PINDARE MIRIM

    Os festejos juninos do município de Pindare Mirim vem perdendo o seu brilho a cada ano que passa. Antigamente quem visitava Pindaré pra participar das festas de São João e São Pedro saía falando muito bem do evento devido ao grande número de apresentações folclóricas e da programação destas festas. Desde que o Prefeito Henrique Salgado assumiu a prefeitura a festa vem piorando a cada ano, principalmente neste ano de 2011. Sem atrações e sem investimentos a festa perdeu aquele brilho de outrora. O público sumiu definitivamente. E os comentários ruins são muitos. A decoração e a programação dos festejos estão muito aquém de anos anteriores. Mesmo assim, podemos encontrar boas atrações nesta temporada festiva em Pindare, que são as apresentações das turmas de bois do Pé de Axixá e Pé de Galinha mas que nada tem haver com o arraial do município. Diferentemente, a vizinha cidade de Santa Inês vem realizando os melhores festejos juninos da região, mas não tem a tradição de Pindare Mirim.
    Mas o que mais chama atenção nesta estória é que o prefeito do município, Henrique Salgado, publicou no Diário oficial do Estado do Maranhão o extrato de INEXIGIBILIDADE DE LICITACAO abaixo, dispensando a licitação pra contratação das bandas que irão animar os festejos. Ninguém sabe o porque da dispensa nem porque tanto dinheiro pra contratar estas bandas já que são apenas duas e nenhuma delas deverá custar esse absurdo. Vamos ficar de olho pra ver quais bandas são essas. Cabe ao ministério público saber porque são contratadas sem licitações já que não são exclusivas. Aliás, a Comissão Permanente de Licitação (CPL) do município vem sempre adotando esta prática criminosa.
    PREFEITURA MUNICIPAL DE PINDARÉ-MIRIM/MA
    INEXIGIBILIDADE DE LICITACAO a). ESPECIE: Inexigibilidade:
    b) OBJETO: contratação de banda para animação dos festejos de São João e São Pedro desta cidade de Pindaré-Mirim/MA. c). FUNDAMENTO: Lei n° 8.666/1993, art. 25, inciso III; d). COBERTURA ORCAMENTARIA: 13 Cultura – 13 392 Difusão Cultural – 13 392 0170 Promoção de Eventos Culturais – 13 392 0170 2026 Manutenção das Atividades Culturais – 30 00 00 DESPESAS CORRENTES – 33 90 39. Outros Serviços de Terceiros – Pessoa Jurídica; e). VALOR ESTIMADO: R$ 300.000,00 (trezentos mil, reais); f). RATIFICACAO: Em 01/06/2011; g). AUTORIDADE RATIFICADORA: HENRIQUE CALDEIRA SALGADO – Prefeito Municipal.
    (Pg. 22. Terceiros. Diário Oficial do Estado do Maranhão (DOEMA) de 03/06/2011)

  3. peter pan disse:

    o meu maranha tao rico e tao belo com uma populaçao trabalhadora e honesta mais tem esse familia que so quer ficar mais rica e o estado mais pobre,que da para aquentar ate 2014 ou vai ficar so as rochas.

  4. Dinho disse:

    John Cutrim, essa é sua casa? não sabia que você morava tão mal assim. Eu não moro assim nestas condições. Engraçado vcs esquerdopatas comemorarem números negativos e não terem apresentado até agora proposta melhor que os Sarney, sim, porque o desastre do governo oposicionista mostra isso tanto na administração do estado com Zé Reinaldo e Jackson Lago quanto na prefeitura de São Luis que mais parece um cenário de guerra que sempre foi comandada pela oposição. Essa história de dizer que o MA não progride porque o Sarney não deixa só convence os esquerdopatas mesmo e é contraditório já que foi o grupo Sarney o único que contruiu coisas que hoje dão renda, progresso e destaque positivo ao MA como a ferrovia Norte-sul, porto do itaqui, cartões postais em São Luis, grandes hospitais e avenidas. A oposição só destruiu.
    Sarney estava certo ao pensar e criar a Ferrovia Norte Sul
    O estado do Mato Grosso completou, nesta semana, mais um passo para integrar o seu sistema logístico ao Porto do Itaqui, no Maranhão. Uma comitiva de produtores rurais tiveram uma audiência com o governador Silval Barbosa para cobrar melhorias nas ligações rodoviárias, principalmente em relação à MT-130, até o futuro terminal da Ferrovia do Centro-Oeste (Fico), na região de Santiago do Norte. A reunião foi agendada pelo deputado estadual, Ondanir Bortolini, o Nininho (PR).

    “Essa rodovia levará aos trilhos da nova ferrovia, que será essencial para diversificar a utilização de outros portos, porque usará o de Itaqui, no Maranhão. Evita a superlotação em Santos”, alertou o deputado.

    A Fico será mais uma alternativa de modal para escoamento da produção da região para o exterior, uma vez que essa ferrovia tem acesso ao porto de Itaqui, no Maranhão, diferentemente da ferrovia ALL, ligada ao porto de Santos (SP).
    A perspectiva é de que até o mês de julho o avanço dos trilhos esteja licitado, conforme o resultado de uma reunião promovida no mês passado em Brasília (DF) entre o presidente da Engenharia Construções e Ferrovias (Valec), José Francisco das Neves – o Juquinha -, o deputado Nininho e a comitiva de empresários. (blog Maranhão Maravilha)

    Em TemPo:

    A ferrovia Norte Sul, ainda vai ser reconhecida com uma obra fundamental, por ser de integração regional e nacional. Motivos de muitas criticas no passado, quando do lançamento desse projeto audacioso, Sarney aos poucos está sendo reconhecido como um grande presidente, que não só fez a travessia de um regime de exceção para a democracia. O que por si só, justificaria o seu nome no rol dos grandes presidentes deste país. Sarney que também colocou o social na agenda nacional. Longe de mim, negar a sua imperfeição, mas também não poso negar os seus méritos, que são muitos.

    A dualidade do ser comporta sermos anjos e demônios. (Dom Severino)

  5. Marcos Borges disse:

    infelismente no Maranhão nunca houve de fato alternância de poder, sempre a família Sarney dominou a politica maranhense e persegiu os seus adversários tanto na esfera política como também na esfera pessoal, sempre buscando mostrar ao povo maranhense que eles são a “única solução” para esse estado.
    Eles procuram dominar a população através dos meios de comunicação e também através da falta de educação, pois eles sabem que se os cidadãos maranhenses tiverem um nível maior de conhecimento não aceitaram mas essa dominação. Oxalá que sabe um dia poderemos nos livrar desse mau e o Maranhão com isso deixará de ser uma capitânia hereditária e de fato torna-se uma estado em via de desenvolvimento.

  6. Joaquim Barbosa disse:

    É meu caro Jonh e nós aqui na seduc com uma analfabeta educacional no comando. Fazendo dispensa de licitação na limpesa aos rodos. Ela e A Dona IVANA. Agentes de limpesas sem existir nos postos e ela pagando sabendo. E triste, tudo igual ao que a revista fala: corrupção. É um premio a OLGA pelos longos anos de subserviencia. Enricar ela e os manos da DONA do poder. Um rato. O homem onde encosta a cerca cai. Sem sentimento. OLGA tú vais de ferrar o dinheiro que tú pagas postos sem existir e sem licitação são federais.Tú já tens passagem pela fedeca dai nem precisar fazer cadastros é só consultar o CPF. Com tudo isso que resultado poderiamos ter diferente? Só pobreza. E muitas. Em todas as aréas.

  7. bruno disse:

    dinho pq maranhao e tao pobre tu pode ter nascido aqui mais mora em venus eu conheco a pobreza do ma isso eu posso te falar

  8. SIR NEY disse:

    ? porq terminar cm o misereu nos 217 municipios do maranhão, se isto acabaria cm um lucrativo negocio sustentado a 400 anos pelo modo como tem sido gestado a cada 50 anos o dominio oligarquico sobre os pobres, os abestalhados, e os desinteressados nas politicas que regem o modelo politico-administrativo e federativo brasileiro ? pai dudu emplacando mais um gol com o velho sarney, surgirá ou não uma nova oligarquia ? é claro que surgirá. o que falta é este nosso povinho tomar vergonha é SAIR AS RUAS contando com uma policia mal paga .

  9. São João disse:

    O ‘interlouco’ diz que Sarney construiu grandes hospitais. Cara, tú tá peidado da cabeça? Tú come prego e caga taxinha? Tú toma gardenal e inala oxi? Dinho, lá no Olho D água tem a clínica do Palhano.

  10. Mikko disse:

    Esse tal de Dinho se gaba com uma tal de Ferrovia Norte-Sul… e o desenvolvimento do MA? Vc tem prova que o Maranhão se desenvolveu nas ultimas decadas com dados oficiais da União? A pobreza sumiu com construção de ferrovia? Cara tu não deve conhecer a realidade de muitas pessoas maranhenses!! Como fazer Sarney de bonzinho se com a ignorância do povo q ele se perpetua no Poder?

    Cara, tu deve tah grógui! E ainda cita q a Oligarquia construira grandes hospitais… sinceramente meu, eu dou risada com esse tipo “ignorante” de comentario!

    Culpa Jackson por seus assessores terem feito um péssimo trabalho… O que tem haver construir viadutos e avenidas se muita gente nesse Estado passa fome, não tem hospital de emergencia pra se consultar, não tem nem onde cair morto as vezes, e ganha menos de 1 real por dia?

    Sarneyopata, estuda mais historia do MA, viaje mais pelo interior, e depois comente coisa que preste!!

  11. katatau brasilis disse:

    DIZEM QUE A GUERREIRA VOLTOU!!! FALARAM PARA OS QUATRO CANTOS “QUE ESSE SERIA O MELHOR GOVERNO DE SUA VIDA”. JÁ SE PASSARAM 3 (TRÊS) ANOS. NÃO VI GUERREIRA ALGUMA. E TÃO POUCO VI UM GOVERNO TÃO DESGOVERNADO DO QUE ESSE QUE AÍ ESTÁ. ELES QUEREM UM ESTADO MISERÁVEL PORQUE PODEM CONTROLAR O POVO QUE SOMENTE TEM: O PÃO E O CIRCO. EM OUTRAS PALAVRAS: TEM SOMENTE O CIRCO. PORQUE O PÃO ELES LEVARAM.

  12. Pedro Antonio disse:

    O comentário acima refletea verdade. Olga tá fazendo dispensa mais que Anselmo, O RAPOSA. Agora puseram uma ladra com cobertura da chefe. Limpesa e Segurança sendo tratados a pão de ló. Denuncia nesse sentido ja foi protocolado na CGU. Aguarda OLGA E IVANA. Lá na frente tudo será esclarecido. Flavio ganha e cadeia nelas. OLGA vai pra Brasilia e IVANA tomar cachaça em pedrinhas:sem marido e sem emprego.

  13. RICARDO disse:

    RAPAZ TEM CADA UM ESSE DINHO DEVE SER MAIS UM ALIENADO QUE VOTA NA OLIGARQUIA SARNEY, ACORDA RAPAZ TU QUE DEFENDER O QUE NÃO TEM DEFESA,NÃO TE PREOCUPA PORQUE OS QUE QUEREM UM MARANHÃO LIVRE, UM MARANHÃO ONDE AS RIQUEZAS SEJAM DE TODAS AS FAMILIAS, UM ESTADO QUE NÃO TENHA DONO ESSES VÃO TE LIBERTAR EM 2014.

  14. Ze Cratera disse:

    Jhon, escrevinha ai que os mandatarios desses anos todos sao teus padrinhos Caostaelo , Ze Carneiro e Luis rocha so ai ja da 13 anos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

mais / Postagens