Fechar
Buscar no Site

Em entrevista à TV Difusora, Flávio Dino destaca aplicação e impactos do ‘lockdown’ na Grande Ilha

Foto: Reprodução

Nesta segunda-feira (04), o Governador do Maranhão, Flávio Dino, destacou a aplicação e necessidade do ‘lockdown’, que inicia a partir de amanhã (05), na Região Metropolitana de São Luís. Em entrevista à TV Difusora, ele ressaltou que a medida tem o objetivo de reduzir a velocidade de casos do novo coronavírus. “Evitar cenas terríveis que não queremos ver, como exemplo, que tem acontecido em outros lugares do país”, frisou o governador sobre o decreto do lockdown, o primeiro no Brasil.

As cidades de São Luís, São José de Ribamar, Raposa e Paço do Lumiar são as primeiras a aderir o estado mais rígido de isolamento social que só libera os serviços mais essenciais e veta qualquer circulação que não seja de urgência. De acordo com Flávio Dino, a ideia é proteger outras cidades no Maranhão e vai haver barreiras para impedir o deslocamento entre os municípios.

O decreto tem o prazo de 10 dias e durante esse período haverá fiscalização por parte do poder público. Aos serviços essenciais, que precisarem fazer uso do deslocamento, os empregados deverão apresentar uma declaração fornecida pela empresa. “Sobretudo, contamos com a boa fé e a honestidade de todas as pessoas. (….) São medidas em favor da população”, pontuou o governador do Estado.

Além disso, o ‘lockdown’ suspende todas as obras públicas e privadas, com exceção das áreas da saúde, segurança publica, sistema penitenciário e saneamento.

Ainda na entrevista, Flávio Dino, falou das ações da Secretaria de Estado da Saúde em combate a Covid-19. Para essa semana, o governo vai fornecer mais 130 leitos. Segundo Dino, as prefeituras também deverão ampliar mais a assistência aos pacientes da Covid-19. (Do MA 10)

O conteúdo deste blog é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

mais / Postagens