Fechar
Buscar no Site

Divulgado resultado do concurso público de São José de Ribamar

Lista completa, com os nomes dos candidatos aprovados dentro do número de vagas e excedentes, está disponível no www.saojosederibamar.ma.gov.br

A Fundação Sousândrade de Apoio ao Desenvolvimento da UFMA divulgou o resultado final do concurso público da Prefeitura de São José de Ribamar. Um total de 400 vagas, para cargos de nível superior, nível médio e nível fundamental, foram disponibilizadas pela administração do prefeito Gil Cutrim (PMDB).

A lista completa com os nomes dos aprovados pode ser conferida na página eletrônica da Prefeitura (www.saojosederibamar.ma.gov.br) e no site da Sousândrade (www.fsadu.org.br), responsável pela realização do certame.

Na lista constam os nomes dos candidatos que obtiveram maior pontuação e, conseqüentemente, estão dentro do número de vagas oferecidas para cada cargo, além dos nomes dos excedentes.

O processo de convocação dos aprovados será feito pela Prefeitura ao longo dos próximos meses. Como o concurso público tem validade de dois anos, os candidatos excedentes poderão ser chamados mediante desistência dos aprovados melhor pontuados e também de acordo com a necessidade da administração municipal.

Os aprovados neste concurso público da Prefeitura de Ribamar, assim como os aprovados nos certames anteriores e os que adquiriram estabilidade por lei, estão contemplados com o Plano de Carreiras, Cargos e Remuneração dos servidores efetivos, que foi criado pela administração do prefeito Gil Cutrim.

A criação do Plano dos funcionários efetivos da Prefeitura é um projeto audacioso e figura como mais uma ação do governo Gil Cutrim que visa garantir, em primeiro lugar, o posicionamento e, em seguida, o reposicionamento na classe e nível, de acordo com o tempo de serviço efetivamente exercido no cargo, o que beneficiará todos os servidores com uma massa salarial maior, garantindo a valorização, racionalização e a melhoria na qualidade dos serviços prestados à população do município.

No caso dos servidores de nível superior, o salário-base passou de R$ 545 para R$ 1.500, um dos maiores praticados por Prefeituras maranhenses.

Vale ressaltar que a maior parte dos funcionários efetivos de nível superior tem as suas remunerações complementadas por gratificações específicas.

Os funcionários de nível médio, que também recebiam R$ 545, passaram para um patamar de salário-base equivalente a R$ 750. Algumas categorias deste nível também recebem gratificações específicas.

Além de terem aumentados seus vencimentos base, os funcionários de nível fundamental, como é o caso dos guardas patrimoniais, tiveram reajustadas outras gratificações, como risco de vida, adicional noturno e insalubridade, com base na incidência do próprio salário-base.

O Plano de Carreiras, Cargos e Remuneração dos funcionários efetivos da Prefeitura de Ribamar também traz outros benefícios, como a criação do Adicional de Qualificação (AQ), destinado a todos os servidores em razão de ações de treinamentos, títulos, diplomas ou certificados de cursos de pós-graduação, mestre e doutor.

O Adicional de Qualificação incide sobre o vencimento base do servidor efetivo da seguinte forma: 7,5% em se tratando de diploma ou certificado de especialização; 10% em se tratando de título de mestre; 12% em se tratando de título de doutor; 5% em se tratando de graduação para os cargos, cujo ingresso, não exige formação superior; e 1% a cada 120 horas de treinamento, limitando-se a 3%.

O conteúdo deste blog é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

Uma resposta para “Divulgado resultado do concurso público de São José de Ribamar”

  1. BENIGNO disse:

    Concurso público, sobretudo, municipal, foi uma fórmula genial que os prefeitos encontraram para legitimar o nepotismo, garantindo emprego com estabilidade a seus apaniguados.
    Imaginem só: um candidato a cargo eletivo encomenda um Instituto de Pesquisa para avaliar seu desempenho junto ao eleitorado. -Você acha que o Instituto, pago pelo candidato, vai apresentar um índice negativo de aceitação popular ao seu contratante?
    Quem paga as Organizadoras dos concursos municipais? Para desbancar suas concorrentes, que são muitas, a Organizadora vincitura faz quaisquer concessões, inclusive, a de aprovar previamente uma lista de indicados por Sua Excelência, o chefe do executivo.
    Não me estou referindo ao certame em questão! Mas é algo verossímil, e já pode ser por demais corriqueiro pelo Brasil afora. O brasileiro é um expert, na arte de fazer uso criminoso de um direito!
    -Ah, bem lembrado: que fim tomou aquele serventuário do Tribunal de Brasília, cuja especialização era aprovar candidatos a concursos de altos cargos? Ao ser preso, ele chantageou: “Se me mexerem comigo vou derrubar procuradores, juízes, delegados, superintendentes”. . . . Será se esse coiote foi desovado pela plêiade ameaçada de perder suas patentes?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

mais / Postagens