Fechar
Buscar no Site

Direito de resposta – Fábio Câmara

http://www.lei131.com.br/saoluis/f?p=450:2:8535800273426110:::RP,2:P2_VISAO,P2_NIVEL,P2_P10,P2_P09:102,2,11.601.504%2F0001-83,La%20Verita%20Restaurante%20%20Pizzaria%20E%20Massas%20Ltda&cs=39EF0051C4A9C0C13B101A73CE052A9FD

Gosto de falar e provar o que digo. Através deste link se pode ver no site oficial da prefeitura de São Luís que os contratos são datados de 2013. Trata-se de um “RESTAURANTE, PIZZARIA E MASSAS” contratada em mais de meio milhão para fornecer bandecos. R$ 621.000,00 EMPENHADOS. R$ 250.200,00 LIQUIDADO E R$ 147.060,00 já pagos. O que interessa aqui e é a VERDADE não tocada pelo líder do governo, é o fato de que É TOTALMENTE ILEGAL DISPENSAR PROCESSO LICITATÓRIO ALEGANDO EMERGÊNCIA QUANDO A REFERIDA EMERGÊNCIA NÃO ESTIVER DEVIDAMENTE CARACTERIZADA –http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l8666cons.htm ARTIGO 24 INCISO IV. O mesmo acontece com o contrato referente à empresa Higienizadora São Luis LTDA. Só que neste último caso tem um agravante a mais. O LOTE V, ganho pela referida empresa, diz respeito a LOCAÇÃO DE EQUIPAMENTOS PESADOS – http://www.lei131.com.br/saoluis/f?p=450:2:8535800273426110:::RP,2:P2_VISAO,P2_NIVEL,P2_P10,P2_P09:102,2,03.961.336%2F0001-09,Higienizadora%20S%C3%A3o%20Luis%20Ltda&cs=3509ED7187386B930C6C6823A33C5CDF6 – atividade não constante do portfólio de atividades regulares da empresa. No item LOCAÇÃO, a única coisa especificada são BANHEIROS QUÍMICOS.

Quanto a minha produção legislativa, apresentei recentemente na casa, projeto que eleva o percentual de investimento em educação no município de São Luís para o patamar de 38%. Esse é o percentual praticado em São Paulo. O fiz por entender que, se o prefeito E. de H. Júnior pode ter o mesmo salário do prefeito da mais rica cidade do país, também é mais do que razoável que os investimentos na educação do nosso povo sejam igualados. Porém, sobre isso o vereador Honorato diz desconhecer.

O pior de todos os estelionatos é o POLÍTICO. Prometer ao povo e não cumprir. Ganhar uma eleição montado num discurso de mudança, levar vantagem sobre a boa fé do povo e seguir reproduzindo as mesmas práticas que outrora dizia repudiar. Para outros e quaisquer esclarecimentos eu me coloco à disposição.

O conteúdo deste blog é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

9 respostas para “Direito de resposta – Fábio Câmara”

  1. welson castro disse:

    Continua assim, a sua atitude é mostra a mascara que esse prefeito E. de H tem em sua personalidade de politico, de Prometer ao povo e não cumprir. Ganhar uma eleição montado num discurso de mudança, levar vantagem sobre a boa fé do povo e seguir reproduzindo as mesmas práticas que outrora dizia repudiar.
    Ai já começa a pizza da prefeitura e o disfarce, inicio de corrupção já no início de seu mandato, como será ou se vai conseguir terminar esse mandato, com tanta corrupção.

  2. mauroc disse:

    Pois é, gostaria de ver voce fazendo o mesmo com teu amo, com relação a dispensa de licitação, será que quando estás na cozinha dele fala sobre isso?

  3. Edmilson disse:

    Discordo do Ver. Fábio Braga em relação aos pontos apresentados em seu direito de resposta.
    1° O Fornecimento de Comida – bandecos para alimentação de trabalhadores é sim um dos itens de dispensa de licitação, dada a urgência e relevância do serviço. Os trabalhadores não podem ficar sem almoçar. O que ele deve fiscalizar é, passada a situação emergencial (até 180 dias), a prefeitura deverá fazer um processo licitatório para a garantia das refeições. Se o contrato foi assinado em 2013 ele está dentro dos limites técnicos para a emergencia.
    2° O Vereador deverá acionar o ministério público a fim de constatar realmente se há um vício licitatório e solicitar esclarecimentos.
    Em relação aos dados de investimentos em educação, é necessário um estudo mais aprofundado, porque o investimento em educação levou em consideração dois fatores importantes, 1ª a Constituição de uma Região metropolitana em São Paulo com 39 municípios e; 2° Um alto endividamento do município. Então os argumentos são um pouco falaciosos.
    No mais, parabéns ao vereador e espero que ao longo do mandato, ele adquira a experiencia necessária para fazer um papel responsável de suas atividades.

  4. Luiz Junior disse:

    É vereador, as mudanças ainda não aconteceram, assim como as suas promessas de campanhas, ali pro eixo Lira/Madre Deus. Pois até onde se sabe, o povo que lhe carregou nos braços ludibriados por promessas, já está com a paciência por um fio…

  5. joao cardoso disse:

    Esse comprador de votos é um louco, irresponsável, sabe que pelo estado em que se encontra a cidade, facilmente se justifica a dispensa. Ele sabe disso, mas quer mesmo é tumultuar

  6. Fernando Marques disse:

    Só para refrescar a memória do vereador Câmara, nas eleições de 2010, o quarteto aloprado formado por Rosengana, Ricardo Murad, Edison Lobão e João Alberto prometeram a entrega de 72 hospitais até dezembro e a refinaria da petrobras agora em 2014. ISSO TAMBÉM É ESTELINATO POLÍTICO.

  7. Neto disse:

    Parabéns Vereador Fábio Câmara continue na sua cruzada contra o estelionato políco praticado pelo Prefeito E de H. Toda ofensa a Lei de Licitação (mesmo a dispensa, que é legal) tornar-se no mínimo imoral para os paladinos da moral e dos bons costumes, como pensei que fosse esta “esquerda” que hoje está no poder. Represente-nos na Câmara, como tem feito…..

  8. haroldo disse:

    Esse tal veriador ensaiado, do mesmo jeito que um papagaio é mais um que serve de menino de recado, será uma ponte de levar e trazer agora não é nada em 2014 ele vai ficar doido que ele tem que dar conta do recardo, caso contrario não vai mais se eleger, será um veriador BANANEIRA.

  9. Victor Penha disse:

    Será se ele ainda está pagando as contas de luz dos seus eleitores?
    tô com uma aqui pra vencer dia 10…vou procurá-lo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

mais / Postagens