Fechar
Buscar no Site

Dilma não é Lula e peita Sarney e Renan

A presidente Dilma Rousseff, chantageada pelos eternos fisiológicos do PMDB, sob o comando dos senadores José Sarney e Renan Calheiros, cuja voracidade por cargos não tem limites, resolveu enfrentar o grupo.

Semana passada uma indicação sua, de Bernardo Figueiredo para a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), foi rejeitada pelo Senado em mais uma manobra ardilosa de Sarney, Renan e o líder do governo na Casa, o senador Romero Jucá (PMDB-RR), que é aliado da venenosa dupla. Se juntarmos à troika fisiológica o senador Jáder Barbalho e mais o vice-presidente Michel Temer, teremos o crème de la crème do fisiologismo pátrio.

A resposta de Dilma veio rápida, trocou o líder do governo no Senado, substituindo Romero Jucá e indicando para o cargo o senador Eduardo Braga (PMDB-AM). Partiu para o confronto!

Dilma, ao contrário de seu “criador”, o ex-presidente Lula, não é chegada, por sua formação e gênio, a tolerar desafios à sua autoridade. Gosta do embate, ao contrário de Lula, chegado a uma acomodação, o que o levou a construir este monstro fisiológico chamado de “Base Aliada”.

Dilma, aos poucos, vem sangrando o monstro e se conseguir matá-lo, ou ao menos domá-lo, já terá prestado um serviço inestimável à Nação.

Siga em frente, presidente Dilma, empurre esta canalhada para o lugar que a História reserva para eles: o lixo!

Em tempo: O senador Romero Jucá (PMDB – RR) é unha e carne com Sarney e Renan Calheiros. Ele era o Líder do Governo, mas tramou a derrota da presidente Dilma na indicação de Bernardo Figueiredo para a diretoria geral da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT). Dilma decidiu trocá-lo justamente pelo maior adversário de Renan dentro do PMDB do Senado, Eduardo Braga (AM). Com isso, a presidente Dilma – corretamente – enfrenta o grupo de Sarney e de Renan e não aceita ficar refém das chantagens políticas deles. Mas podem se preparar que vão lhe dar o troco. É só esperar. (Dos blogs Interrogações e do Anthony Garotinho)

O conteúdo deste blog é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

3 respostas para “Dilma não é Lula e peita Sarney e Renan”

  1. ludovicensis disse:

    1 – Rodizio de líderes: Dilma e Ideli não querem depender do grupo de Sarney no Congresso. http://bit.ly/wLyVNu

    2 – Dilma derrubou Ricardo Teixeira, diz Rádio Bandeirantes
    Anderson Scardoelli
    A presidente Dilma Rousseff foi a responsável pela saída de Ricardo Teixeira da CBF. Essa é a análise dos apresentadores do ‘Esporte em Debate’, da Rádio Bandeirantes. Durante a edição dessa segunda-feira, 12, a queda do cartola que estava há 23 anos à frente da entidade foi tema de boa parte do programa que contou com a participação do comentarista Neto, além dos dois integrantes fixos, Leandro Quessada e Alexandre Praetzel. http://bit.ly/zklKnu

  2. Ela que se cuide, porque esse oligarca juntamente com este grupo que usurpou o PMDB: Renã, Juca e Temes são velhos conspirado. A presidenta deve ter como base aliada o povo. Deve falar deretamente com o Povo, o povo é quem deve lhe dar sustentação política. Ai eu quero ver esta corja lhe enfretar

  3. JOSE RAIMUNDO SANTOS disse:

    SARNEY VAI ACIONAR BITA DO BARÃO PARA “AMANSAR” DILMA, MAS, ESTA, QUE SOBREVIVEU AOS PORÕES DA DITADURA, RESISTIRÁ.
    NA VERDADE, DILMA ESTÁ APENAS SE VINGANDO DOS SEUS ALGOZES, FAZENDO COM QUE FUNCIONE A COMISSÃO DA VERDADE E TROCANDO UM MONTE DE ESCÓRIAS DEIXADAS POR LULA.
    É A VEZ DAS MULHERES : DILMA E ELIANA CALMON, AS DUAS GUERREIRAS BRASILEIRAS QUE ESTÃ TENTANDO MUDAR O BRASIL.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

mais / Postagens