Fechar
Buscar no Site

Deputado maranhense torra R$ 245 mil de verba parlamentar com táxi – Jornal Pequeno

O conteúdo deste blog é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

8 respostas para “Deputado maranhense torra R$ 245 mil de verba parlamentar com táxi – Jornal Pequeno”

  1. Benigno Dias disse:

    É muita “merreca” pra Junior Marreca, que não conseguiu passar do PEN, porque é incapaz de sentir PENa do dinheiro público. Como PEN, em grego, significa QUASE, talvez ele voltará do ponto onde chegou, e nunca mais.

    • Caçador de corruptos disse:

      Meu amigo Benigno a respeito do Marreca , o “DEPUTADO PENIANO”. Tu falas pelo cotovelos, mas deixou de fazer um análise mais detalha da vida pregressa do Marrequinha “PENIANO”.Agora, o que dirá o TCU e a Controladoria Geral da República, Ministério Público , Polícia Federal e STF, já que qualquer bandido investido em mandato federal tem o depravado Foro privilegiado?Se esse cara comprasse um carro de Luxo, pagasse um motorista mesmo assim seria muito mais barato para os cofre públicos…O deputado meteu o Penis no f-o – fó de todos nós.

  2. Esse deputado não é maranhense. É pernambucano. Infelizmente o maranhense deixa de votar num filho da terra para representá-lo e vota num estrangeiro.

    • Mozart Tenório Rcoha disse:

      Em todo País, existem milhares de SEM-VERGONHAS, que tem a cara de pau, de aparecer em programas politicos televisivos, para mentir e enganar, e estes programas ainda são pagos com DINHEIRO PÚBLICO; Temos que escolher bem nossos candidatos, sempre procurando saber seu comportamento, pois de moleques irresponsaveis , incompetentes e ladrões já estamos cheios: Não importa onde nasceu a pessoa, importa que ela seja DIGNA e TENHA VERGONHA NA CARA. Não esqueçam que estes espertos , aproveitadores estão por toda parte, não é só na política, é GERAL.

  3. LUNETA disse:

    Cutrim, será que nas próximas eleições ainda haverá quem esteja animado para votar? seria bom que o eleitorado experimentasse o voto BRANCO/NULO para ver como ficaria a situação.

  4. francisco camilo disse:

    parece que o virus -mais letal do que o EBOLA —que se espalhou pelo MARANHÃO durante mais de 50 anos pela famosa oligarquia contaminou eternamente a classe politica do estado—-NÃO SALVA NENHUM DEPUTADO OU SENADOR PELO MARANHÃO????????ou salva algum ??????? que virus terrível —contaminou mesmo—na maior cara de pau—OS ELEITORES DO ESTADO , AQUELES QUE ADORAM VOTAR EM RATÕES E RATAZANAS ,ETERNAMENTE, EM SEUS FILHOS,FILHAS,NETOS ETC,ETC,ETC, OU EM QUEM ELES INDICAREM PRECISA URGENTEMENTE ……….urgente ….abrir os olhos e NUNCA MAIS VOTAR NELES—-ESCOLHER CANDIDATOS QUE FAZEM O BEM PELO POVO (EXISTEM SIM ,,,só que não tem montanhas de dinheiro ROUBADO PARA COMPRAR VOTOS))) VOTAR EM FICHA LIMPA——–o povo que paga o pato precisa TER VERGONHA NA CARA de hoje em diante—NUNCA MAIS ETERNIZAR A MESMA –FAMIGLIA–no poder—avó,pai,filho,filha, neto,neta,bisneto,etc familia real é na EUROPA —no Brasil temos REALEZA POLITICA (abençoada pelo voto dos —trouxas—51% do eleitorado )por isso que esses canalhas , ratões e ratazanas não estão nem ai ……..nas próximas eleições compra os votos dos –trouxas—e serão reeleitos —ATENÇÃO ELEITORES TROUXAS—-para os ratões e ratazanas da politica NÃO TEM , NUNCA TEVE, E NUNCA TERÁ CRISE—-vamos defender nosso lado—-VOTAR EM FICHA LIMPA—-nunca votar em branco ou nulo—NUNCA ( é o que os ratões e ratazanas querem ))FICHA LIMPA,FICHA LIMPA,FICHA LIMPA ——

  5. Marques disse:

    Os políticos não se importam com a opinião do cidadão, cometem todo tipo de canalhice na certeza de que o povo logo esquece. O citado deputado em breve estará pedindo voto e o povão alienado o reconduz à Câmara para gastar ainda mais. Nos resta a certeza de que o único “direito ” que nos cabe é pagar impostos e nada mais

  6. Benigno Dias disse:

    Pedro Carvalho, você tocou em ponto típico da etnogenia maranhense: “É um povinho excessivamente xenófilo, tende a supervalorizar o forasteiro em detrimento do seu conterrâneo. Tente este handicap: quando você intentar tirar vantagem de um maranhense, procure-se identificar como alguém de fora, e veja o resultado! Nada enfurece mais um conterrâneo de que ver o outro se sobressair. Diante desse impulso de Caim, eu costumo responder: cavalos do mesmo haras, que comem no mesmo cocho; quando chegam no hipódromo têm performances diferentes. Ninguém é igual ninguém; este é o princípio da unicidade ou individuação. O incapaz não quer ser só, pois assim ele teria dificuldades maiores para explicar e amargar o seu fracasso.
    Aqui, se você surgir com algo engenhoso para a cabecinha marañanguara, você passa a ser perseguido por três correntes. Primeira: constituídas por sabotadores invejosos, os quais lhe tentam desqualificar e desarrazoar a qualquer custo; tachá-lo de louco ou escroque é um dos torpedeamento mais comum. Segunda: formada por usurpadores, doidos para roubar a sua idéia é arrancar proveitos dela, e ainda terem a cara de pau de parecerem como “país da criança”. Terceira: é a corja representada pelos censores, estes tramam todos os ardis para amordaçá-lo e lançá-lo ao ostracismo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

mais / Postagens