Fechar
Buscar no Site

Deputada diz que reparos na Ponte do Caratatiua são de responsabilidade do Governo do Estado

Cunha Santos / Agência Assembleia

A deputada Gardênia Castelo (PSDB) explicou, nesta segunda-feira (29), as razões de atrasos nas obras da Avenida do Contorno que, segundo suas palavras, precisa ser urgentemente recuperada e faz parte do plano de macrorrevitalização das avenidas. Ela respondia a reclamação do deputado Bira do Pindaré que, encontrando o trânsito interditado na Ponte do Caratatiua, desviou pelo Bequimão para pegar a Avenida do Contorno no Rio Anil e a Avenida Sarney Filho na Vila Palmeira e sair na altura da Avenida dos Franceses, próximo ao Detran.

Segundo Bira, os comunitários informaram que a Avenida Sarney Filho está interditada na Vila Palmeira há mais de 30 dias, o que torna a situação ainda mais grave. Bira está apresentando Indicação ao prefeito João Castelo para que recupere imediatamente a Avenida do Contorno.

A deputada explicou que a prefeitura resolveu fazer uma drenagem profunda em 64 metros da avenida para pavimentar logo em seguida. O atraso foi provocado por um cidadão que ocupou lá um espaço, mesmo não sendo dele e lá ele ficou criando dificuldades para que a Prefeitura passasse com a obra nessa área. Foi preciso a intervenção de vereadores para que ele permitisse que a obra de drenagem passasse por dentro dessa área.

“Agora a Prefeitura vai poder concluir o pavimento”, garantiu. “Será recuperada toda a avenida do Contorno que já pega ali o Bequimão mas ajuda a fluir naquela área”.

Com relação às pontes, inclusive Ponte do Caratatiua, a deputada disse que precisam de reparos estruturais, o que é responsabilidade da Secretaria de Estado da Infra-estrutura. A prefeitura já iniciou a pavimentação, inclusive com o micro-revestimento e o calçamento, informou Gardênia.

A deputada lembrou reportagem divulgada na Mirante segundo a qual a Sinfra devia olhar para aquelas pontes que foram construídas pelo governo do Maranhão e a estrutura precisa ter manutenção do Governo do Estado, como já fez com a Ponte Bandeira Tribuzzi e Ponte José Sarney. Segundo Gardênia, blogs chegaram a anunciar: “Sinfra vai recuperar duas pontes em São Luís”, mas, enquanto agente facilitador, enquanto poder público, a Assembléia precisa solicitar do Governo do Estado a recuperação estrutural, porque do pavimento e do calçamento a Prefeitura já está cuidando.

O conteúdo deste blog é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

5 respostas para “Deputada diz que reparos na Ponte do Caratatiua são de responsabilidade do Governo do Estado”

  1. Maurício disse:

    Engraçado. A ponte tem que ser recuperada pelo Estado e a Via Expressa nao pode ser feita peloEstado?

  2. Eufranzino Primeiro disse:

    Por: Eufranzino Primeiro

    Qual a diferença entre administração Castelo e administração Sarney? O ancião Sarney está rindo em cima do jumento por finalmente acalentar o sonho de administrar a capital e o estado com seus métodos operantes, vejamos algumas características similares:

    -Ausência da realização de concurso público: prestação de serviço (O MP e TCE precisam atacar em ambos atos administrativos irregulares), contratação e terceirização é a solução (exemplo é construção de Unidades de Saúde sem, no mínimo a previsão da realização de concurso), pois estes empregados são mais fáceis de serem acuados pelos gestores, acompanhado do velho discurso de que (estes) já ganham bem para não darem aumento significativo e digno;
    – Desaproveitamento de grande parte do potencial de trabalho dos funcionários;
    – Falta de seleção adequada de funcionários;
    -Falta de gerenciamento eficiente;
    – Falta de metodologia para identificar os verdadeiros problemas e mais ainda: não é por falta desconhecimento e de como atacá-los;
    – Falta de clareza no tocante a metas, objetivos, estratégias e controle dos resultados obtidos;
    -Falta de clareza, e muitas vezes desinteresse, em relação com as necessidades dos usuários e como atendê-las;

    O conjunto destas carências acaba se manifestando na forma de incompetência gerencial que leva a altos custos, desmotivação, falta de cumprimento das responsabilidades da organização, imagem pobre frente à opinião pública etc.

    Ainda vejo que o caminho é procurar identificar junto á comunidade e eliminar (ou pelo menos reduzir substancialmente) as causas básicas dos problemas que geram esses imensos caos. Removidas as causas, os sintomas desaparecem. Quando apenas se atacam os sintomas, eles se tornam cada vez mais problemáticos.

    Consequentemente, em virtude de ter conhecimento de causa, posso mencionar muitas destas causas básicas e que vai ao encontro das mencionadas pelo estudioso Carr e Littman (1990):

    – Erros, retrabalhos, defeitos, excedentes, refugos.
    – Necessidade de horas extras, revisões, trocas de pedidos.
    – Cidadãos não atendidos (Tô nem aí).
    – Custos de entrega lenta.
    – Tempo ocioso (prevaricar é a ordem).
    – Relatórios desnecessários (não se tem conhecimento e não é bem vindo conhecer a realidade).
    – Retreinamento( esse nem se fala o termo correto que se dane).
    – Cobranças tardias (sobra para o mais fraco).
    – Absenteísmo (normal, pois não incentiva a criatividade, pelo contrário, bloqueia as ações).
    – Falhas nos equipamentos.
    – Batalhas de territórios.
    – Estoque em excesso.
    – Rotatividade desnecessária. etc….

    Moral da história tanta Castelo quanto o representante do gruo Sarney, bem como, qualquer outro (Flavio Dino, Márcos ou NOleto, Eliziane Gama, Wladir Maranhão. Raimundo Cutrim, Max, Tadeu, Kleber Verde, Helena Dualibi, Bira do Pindaré, Raimundo Filho, Canindé, Lourival Mendes, ou fdp e mais etc..) que assuma o posto de gestor do município não me venham com lenga-lenga Citadini, de que já encontraram a cidade com os problemas já existente e que não sabia que o orçamento não cobriria as demandas existentes.

  3. FABIO WILIAM disse:

    A PARTE QUE CABE A PREFEITURA DE SÃO LUIS REFERENTE AS DUAS PONTES DO CARATATIUA ESTÁ SENDO FEITA , QUE SÃO A PAVIMENTAÇÃO E O CALÇAMENTO , JÁ A RECUPERAÇÃO É COM A SINFRA DO SEU MAX BARROS QUE AINDA NÃO FEZ A SUA PARTE.
    QUEM NÃO SABE , A TÃO FAMOSA VIA EXPRESSA FAZ LIGAÇÃO A BAIRROS DENTRO DA CAPITAL , ISSO NÃO A TORNA UMA MA…DIFERNTE DAS PONTES DO CARATATIUA QUE SÃO DE TOTAL RESPONSABILIDADE DO GOVERNO DO ESTADO , QUEM NÃO SE LEMBRA QUE NO GOVERNO JACKSON LAGO FORAM FEITAS AS RECUPERAÇÕES DAS PONTES BANDEIRA TRIBUZI E SÃO FRANCISCO…TÁ CERTA A DEPUTADA GARDÊNIA CASTELO.
    A PREFEITURA ESTÁ FAZENDO A SUA PARTE…JÁ O GOVERNO DE DONA ROSENAN E SEU MAX BARROS , NÃO POSSO DIZER A MESMA COISA.

  4. holden arruda disse:

    Denuncias de assedio moral em Coelho Neto podem atrapalhar campanha de Rosangela Curado em Imperatriz.

    http://arrudaholden.blogspot.com/2011/08/imperatriz-pre-candidata-prefeito-do.html

  5. Carlota disse:

    Como Jobim falou em fraquinha essa deputada é burrinha!!!!!!!!!!!!!!!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

mais / Postagens