Fechar
Buscar no Site

Depois de péssimo desempenho de escolas do MA no ENEM, aliado do grupo Sarney manda Roseana “acordar”

Após a publicação do resultado do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) de 2010 e o desempenho por colégio, divulgado nesta segunda-feira (12), o ex-deputado federal e ex-prefeito de Caxias, Paulo Marinho, aliado de longas datas do grupo Sarney, utilizou sua página no seu facebook para criticar a governadora Roseana Sarney pelos péssimos rendimentos alcançados pelas escolas maranhenses.

“Vocês viram o resultado do ENEM? Fiquei chocado! Envergonhado. A educação, no Maranhão, faliu…. que tipo de futuro espera nossos jovens? Salvaram-se poucos.. as duas melhores publicas estaduais são de Caxias; Cristóvão Colombo e Thales Ribeiro…assim, graças aos diretores e corpo de professores…Acorda Roseana!”, disparou Paulo Marinho.

A escola maranhense mais bem colocada, o Jardim Escola Crescimento, que é particular, ficou apenas na 70ª posição. Ou seja, isso é uma prova de que o estado não anda bem na área de Educação e que a revolução prometida no setor pela governadora na campanha ainda não aconteceu. Dessa vez tenho que concordar com o sarneysistas Paulo Marinho. Acorda Roseana!

 

Escolas do Maranhão têm pior desempenho do país

O Maranhão foi o estado brasileiro que obteve a pior pontuação no Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) de 2010. Segundo o resultado da prova, divulgado ontem (12), o estado obteve pontuação 512, sendo um dos três que ficaram abaixo da média – os outros dois são Tocantins (também com 512) e Piauí (518). A escola maranhense de ensino médio que atingiu melhor pontuação no ENEM 2010 ficou na 61ª colocação entre as 4.203 escolas do Brasil que participaram da prova. Trata-se do Jardim Escola Crescimento, do Renascença (São Luís), que obteve 697,60 pontos (acima da média). Em 2º lugar entre as melhores escolas do Maranhão ficou o Centro de Educação Internacional COC, do Calhau (São Luís), com 693,72 pontos (81º posto no ranking nacional). O Colégio Educator, localizado no Outeiro da Cruz (São Luís), foi ranqueado na 3ª posição, no estado, e 112ª no ranking nacional, obtendo 689,04 pontos, enquanto o Centro Educacional Montessoriano Reino Infantil (do Renascença) ficou em 4º lugar no Maranhão e em 145º no país, com 685 pontos.

Das 20 melhores escolas maranhenses no ENEM 2010 (todas com pontuação acima da média), apenas três pertencem à rede pública: Instituto Federal do Maranhão, no Monte Castelo (São Luís), com 676,22 pontos (5ª no estado e 224ª no Brasil); Cefet de Imperatriz, com 662,63 pontos (8º no estado e 380º no país); e Colégio Universitário (Colun), localizado no campus da Ufma, com 645,05 pontos (14º no estado e 737º no país).

No Maranhão, alunos de 13.691 escolas participaram do ENEM 2010 (12.886 públicas e 805 particulares).

Entre os 9 estados do Nordeste, apenas o Maranhão e o Piauí atingiram pontuação abaixo da média. Ficaram dentro da média Pernambuco (537), Ceará (535), Alagoas (534), Paraíba (531), Bahia (531), Rio Grande do Norte (528) e Sergipe (527). Nenhum estado nordestino se posicionou acima da média (pontuação a partir de 554,06). (Oswaldo Viviani)

Nota: Post alterado às 15h37 para acréscimo de informações

O conteúdo deste blog é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

11 respostas para “Depois de péssimo desempenho de escolas do MA no ENEM, aliado do grupo Sarney manda Roseana “acordar””

  1. Raissa disse:

    APESAR DE TER RAZÃO, QUEM É ESSE PULHA PARA AVALIAR ALGUMA COISA. ESSE POLÍTICO DECADENTE!!!!!!!!!!!!!

  2. BENIGNO disse:

    As escolas do Maranhão podem até não ensinar, mas são as mais FARAÔNICAS do Brasil: é que depois de o aluno frequentá-las durante 10 anos, ele mal FARÁ Ó.
    Então meditemos: se o colégio é o espaço onde o sujeito vai ser orientado para crescer como um cidadão decente, ético, honesto……Roseana para “otimizar” os algarismos dos quadros estatísticos do MEC, e garantir os repasses financeiros pertinentes à educação, garantidos pelo número de aprovados forjadamente. Para isso, a governadora inventou um programa chamado de aceleração, que assegura ao estudante a nunca ficar repetente. O que esperar duma pessoa que ascende aos degraus da escolaridade, já aprendendo a ser fraudulento? Na mesma criatura: um diploma de doutor e um voto de analfabeto! Ou seria uma forma de os nossos governantes repassarem seus vícios aos seus governados?

  3. VIRGULINO (LAMPIAO) disse:

    ta explicado porque a governadora do maranhao é a rosengana!!!!

  4. Francinaldo Morais disse:

    Embora a metodologia adotada pelo ENEM precisa ser relativizada caso se queira fazer comparações rigorosas educação pública x educação privada. No geral, os seus resultados corroboram os “sucessos” de uma tendencia federal e da permanencia de uma orientação estadual: transferencia de investimentos educacionais publicos para escolas particulares e abandono da escola publica, respectivamente. Somente mobilizações estudantis contundentes podem propiciar a alteração dos “sucessos” dessas duas condutas governamentais. Francinaldo Morais, professor de História, Caxias-MA.

  5. Francinaldo Morais disse:

    Em Caxias-MA., os executores da politica educacional de Roseana – um ex-deputado federal, conhecido fanfarrão midiático, cassado por desvio de dinheiro público, e um professor da UEMA e sua esposa, também professora da UEMA, famosos pelas subserviências -, descobriram três procedimentos que, conforme essa politica educacional, poderão piorar a situação da educação publica no município: perseguir professores piauienses concursados que atuam na rede estadual e omitir-se quanto a falta de merenda escolar ( o terceiro procedimento poderá ser mais nefasto ainda, promover fechamento de importante unidade escolar estadual com remanejamentos de professores e alunos para outras unidades). Professores, alunos, mídia eletrônica independente, promotorias e sindicatos precisam estarem atentos, principalmente para o desencontro entre o que é dito publicamente e o que é planejado às escondidas. Francinaldo Morais, professor de História, Caxias-MA.

  6. FERNANDES disse:

    É lastimável a situação da educação no Maranhão. Não duvidem, Roseana vai contestar o resultado do ENEM e apresentar a ‘sua estatística’ dando conta de que o nosso estado vai muito bem, obrigado. Quando completar 14 anos de administração como governadora do Maranhão, Roseana Sarney vai olhar para o passado e concluir que também na área educacional seus governos fracassaram de maneira vergonhosa.

  7. Dom Cosme... disse:

    Para Benigno e para o professor Francinaldo Morais :
    Muito embora os senhores tenham dito coisas diferentes a respeito da Educação em nosso estado, todos voces escreveram verdades incontestaveis.Quando Benigno afirma que : (transcrevi teu texto) As escolas do Maranhão podem até não ensinar, mas são as mais FARAÔNICAS do Brasil: é que depois de o aluno frequentá-las durante 10 anos, ele mal FARÁ Ó… Na areia?
    Então meditemos: se o colégio é o espaço onde o sujeito vai ser orientado para crescer como um cidadão decente, ético, honesto…(Emendo) as maracutais com as quais convivem, serão marcas indeléveis em sua vida acadêmica e profissional. Tambem concordo com o professor Francinal Morais de Caxias quando afirma que o que parece é que existe um ato conspiratório contra a escola pública ….:(transcrevo)No geral, os seus resultados corroboram os “sucessos” de uma tendencia federal e da permanencia de uma orientação estadual: transferencia de investimentos educacionais publicos para escolas particulares e abandono da escola publica, respectivamente. Somente mobilizações estudantis contundentes(como acontece neste momento no Chile) podem propiciar a alteração dos “sucessos” dessas duas condutas governamentais._ concordo em gênero , número e grau, de que se tem feito um desserviço para com a educação pública neste país. Lembro-me de quando eu era estudante aqui em São Luis do Maranhão, a fébre dos paais de alunos era matricular seus filhos nas instituições públicas de ensino…A escola Técinca Federal do Maranhão era uma referencia… Hoje as escola públicas se tornaram sinõnimos de pobreza , violencia e avacalhação. O coronelismo que produziu as turbas de eleitores do Mobral, parece ter sido o laboratório do apequenamento do estado diante de suas responsabilidades com a educação de massa.A escola não é maaais a referencia no aprendizagem do aluno. Concordando com o que diz Benigno: (novamente transcerevo parte de sua postagem ) O que esperar duma pessoa que ascende aos degraus da escolaridade, já aprendendo a ser fraudulento?Benigno, por estas bandas corre um boato que diz:Professor finge ensinar, aluno finge aprender, e o estasdo manipula os dados… ai entra a frase de Bores Casoy: Isto é uma vergonha!

  8. pedro silva disse:

    Jonh, o q está acontecendo com o blogueiro DECIO? ela começou a divulgar as mazelas da patroa dele, o q está acentecendo? ou é medo, em saber q todo o estado está chiando de rtaiva com essa nota.

  9. Francecco disse:

    Senhores,
    O professor Fracinaldo omitiu um fato inconteste em relação a si: a desídia impregnada em sua pessoa. Pois, afinal, este senhor que se arvora de mestre de “sei-lá-o-que” é avesso ao labor, noutros termos, quer tão somente emprego, trabalho, jamais!
    Meus, caros, antes de aquiescerem quaisquer pensamentos palavras e obras, exort0-lhes à verificação dos atos de seus autores.

  10. ADEX disse:

    ISSO AI EU JÁ ESPERAVA, O MARANHÃO NO MEU POSTO DE VISTA É O PIOR ESTADO BRASIL, DO NORDESTE E EU POSSO COMPARAR AO PAIS SERRA LEOA.
    A EDUCAÇÃO É PÉSSIMA, A SAÚDE NEM SE FALA. OH ROSENGANA, TU NÃO VERGONHA NESTA DIZ CARA.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

mais / Postagens