Fechar
Buscar no Site

Defensorias pedem suspensão de obras da Via Expressa no Ipase

JP Online

As Defensorias Públicas do Estado (DPE) e da União (DPU) deram entrada, esta semana, na Justiça Estadual, em uma ação civil pública pedindo a suspensão das obras de implantação da Avenida Via Expressa, obra de infraestrutura que pretende interligar as Avenidas Colares Moreira e Daniel de La Touche, na capital maranhense.

O pedido de paralisação é restrito à área do Ipase de Baixo, por onde deve passar um ramal da nova avenida, e tem por objetivo resolver o problema habitacional da comunidade da Rua da Eletronorte, afetada pelo empreendimento viário.

A ação foi ajuizada após um impasse nas negociações sobre a proposta de realocação apresentada pelas Defensorias, que querem o reassentamento de toda a população de baixa renda do assentamento informal, enquanto a Secretaria de Estado das Cidades (Secid) aceita garantir moradia apenas para a comunidade de moradores de palafitas, pretendendo que o restante da população local seja indenizada pela Secretaria de Infraestrutura (Sinfra), o que foi rejeitado pelas DPE e DPU, pois os valores das indenizações não possibilitariam a aquisição de moradia adequada por estes afetados, que também se encontram em situação de vulnerabilidade social.

Outro ponto de divergência entre Defensorias e governo do Estado está no valor do aluguel social a ser pago mensalmente aos atingidos, até que recebam suas novas moradias. As Defensorias, com base em documento do Conselho de Corretores de Imóveis (Creci) sobre a média dos alugueis de casas populares na capital, discordam do valor de duzentos reais oferecido pelas Secretarias de Estado.

Além da suspensão das obras, até que Executivo Estadual pague à cada família de baixa renda impactada o valor mensal de trezentos e cinquenta reais, para custeio de despesas com aluguel, as Defensorias pedem ainda, liminarmente, a apresentação do cadastro, com exibição do perfil socioeconômico, de todos os moradores do Ipase de Baixo, a serem diretamente atingidos pela implantação da Avenida Via Expressa.

Acompanham a ação os defensores públicos Alberto Guilherme Tavares, do Núcleo de Moradia da DPE, e Yuri Costa, do Ofício de Direitos Humanos e Tutela Coletiva da DPU.

O conteúdo deste blog é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

11 respostas para “Defensorias pedem suspensão de obras da Via Expressa no Ipase”

  1. João Meira disse:

    OLHA LÁ QUERENDO ATRASAR O MARANHÃO DE NOVO. MAS PQ ISSO? PQ NAO GOSTAM DA ROSEANA…. ISSO É PQ GOSTAM DE ONDE VIVE.. VAMOS DEIXAR A MULHER TRABALHAR E FAZER O SERVIÇO DELA….

  2. Gilmara disse:

    Isso por que a Roseana não tem feito nada pra melhorar SL nehhh… Deve ter gente graúda querendo interferir no governo dela… la de dentrp e dedoduro do cutrim…

  3. Hiram Freitas disse:

    É isso aí, finalmente apareceu um Orgão corajoso, pois se forem depender da MPE, dessa tal procuradorazinha, capacho dos Sarney´s jamais seria feito alguma coisa. Ali está tudo inlegal, estão acabando com todo o meio ambiente, pois não estão fazendo uma obra sustentável, a qual poderia adequar a obra ao meio ambiente.

    Acorda Maranhão, vamos reagir aos descasos desse desgoverno estadual.

  4. Pablo disse:

    Quem tem o costume de interferir no governo dos outros é ela, ela deveria era está terminando ao menos a escola de ensino médio daqui da Cidade Olímpica, pra fazer ao menos uma mediazinha com a população, mas não, ela não faz, ela vai fazer é via expresssar, pois lá dar de desviar muitos milhões, e além do mais vai ligar os shoppings da familia dela, pra ela ficar cada vez mais rica e o povo cada vez mais pobre e burro, que é isso que ela quer, pra lascar mais 40 anos no rabo desses idiotas, que vive no mundo imaginário dela!

  5. Pablo disse:

    Alguém por favor, der 200 reais pra ela e mande procurar uma casa pra alugar com esse valor! Só aqui mesmo no Maranhão pra acontecer coisas feito essa, um quartinho só no fim do mundo, isso sem energia e água, custa, 250,00 reais! agora imagina uma pessoa, que já tem a vida toda projetada em um lugar ter que ir procurar uma casinha pra alugar por 200,00 reais, ela pensa que ninguém tem o que fazer como ela, que só vive em Paris, tome vergonha na cara senhora governado, e leve as cosias a serio, pois a senhora está lidando com seres humanos, não somos brinquedinhos!

  6. CANUDOS KAGGI YOKO disse:

    ESSA GOVERNADORA DEVE OLHAR PARA TODO O ESTADO DO MARANHÃO. AS ESTRADAS ESTÃO UMA PORCARIA – ANTES DE SANTA INÊS E NOS TRECHOS DE SANTA LUZIA. EQUIPAR AS ESCOLAS. DAR MAIS SEGURANÇA A ESSE ESTADO. ELA ESTÁ DE OLHO É NA PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO LUÍS. GOVERNADORA. VAI FAZER ESTRADA EM OUTRO LUGAR. SEU GOVERNO É SÓ PROS AMIGOS. ATIRA A PRIMEIRA PEDRA SE ISSO AQUI É MENTIRA?

  7. Thiago G. Viana (@Thiago_Fiago) disse:

    João Meira, atrasar o Maranhão é desalojar várias famílias sem ter a preocupação de colocá-las em um lugar digno e também propiciar meios para que possam se sustentar, afinal é o próprio governo que diz “governar é cuidar bem das pessoas”, ou será esta frase pura demagogia?

  8. Cícero disse:

    é mesmo! E há quem diga que este governo não faz nada!
    Estava meio desconfiado, mas agora eu concordo: #DeixaRoseanaTrabalhar

  9. Luciana Nogueira disse:

    A duplicação da BR 135 foi pro espaço, isso sim era pra ela ta correndo atras, mas vamos esclarecer alguns fatos: Em que a duplicação da BR 135 iria beneficia-la? Em nada pois só anda de jatinho, e o povo pobre que morra bem longe dela, como ela mesmo disse, a culpa de tanta pobreza no Maranhão é desse povo que só sabe fazer filho, eu particularmente adorei essas palavras dela………..pois espero que toque bem no coração daquelas mulheres, que votam nela por ser mulher, esquecendo que muita das vezes o diabo veste saia!

  10. LIMA disse:

    DEIXA A MULHER TRABALHAR OPOSIÇÃO MALDITA!!!!

  11. gengiscan disse:

    LIMA VAI TMAR NO TEU …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

mais / Postagens