Fechar
Buscar no Site

Crítico do ‘toma lá, dá cá’, Bolsonaro bate recorde na liberação de emendas

O presidente Jair Bolsonaro liberou um valor recorde de emendas parlamentares no seu primeiro ano de mandato. Ele desembolsou R$ 5,7 bilhões em 2019, valor acima dos R$ 5,29 bilhões que haviam sido pagos por Michel Temer em 2018 (o montante mais alto até então, já considerada a inflação do período). A conta mostra que, apesar da relação conturbada com o Congresso e das críticas ao “toma lá, dá cá”, o governo não deixou de atender a demandas de deputados e senadores para investir recursos em suas bases eleitorais.

Emendas são indicações feitas por parlamentares de como o governo deve gastar parte do dinheiro. Elas incluem desde obras de infraestrutura, como a construção de uma ponte, por exemplo, até valores destinados a programas de saúde e educação. Embora as emendas sejam impositivas – o governo é obrigado a reservar espaço no Orçamento para pagá-las –, cabe à Presidência decidir quando os valores serão liberados. Por isso, a hora em que o repasse é feito é usada para barganhar apoio a votações importantes no Congresso.

Com o discurso de que não pratica o “toma lá, da cá” – liberação de verbas em troca de apoio parlamentar – Bolsonaro praticamente manteve o ritmo de pagamentos que marcou governos anteriores e usou uma prática comum na política brasileira: acelerou a liberação de dinheiro quando precisou de apoio dos parlamentares.

O principal exemplo foi a aprovação da reforma da Previdência, em julho. Os R$ 3,04 bilhões empenhados naquele mês – a primeira etapa da liberação de emenda – só não superaram o mês de dezembro, quando líderes partidários deram um ultimato: ou o governo pagava o que foi prometido nas negociações deste ano ou o Congresso não aprovaria mais nenhum projeto do Executivo, nem mesmo o Orçamento, o que poderia levar a um “apagão”.

O resultado da barganha foi o empenho de mais R$ 3,57 bilhões e o pagamento de R$ 1,27 bilhão até 28 de dezembro, dado mais atualizado do Siga Brasil, sistema do Senado que permite acompanhar a execução do orçamento federal.

Procurada, a Secretaria de Governo, responsável pela articulação do empenho e pagamento das emendas parlamentares, não comentou a liberação recorde. Segundo a pasta, os dados consolidados devem ser divulgados na próxima semana.

Para o líder do governo no Congresso, senador Eduardo Gomes (MDB-TO), o pagamento das emendas foi possível por causa do “enorme esforço fiscal”, “reflete o início da recuperação da política econômica” do governo e também “mostra o respeito do presidente Bolsonaro pelo Congresso”. “Ele prioriza a execução orçamentária vinculada à solicitação de parlamentar”, disse o senador.

Dos recursos liberados por Bolsonaro via emenda parlamentar em 2019, 95% são relacionados a gastos com saúde – R$ 5,4 bilhões. A área é a única que, pela lei, tem destinação obrigatória por parte dos deputados e senadores. Entre as ações que mais tiveram dinheiro liberado no ano passado estão também obras rodoviárias, como a manutenção de trechos na região Norte e a reforma de adequação da BR-116, entre Pelotas e Porto Alegre, no Rio Grande do Sul (mais informações nesta página). Com informações do Estadão

O conteúdo deste blog é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

7 respostas para “Crítico do ‘toma lá, dá cá’, Bolsonaro bate recorde na liberação de emendas”

  1. CID disse:

    O PRESIDENTE está nas garras do CONGRESSO—-O CONGRESSO 70% são RATÕES —adoram QUEIJO MILIONÁRIO— então para RATÕES — nada melhor do que QUEIJO—-os ratões vão roer o queijo e vão votar nos projetos de interesse do Brasil—(-SEM QUEIJO é quase impossível )—-somente com FORÇAS ARMADAS no COMANDO —aí NÃO TERÁ QUEIJO PARA RATÕES—- mas a tal DEMOCRACIA só existe mediante queijo para ratões —- não tem outra maneira— RATÕES GOSTAM DE QUEIJO MILIONÁRIO— ( e no GOVERNO BOLSONARO houve a redução do QUEIJO—agora QUEIJO PARA AS EMENDAS PARLAMENTARES—- nos governos PT—PSDB davam QUEIJO DE MILHÕES DIRETO PARA OS RATÕES LEVAR PARA SUAS CASAS—COMPRAVAM OS RATÕES) agora no GOVERNO BOLSONARO –pelo menos formalmente o QUEIJO MILIONÁRIO É DESTINADO A EMENDAS PARLAMENTARES —-formalmente falando —nesse caminho até chegar ao destino —- 80% foi comido pelos ratões —chega 20% para as bases eleitorais….kkkkkkk—chega as migalhas para o bem do povo—mas o POVO VOTA EM —-RATÕES—-E —-RATÕES GOSTAM DE QUEIJO MILIONÁRIO —então cabe ao POVO ACORDAR —e tomar vergonha na cara —e votar em ……FICHA LIMPA—-eliminar os RATÕES nas eleições —lembrando que RATÕES GOSTAM DE QUEIJO MILIONÁRIO OU SE POSSÍVEL QUEIJO BILIONÁRIO…..então vamos fazer nossa parte —VOTAR EM —-FICHA LIMPA — e adeus RATÕES comedores de queijo milionário—- a CULPA É DO POVO QUE VOTA E ADORA RATÕES —– RATÕES SÃO RATÕES –é de sua natureza comer QUEIJO –MILIONÁRIO ou BILIONÁRIO— pagos pelo povo.=====Em vez de dar chiliques —OH OS RATÕES ESTÃO COMENDO NOSSO QUEIJO MILIONÁRIO-!!!!!!!–nas próximas eleições = VOTAR EM —-FICHA LIMPA—FICHA LIMPA—FICHA LIMPA—e adeus ratões —adeus ratões –adeus ratões.

  2. Mendes disse:

    —o rato tem acesso ao queijo se o dono da casa facilitar deixando uma porta ou janela aberta esses ratos já
    Vem de outros carnavais essa casa ainda não tem dono continua os ratos mandando

  3. Jose disse:

    O Bolsonaro tinha uma proposta de muitas rigidez e severas só que não é
    Isso que está acontecendo, toma lá dá cá e corrupção está marcando seu governo, os filhos do presidente deixa muito o pai em sinuca de bico
    Quando o pai fala defendendo o filho mais ele se enrola

  4. HERMES disse:

    ATENÇÃO == O PRESIDENTE foi eleito numa DEMOCRACIA —não é um DITADOR —-o presidente depende do CONGRESSO para tudo — o presidente BOLSONARO eliminou o DPVAT –eliminou por decreto — o decreto foi derrubado — o STF voltou aos valores antigos —SUPER CAROS —tudo uma jogada do CONGRESSO + STF — lógico que sabemos que NÃO***** RECEBERAM MILHÕES POR ISSO da seguradora LIDER —a dona do DPVAT—- então nosso presidente quer fazer o melhor para o povo mas o CONGRESSO IMPÕE SUAS VONTADES — o STF está aí para SOLTAR TODOS OS BANDIDOS —A ALTA BANDIDAGEM DO BRASIL—e o presidente BOLSONARO NÃO PODE FAZER NADA—– AGORA querem taxar o SOL–ENERGIA SOLAR –a ANEEL tem autoridade ACIMA DO PRESIDENTE BOLSONARO —-se a ANEEL quiser pode ……… fazer o que quiser ……. e o presidente não pode fazer nada….ESSA É A TAL DA …..DEMOCRACIA ….. os RATÕES DO CONGRESSO votavam no passado pois recebiam MILHÕES de LULA–DILMA – TEMER agora se não receber EMENDAS PARLAMENTARES —-simplesmente NÃO VOTAM — os ratões que foram eleitos pelo povo — querem o QUEIJO MILIONÁRIO— sem emendas parlamentares simplesmente NÃO VOTAM o que é de interesse do povo— votam o que interessa aos RATÕES.— votaram a LEI ABUSO DE AUTORIDADE— votaram 2 BILHÕES PARA O FUNDÃO –isto é –para os RATÕES COMEREM QUEIJO BILIONÁRIO NAS ELEIÇÕES –2 BILHÕES -QUEIJO PAGO PELO POVO—- essa é a tal DEMOCRACIA BRASILEIRA…DEMOCRACIA …..para mudar SOMENTE VOTANDO EM —FICHA LIMPA –eliminando os RATÕES nas eleições —-senão será sempre assim—A TAL DA DEMOCRACIA BRASILEIRA —- COM RATÕES .

  5. Leonylsson disse:

    COMPARAM ——-COMPARAM ——-BOLSONARO x sarney x collor x fhc x LULA LADRÃO com 11 processos no lombo x dilma anta x vampiro temer————–comparam—-comparam —-comparam ——SE OS PTRALHAS COMPARASSEM —-FICARIAM CURADOS DA BURRICE PTRALHA—DA IDIOTICE PTRALHA— curados para sempre—libertos das algemas ptralhas que os acorrentam e faz passar por – burros/jumentos–bobos–otários– fantoches—massa de manobra ptralha—– ACORDAM –BASTA FAZER A COMPARAÇÃO —–ptralhas já compararam ?????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????? a comparação é de graça.

  6. Aston Beckman disse:

    Dito pelos mais antigos: “Falar é expelir bafo”. O Brasil chegou à tamanha anomia, que o governar por regras democráticas, tornou-se uma missão impossível. Para Bolsonaro implementar aquilo que ele verbalizou, durante a campanha; só se repetisse o gesto de Ernesto Geisel, fechando o Congresso Nacional.
    Lembremos: se lidar com um ladrão analfabeto é tarefa para 007, imaginemos, então, policiarmo-nos de ladrões academizados, no mundo do crime?

  7. Jonx disse:

    Kkkkkkkkk as promessas de campanha do Bolsonaro já parecia que estava na ditadura afirmou que não ia existir toma lá dá cá palavras dele. Bolsonaro não é nem um político amador foram 28 anos na câmara federal, na campanha política fica prometendo coisa que não se concretiza depois culpado é o eleitor pagador de imposto parece piada, enquanto tiver povo nessa linha de raciocínio o Brasil e o povo está ferrado o povo tem que se mobilizar e cobrar o governo as promessas de campanha e não jogar a responsabilidade nas costas dos trabalhadores pagadores de impostos, se o trabalhador não reivindicar agora nas próximas eleições esses políticos picareta vem com a mesma conversa fiada vamos cobrar de quem prometeu não se trata de nem um inocente

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

mais / Postagens