Fechar
Buscar no Site

Crítico de gastos com servidores, Guedes recebe R$ 8,2 mil por mês com auxílios para morar e comer

Além do salário de R$ 30,9 mil, Paulo Guedes (Economia) recebe dos cofres públicos R$ 7.733 por mês de auxílio-moradia, o teto permitido por lei, e passagens para ir de Brasília ao Rio, onde tem moradia fixa. Até julho, Guedes recebia também diárias (R$ 7.501 ao todo) para dar expediente na cidade onde mora, incluindo em datas sem compromisso na agenda. Entre as 60 viagens bancadas com dinheiro público no ano passado, 38 aconteceram a partir de quinta-feira, tendo como destino o Rio.

À mesa O contracheque do ministro traz também um aporte mensal de R$ 458 a título de auxílio-alimentação.

Holofotes Guedes é alvo de críticas de servidores desde que os comparou a parasitas que estariam matando o hospedeiro, no caso o governo, que em suas palavras “está quebrado” e gasta 90% da receita com o funcionalismo.

Patrimônio Antes de ingressar na política, Guedes era presidente da Bozano Investimentos, que administrava fundos avaliados em R$ 2,7 bilhões. Como nunca foi candidato a cargo eletivo, o tamanho do seu patrimônio não é público.

Comparativo A consulta ao Portal da Transparência mostra que, dos 22 ministros, ao menos 5 não recebem auxílio para alimentação e 11 não ganham o de moradia.

Outro lado O Ministério da Economia diz que os auxílios estão previstos em lei e que Guedes não tem imóvel próprio em Brasília. Leia mais aqui. Da Folha de SP

O conteúdo deste blog é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

7 respostas para “Crítico de gastos com servidores, Guedes recebe R$ 8,2 mil por mês com auxílios para morar e comer”

  1. Aston Beckman disse:

    Se perguntarmos aos jovens de baixa renda: o que você quer ser? A parcela majoritária responderá: doutor!
    Contudo, no fundo mais profundo, sem devaneios, o indagado quer mesmo é prestar concurso público e tornar-se um servidor, e desfrutar de todas as prerrogativas inerentes ao cargo.
    Agora Bolsonaro e o seu alterego, Paulo Guedes, elaboram um projeto-de-lei, visando á destruição desse sonho de pobres. Além de o salário acima da média, estabilidade e planos de saúde são fatores de maior atração pela busca ao serviço público das três esferas e níveis. Ainda ontem, o presidente anunciou que vai extinguir 180 planos de pensão dos 300 existentes. Para que não sabe, os planos de pensão garantem custeio VIP de saúde aos funcionários e dependentes, e outros benefícios a baixo custo, já que o patronato arca com 50% da contribuição.

  2. Edgar disse:

    Esse e o ministro que vai tirar a dignidade das domésticas e o direito de viajar para onde quiser desfrutando do seu trabalho derramando suor do seu rosto só o que faltava um governo menos prezando os pobres em outras palavras ele quis dizer que pobre não tem o direito de lazer só trabalho trabalho você sabe é nos trabalhadores que sustenta esses políticos e depois é o troco que ele dá isso é racismo cultural esse mesmo ministro Dias atrás chamou
    Os servidores públicos de parasitas
    Ainda tem pobre ingênuo que apoia um governo desse kkkkkkk— eles tem uma
    Visão muito voltado ao escravidão

  3. Pedro disse:

    Oito mil reais só para alimentação e moradia, absurdo enquanto uma empregada doméstica ganha um salário mínimo e não tem direito de ir onde quiser é uma discriminação esse ministro Guedes é um parasita do nosso suor e do nosso dinheiro que pagamos impostos abusivo para manter esses canalhas banqueiros que não está nem aí para o trabalhador que acorda 5 horas da manhã às vezes pega
    2 a 3 ônibus para chegar no trabalho ganhando salário de fome, ele se mostrou de que lado está ficou muito claro, o pobre sem trabalho, a educação foi restringida pelo ministro da educação o pobre ficou ilhado trabalhar só para a elite bancar sua ostentação triste que não é todos pobres que vê tem muitos ainda iludido com esse governo

  4. Jonx disse:

    Kkkkkkk nas propagandas do Bolsonaro para presidente esse ministro Guedes já mostrava o que vinha fazer todo mundo sabe que esse governo é para os ricos obviamente puxando brasa para a sardinha dos ricos e banqueiros isso é explícito, é o governo dos empresários o trabalhador só é visto para pagar a conta de suas ostentação moradia, alimentação, viagem, coitada das domésticas agora só pode viajar no máximo para o nordeste isso é um absurdo o ministro da fazenda colocar limites a uma classe de trabalhadoras
    Que até pouco tempo nem carteira assinada tinham lamentavelmente

  5. Mendes disse:

    Kkkkkkk o governo não quer as domésticas que é da iniciativa privada gozar do fruto do seu trabalho duro acordando a madrugada a dentro para sobre viver arriscando sua vida, nem só o jovem de baixa renda isso é unânime, se fizer essa pergunta a qualquer brasileiro a resposta é mesma, pagamos um monte de imposto e não e correspondido a altura, o trabalhador com essas garantias que o governo está negando isso é o mínimo, seja qual a classe privado ou público não podemos é baixar a cabeça para esses políticos e ministro banqueiros fazer do trabalhador massa de manobra manipulando os números

  6. O Rio e o Mar disse:

    Parasitas defensores das pensões e do funcionalismo público VIP, que adoram ser os diferenciados da grande maioria do povo brasileiro resolveram se manifestar.
    Nós só vamos progredir depois que nossa população parar de querer ser esperta e de estar sempre buscando privilégios pessoais sem pensar no coletivo.
    Todo mundo fala das necessidades do povo antes da eleição, mas depois q sobem ao poder não trabalham por eles. Só pensam na reeleição, em manutenção do poder. A esquerda passou cerca de 14 anos no poder com maioria na Câmara e Senado e agora vêm falar em taxar grandes fortunas. Nosso governador agora diz q é contra o ICMS, mas vive aumentando o imposto. Não há um movimento sério e objetivo, nem de direita e nem de esquerda, para acabar com essa forma tributação que só deixa os pobres mais pobres.

  7. Pedro disse:

    O funcionário público está certo nós da iniciativa privada que somos acomodados eles sabem reinvindicar seus direitos, isso é o mínimo veja quanto você paga de imposto e ver o que você tem direito. Enquanto os políticos tem moradia e alimentação a nossas custas, o salário dele é só para guardar, enquanto nós pensarmos assim o Brasil não decola

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

mais / Postagens