Fechar
Buscar no Site

Como não protestar contra José Sarney e Roseana, os principais culpados por colocarem o MA no buraco? Ou não?

armaria Sarney Kamaleão

Foto: Kamaleão

Com não protestar contra um grupo político, no qual seu líder maior já foi tudo na vida política, inclusive presidente da República, presidente do Senado quatro vezes e mesmo com todo prestígio e força política, colocou o Maranhão como um dos estados mais pobres e miseráveis da nação? São quase 50 anos de uma oligarquia – comandada pelo senador José Sarney e sua filha Roseana Sarney (hoje no quarto mandato de governadora) – que, do alto de sua incompetência, descaso e incapacidade, levou o estado aos últimos patamares. Infelizmente, continuamos liderando os piores índices socioeconômicos do país.

Como não se indignar com uma família que deixou o estado, proporcionalmente, com a maior concentração de pessoas em condições extremas de pobreza? Da população de 6,5 milhões de habitantes, 1,7 milhão de maranhenses está abaixo da linha de miséria (ganham até R$ 70 por mês). Atrelado a isso, possuímos o menor índice de desenvolvimento social, de acordo com o Indicador Social de Desenvolvimento dos Municípios.

Como não ir às ruas, com faixas, cartazes e camisas de ‘Fora Sarney’ e mostrar todo repúdio pela onda de violência e assassinatos que assola São Luís e todo o Estado? Um estudo feito pelo Conselho Cidadão Para a Segurança Pública e Justiça Penal aponta São Luís como uma das 50 cidades mais violentas do mundo. A capital maranhense está entre as 15 cidades brasileiras que aparecem no ranking.

Como não reagir com revolta a uma governadora que prometeu mais de 200 mil empregos na campanha de 2010 quando hoje pais de família continuam suicidando-se, depressivos ou perdendo a vida arriscando-se em outros estados uma vez que o Maranhão é detentor de um dos piores índices de emprego e desemprego segundo o Caged? Em 2012 o Maranhão apresentou o menor índice de criação de empregos. Nos quatro primeiros meses de 2013, o Maranhão registrou um saldo negativo de 3.648 empregos. No mês de abril, os desligamentos somaram -736 (-0,16%).

Como ainda aceitar que o estado do Maranhão seja governado pelo clã Sarney se, lamentavelmente, continua a apresentar o menor Produto Interno Bruto (PIB) per capita no Brasil? O menor PIB per capita era o do Piauí, agora é o do MA. O Estado apresenta também o menor índice de desenvolvimento social, de acordo com o Indicador Social de Desenvolvimento dos Municípios (ISDM), da FGV-SP. Possui a média mais baixa, com ISDM de 3,35, numa escala que varia de 0 a 10.

Como concordar com a ‘revolução na educação’ feita pela governadora Roseana Sarney haja vista que, por outro lado, das 10 escolas com piores índices no Enem, cinco são instituições públicas do Maranhão? Em último lugar de todo o Brasil, aparece o Centro de Ensino Aquiles Lisboa, no município de São Domingos do Azeitão, que fica na região sul. Para completar o cenário desolador, a terra dos Sarneys tem ao lado de Alagoas os maiores índices de analfabetismo do país, de 17,3% a 21,8%.

Como não exigir uma solução do governo Sarney para o fato de nosso estado ser o último colocado na distribuição de médicos, com 0,68 médicos para cada mil habitantes, ficando abaixo da média nacional que é de 1,95 médicos para cada mil habitantes? Na área de saneamento básico, somos um dos estados com pior rede de tratamento de esgotos do Brasil (relatório IBGE).

Causa revolta maior ver sarneisitas de plantão afirmarem que não tem sentido as manifestações ocorridas na quarta-feira e no sábado terem sido voltadas principalmente ao governo do Estado, que tem, para nossa surpresa (?), hoje Roseana no seu quarto mandato de governadora. Só podem estarem de brincadeira!!!

O conteúdo deste blog é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

10 respostas para “Como não protestar contra José Sarney e Roseana, os principais culpados por colocarem o MA no buraco? Ou não?”

  1. A.M. Durans disse:

    Parabéns, John Cutrim, pelo excelente texto!!

  2. PAU NA MAFIA !... disse:

    PAU NA MAFIA !…

  3. DIEGO COSTA disse:

    John Cutrim,

    Não vi até agora nenhum cartaz dos manifestantes protestando contra o último grande escândalo do governo Roseana Sarney.

    Explico: os convênios fraudulentos da Secretaria de Desenvolvimento Social (SADES) comandada hoje pelo improbo secretário Fernando Fialho, que foram celebrados com entidades fantasmas comandadas por políticos e seus agregados.

    Vale lembrar que desse escândalo consta como implicados políticos e seus familiares e, bem de perto, membros da família Sarney.

    John a corrupção hoje nesse governo da oligarquia é generalizada, existe em todas as secretarias de estado, imagino quando se aproximarem as eleições do ano que vem e os partidários, secretários e comensais do grupo Sarney se conscientizarem que a eleição é perdida e a barca está indo pro fundo definitivamente!!! Aí vai ser um salve-se quem puder!!

  4. Maranhense disse:

    Tão bom texto que deixou todos os puxassacos calados! Parabéns, John Cutrim!

  5. Davi disse:

    Sera que essa indignação será traduzida em voto? Ou sera que nesses manifestantes têm uma cambada de bolsistas-familia? Pais de hipocritas!

  6. antonio carlos disse:

    Alagoas, pernambuco são os estados mais ricos do Brasil e a cidade de Garanhuns é uma cidade sem miséria, pois tiveram seus presidentes Collor e Lula, certo? os líderes da oposição no comando do governo, municipais ou estadual, seguindo seu raciocínio, são incompetentes, senão vejamos: em São Luis, desde de 1988, os prefeitos eleitos não eram do grupo sarney. são 24 anos. saúde do município, educação do município, transporte público, transito caótico, é culpa do sarney? como? impede a transferências dos recursos obrigatórios(FUNDEB, SUS, FPM)? seguindo seu raciocínio, o município de São Luis só vai resolver seus problemas quando tiver um governador aliado com o prefeito? isto vale pra caxias, timom, imperatriz, matões. Eu pensava que os “governos populares” tinham projetos de governo, mas pelo visto só possível com a ajuda do estado e quando chegar o “salvador”, e o “reino dos Céus” está próximo. vamos falar um pouco de matemática. 50 anos de sarneismo. 4 anos de Nunes freire contam? foi indicado por vitorino freire, contra o indicado de sarney. 4 anos de castelo contam? castelo foi pau-mandado do sarney? se assim foi, ele serve como líder da oposição hoje? 6 anos de zé reinaldo contam? ele estava a serviço de sarney? se estava, quem garante que ele não está hoje? se ele traiu seu mentor, seu padrinho político, seu “pai” como ele já chegou a dizer que era, é ele um líder de confiança? os 2 anos de jackson não contam? É tem muita coisa para comentar, pois pra mim o buraco do maranhão é mais embaixo, mas não vai ser num comentário ou num texto que vai ser resolvido.

  7. carlos eduardo disse:

    gostei, a oligarquia está no fim.

  8. neide disse:

    disse o poeta:
    olha essas inspirações contra os oligarcas do mandonismo, coronelismo, atrazismo….!

    “Quando a EDUCAÇÃO ganhar asas, a oligarquia VOARÁ!

    “As folhas secas, velhas caem, para que novas folhagens ressurjam brotando a esperança.”
    “O tombo da oligarquia; quando os vendavais da justiça e a tempestade democrática lhe nocautear!

  9. neide disse:

    eis ai te vem a jovem formosa, agraciada democracia, desfilando nos palcos que abrem as cortinas da liberdade, qual asas que voam sentindo a brisa suave que sopra no peito.
    contra a enrugada, ultrapassada oligarquia, que mata sonhos e destrói a esperança.

  10. Helena disse:

    Que em 2014 a história da eleição seja diferente … e que a eleição seja sem fraudes … e que o povão não venda seu voto … ou que se iluda com falsas promessas que nunca se concretizam, gente vamos votar com consciência ano que vem, e que se tudo continuar na mesma, não nos calemos nunca mais, vamos sim gritar, só existe opressão com o silêncio de uns e a omissão de outros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

mais / Postagens