Fechar
Buscar no Site

Coletivo Nós se reúne com MP em busca de solução para bairros com deslizamentos e alagamentos em São Luís

O Coletivo Nós se reuniu, na segunda-feira (8), com o titular da Promotoria de Justiça Comunitária Itinerante, Vicente de Paulo Silva Martins, para falar das demandas apresentadas pela população dos bairros periféricos de São Luís visitados pelos co-vereadores, como o Alto da Esperança, Gapara, Vila Dom Luís, Sacavém, Salina, Coroadinho e Sá Viana, que sofrem há anos com deslizamentos, alagamentos e outros problemas durante o período chuvoso, na capital maranhense.

“Nós procuramos o Ministério Público para apresentar algumas das áreas que correm risco de alagamentos e deslizamentos na região periférica da cidade, que chegaram ao nosso conhecimento, após visitas que fizemos a estes bairros e escuta da população. Nosso objetivo é que as políticas públicas sejam aplicadas pelo Poder Público, para que possam suprir as demandas das comunidades. A previsão é que as chuvas aumentem neste primeiro trimestre, por isso é uma demanda que pede urgência. Continuaremos acompanhando e contribuindo para a resolução desse problema, almejando que o nosso povo possa viver tranquilo e sem medo dentro de suas moradias”, destacou Delmar Matias, co-vereador do Coletivo Nós.

O Ministério Público, por meio da Promotoria Itinerante, trabalha como um mediador entre as comunidades e a Prefeitura, levando as demandas da população ao Poder Público.

Como encaminhamento da reunião, ficou acordado que será feito um levantamento das pautas apresentadas junto com a Promotoria de Urbanismo, e logo após uma reunião com todos os órgãos envolvidos nessa questão como a Defensoria Pública, Ministério Público, Ouvidoria da Segurança Cidadã do Estado do Maranhão, e secretarias municipais de Criança e Assistência Social (Semcas) e de Obras e Serviços Públicos (Semosp).

Segundo pesquisa divulgada no início do ano, pelo Laboratório de Meteorologia do Núcleo Geoambiental da Universidade Estadual do Maranhão (NuGeo/ Uema), o resultado da previsão climática para o primeiro trimestre de 2021 (meses de janeiro, fevereiro e março) indica maior probabilidade dos totais pluviométricos ocorrerem entre valores normais a acima da faixa normal climatológica no centro-norte do Maranhão, ou seja, em São Luís terá expansão das chuvas. Os dados da pesquisa de meteorologistas dos centros estaduais do Nordeste do Brasil e do Centro de Previsão do Tempos e Estudos Climáticos (CPTEC) preocupam a população mais vulnerável da cidade.

O conteúdo deste blog é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

mais / Postagens