Fechar
Buscar no Site

Candidatura de Lobão a presidente do Senado corre riscos

Eleito senador pelo PMDB do Maranhão, o ministro das Minas e Energia, Edison Lobão, é o nome da preferência da presidenta Dilma Rousseff para presidir o Senado em 2013.

Mas corre solta nos corredores do Congresso a versão de que ele não estaria muito interessado em deixar o Poder Executivo. Seu suplente, Lobão Filho, teria dito ao pai que quer manter o mandato.

Não se sabe ainda se a história é verdade absoluta, ou se é apenas obra dos adversários.

A verdade é que, para se eleger presidente do Senado, Lobão deveria estar em campanha há muito tempo.

Tanto que o líder do governo no Senado, Eduardo Braga (PMDB-AM), chegou a procurar o atual presidente da Casa, José Sarney (PMDB-AP), que é padrinho político do ministro, para avisá-lo:

– Para quem quer se eleger presidente do Senado, o ministro Lobão tinha que estar atendendo muito melhor os senadores. Há gente por aqui reclamando de que ele nem retorna os telefonemas — disse Braga a Sarney.

Que ouviu calado.

É que também não se sabe ainda se Sarney acompanhará Dilma na preferência por Lobão, ou se a velha raposa da política está trabalhando nos bastidores para que o líder do PMDB, Renan Calheiros (AL), seja o seu sucessor. (Poder Online, iG)

O conteúdo deste blog é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

Uma resposta para “Candidatura de Lobão a presidente do Senado corre riscos”

  1. veja no Blog do Marco Silva:

    ELEIÇÕES 2012: BLOG DESCOBRE INDÍCIOS DE FRAUDE EM PESQUISA REALIZADA PELA DATA MERITA

    http://www.blogdomarcosilva.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

mais / Postagens