Fechar
Buscar no Site

Bolsonaro foi à casa de Sarney pedir apoio do MDB

Em um compromisso fora da agenda, o presidente Jair Bolsonaro foi até a residência do ex-presidente José Sarney em Brasília na última terça-feira (27), mesmo dia em que a CPI da pandemia estava sendo instalada no Senado.

O encontro durou cerca de um hora e apenas Bolsonaro e Sarney participaram, informa o UOL.

Bolsonaro e José Sarney estavam afastados. O ex-presidente tem feito críticas duras ao governo federal em seus artigos semanais no jornal O Estado do Maranhão, de sua propriedade.

Em recente entrevista, a filha, ex-governadora Roseana Sarney chegou a dizer que há a possibilidade de uma candidatura alternativa a Bolsonaro, uma espécie de terceira via.

Na próxima semana quem visitará o ex-oligarca maranhense é o ex-presidente Lula. Os dois sempre foram muitos próximos, desde quando Sarney, presidente do Senado, deu governabilidade ao governo petista, impedindo um impeachment àquele época. No episódio dos atos secretos em que Sarney nomeou parentes no Congresso, Lula disse que Sarney tem história no Brasil suficiente para que não fosse tratado como se fosse uma pessoa comum. Diante da candidatura de Lula em 2022, o PT busca uma reaproximação com o MDB.

A reunião de Bolsonaro e Sarney teve como um dos articuladores o senador Fernando Bezerra (MDB-PE), que aconselhou o presidente a buscar uma aproximação maior com o MDB.

“O presidente Sarney é uma figura muito querida pelas lideranças do MDB. É uma referência no nosso partido e poderá ajudar muito a melhorar a interlocutores do governo com os nossos líderes no congresso”, disse à coluna.

Segundo Bezerra, tanto Bolsonaro como o ex-presidente Sarney saíram da conversa com uma boa impressão. “O presidente Bolsonaro me falou que a conversa foi muito franca e amistosa e o presidente Sarney também achou muito positiva”, disse.

O conteúdo deste blog é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

6 respostas para “Bolsonaro foi à casa de Sarney pedir apoio do MDB”

  1. José Lima disse:

    Vcs acreditam até em DUENDE! KKKK FAKE DO CARALHO!

  2. Pedro disse:

    Nada como ser CRISTÃO e ter certeza absoluta da JUSTIÇA DE DEUS EM AÇÃO.
    TODOS, teremos o ACERTO COM DEUS um dia, até os MEGA PODEROSOS ladrões de bilhões do povo . PLANTOU TERÁ QUE COLHER. NÃO TEM COMO ESCAPAR DA LEI DE DEUS EM AÇÃO.
    DEUS NO COMANDO DO BRASIL.

  3. Aston Beckman disse:

    Durante a sesta, os abutres se reconciliam. Até que pareça uma nova carniça, para se enganarem pela disputa!

  4. é de bandido para bandido
    ó ricos que aqui são reis
    negócio criminal político
    assim dois bandidos da vez

  5. Aston Beckman disse:

    O desesperado é como um náufrago: no afã de se salvar, até um porco-espinho serve-lhe de bóia!
    Conheço vários protestantes mascarados, candidatos, que, quando se aproximam as eleições, antes passam uma semana, em terreiros de magia negra!
    Minha mãe era dízimista da maior congregação evangélica do Brasil, sempre que a “chapa esquentava”, ela zarpava pra Belém. Lá ia consultar, na tenda do prof. Padilha, ex-sargento da força aérea, duma família tradicional paraense e tratava todos de “peixe, peixe, peixe”, com aquele idiofônico sotaque. Pela frota de carro que circundava aquele centro, dava para medir o status dos consulentes!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

mais / Postagens