Fechar
Buscar no Site

Bolsonaro diz que teve “uma boa conversa” com Flávio Dino

O governador Flávio Dino (PCdoB) contou ao o UOL detalhes do encontro de governadores do Nordeste no Recife. Primeiramente, sobre a reunião, disse foi “rápida e protocolar”. “Ele não cumprimentou nenhum de nós, e ninguém teve contato. Fizeram um negócio meio militarista. Foi uma coisa que chama a atenção, meio atípica. Acredito que eles têm uma psicose de segurança, não sei o que é. Tinha militar que parecia achar que haveria uma invasão estrangeira”, brincou.

Dino afirmou que a forma como a reunião foi organizada foi bem diferente de encontros com os últimos presidentes, onde havia maior liberdade de contato e participação dos convidados.

“Nós chegamos e ficamos confinados numa sala. Aí, daqui a pouco, nos chamaram ao local da reunião. Ele chegou, teve reunião, ele levantou e foi embora”, disse, ressaltando que os governadores nem sequer foram chamados para a visita ao Instituto Ricardo Brennand ou para a apresentação de uma orquestra. “Teve essa visita e a apresentação, e só o Paulo Câmara foi convidado. Eles estabelecem uma distância estranha, eu diria”, afirmou ao UOL.

Flávio Dino disse também que todos os governadores que pediram a palavra puderam falar. “Não houve qualquer animosidade, foi um clima tranquilo.”

Questionado sobre como foi o clima da reunião, Bolsonaro afirmou que havia sido bom e, para “provar”, chamou o governador de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB). “Vem cá, Paulo Câmara, me dá um abraço hétero aqui”, disse, arrancando risada do anfitrião. “Não tem animosidade; até com o Flávio Dino, que é do PCdoB, tive uma boa conversa”, afirmou.

Fora os detalhes de bastidores, os governadores saíram satisfeitos do encontro no que se refere a recursos para financiamento do plano apresentado. “O ponto positivo foi a apresentação pelos governadores da proposta de que 30% do FNE seja usado em obras do plano. Porque questionamos: e o dinheiro para o plano? Precisava de uma coisa concreta. A sinalização do governo foi simpática”, afirmou Flávio Dino. (Com informações de Carlos Madeiro)

O conteúdo deste blog é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

8 respostas para “Bolsonaro diz que teve “uma boa conversa” com Flávio Dino”

  1. cid disse:

    JAIR MESSIAS BOLSONARO o primeiro presidente do Brasil HONESTO PATRIOTA VERDE AMARELO FICHA LIMPA e. .. e….e….SEM RABO PRESO…. ninguém estava preparado para conviver com um presidente HONESTO PATRIOTA VERDE AMARELO FICHA LIMPA e SEM RABO PRESO….os eternos ladrões Ratones 🐁🐁🐁🐁🐁🐁🐁🐁🐁🐁🐁🐁🐁🐁🐁🐁🐁🐁🐁🐁🐁🐁🐁🐁🐁🐁 em desespero,em pânico ,pois perderam o QUEIJO de Bilhões da corrupção ,atacam de todos os lados,AGOURANDO o novo governo ,em 5 meses já vomitaram toneladas de críticas……Os governadores ptralhas esquerdalhas comunistas ficam fazendo # jogo de cena## jogando para os seus Burros Eleitores,pois em 14 anos de roubos TRILIONARIOS do PT Partido das trevas LULA LADRÃO presidiário DILMA ANTA vampiro TEMER LADRÃO….nunca ,jamais fizeram uma critica sequer….NUNCA PENSAM NO POVO, NO MELHOR para o Brasil…..mas,querendo ou não…..DEUS no comando do Brasil…. DEUS DEUS DEUS. Brasil acima de tudo Deus acima de todos.

  2. Natan disse:

    O capitão é diferente governador dê um voto de confiança a ele

  3. Mendes disse:

    Não boto minha mão no fogo Bolsonaro
    27 anos na câmara dos deputados do rio estado com maior problema na segurança pública. Melicianos morando no apartamento que Bolsonaro reside.
    Foto com ex policiais acusado de matar Marielle, eu sei que ele não era governador no mínimo ele tinha de ter um projeto de lei para segurança
    Do rio e do Brasil ele foi deputado federal, nunca vir falar de um projeto que funciona no Brasil de sua autoria

  4. ASSINATURA
    O DETALHE
    PERFIL
    SOBRE
    //você está lendo…
    ECONOMIA
    Gangorra
    PUBLICADO POR LÚCIO FLÁVIO PINTO ⋅ 23 DE MAIO DE 2019 ⋅ 3 COMENTÁRIOS
    A previsão oficial do crescimento do PIB brasileiro para este ano caiu de 2,2% para 1,6%. Se confirmada a projeção, que até já parece otimista, 70 bilhões de reais deixarão de ingressar na criação de riqueza no país. Já as estimativas para a inflação subiram para 4,1% em 2019.
    Compartilhe isso:
    TwitterFacebookE-mail

    Relacionado
    A altivez da jornalista
    Em “Imprensa”
    Golpe à universidade
    Em “Cultura”
    Em defesa da vida
    Em “Polícia”
    « Chico escritorMemória »
    DISCUSSÃO
    3 comentários sobre “Gangorra”

    1,6%?
    Então, tá!
    Pra isso, Bolsonaro e Paulo Guedes devem promover já uma micareta em Brasília.

    Um dos dois deve se fantasiar de Mandrake. O outro vai de Lothar… ou Narda, sei lá…

    Curtir

    PUBLICADO POR ELIAS GRANHEN TAVARES | 23 DE MAIO DE 2019, 12:28
    REPLY TO THIS COMMENT

    para quem isso é melhor – e,ou pior -, para as massas trabalhadoras ou para os donos do capital que as exploram, a quem chamamos de investidores, minha gente?

    Curtir

    PUBLICADO POR FELIPE PUXIRUM | 23 DE MAIO DE 2019, 12:45
    REPLY TO THIS COMMENT

    Quando se brinca/briga com a democracia dá nisso ( e talvez em coisas piores). Paz&saúde

    Curtir

    PUBLICADO POR VALDEMIRO A. M. GOMES | 23 DE MAIO DE 2019, 13:03
    REPLY TO THIS COMMENT

  5. Anderson disse:

    Aprende DINOssauro, a velha política da corrupção, na qual você cresceu, ACABOU, passaram anos no poder e nada fizeram além de gerar muita corrupção e pobreza, agora Deus estar intervindo para acabar e dar o castigo que toda essa esquerdoPaTa e aliados quadrilheiros merecem. !!!

  6. Mendes disse:

    Será que acabou mesmo? Olha está muito cedo queria saber qual a nova política porque o presidente tem 27 anos de deputado no rio estado mais corrupto com mais número de melicia.
    E bandidagem, não tem um projeto de lei do Bolsonaro na segurança pública. Até agora só vejo blá blá blá blá blá blá, o país passando por
    Dificuldade ainda não tem um rumo.
    Tem que regacar as mangas e fazer o setor da construção civil gerar emprego reduzir imposto para facilitar o crédito, não adianta ficar o tempo todo falando do governo
    Passado isso é página virada.
    Não podemos ficar olhando só pelo retrovisor que o carro cai no buraco.

  7. Jonx disse:

    Bolsonaro 27 anos na câmara dos deputados no Rio, apoiou Sérgio Cabral, Antony garotinho, Aécio Neves, e agora está com um discurso falando da velha política, pensa que todo mundo é besta infelizmente ainda tem muitas pessoas ingênua sem noção
    Não chamo de burro as vezes foi a falta de oportunidade que ficaram na informalidade

  8. Nilton Ericeira disse:

    Não consigo imaginar cenário em que Deus faça política. Principalmente a política que valoriza a desigualdade social, precarizando os direitos dos pobres e necessitados. Como um cristão, assembleiano, nascido e criado no evangelho é conhecedor da palavra, não consigo vê na pessoa de Bolsonaro nem a sombra do que Cristo foi. A meu ver a igreja se equivocou feio. Via no Darciolo as características de um verdadeiro cristão. Homem honrado, livre de escândalos (qualquer que seja). Bolsonaro é um cara acesso aos princípios de Cristo, um homem preconceituoso que não consegue conviver com quem não comunga com sua mesma visão de mundo.
    Bolsonaro teve uma candidatura baseada no discurso Ávido por glória e poder de líderes ansiosos em transformar o Brasil numa nação de “ovelhas” emburrecidas, subalternas e dizimistas, eles alienam os seus seguidores e os fazem crer que Deus está por trás de suas indicações. Mas se você se buscasse mesmo a direção de Deus, jamais votaria em Bolsonaro ou em qualquer outro que tivesse o apoio dessa plêiade sacana e manipuladora da fé, que deturpa os ensinamentos bíblicos em benefícios próprios.
    Bolsonaro, além de exaltação a tortura e da instituição da pena capital, prega o armamento da sociedade, o fim das políticas afirmativas e a falsa meritocracia. A mesma meritocracia que fez com que os seus três filhos seguissem a mesma carreira política do pai. sem que Ele tivesse influência alguma na eleição dos mesmos. Sem ele, eles conseguiriam se eleger de qualquer forma. Apenas por méritos próprios. Sei!
    Uma boa parte da nossa sociedade ainda é carente de heróis e dependente de alguém que lhes conduza. Ainda que esse alguém os conduza a um precipício, onde se sacrifica a liberdade, a tolerância, o respeito às diferenças, a igualdade, o direito de um aposentadoria digna e a empatia com a limitação e a dificuldade do outro.
    A Bíblia diz que no final dos tempos o amor de muitos se esfriará, mas eu rogo para que o apocalipse não comece por aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

mais / Postagens