Fechar
Buscar no Site

As sementes não têm uso

Não tem sentido algum o governo do Estado continuar distribuindo sementes pelo interior já que na visão do secretário de Estado das Cidades e Desenvolvimento Urbano, Hildo Rocha o Maranhão não é um estado agrícola e “não há terra boa” para plantio. A declaração foi dada durante entrevista ao programa Avesso, apresentado pelo jornalista Américo Azevedo. A governadora Roseana ganhou o apelido de Maria Sementeira em vão. Confira no vídeo abaixo:

O conteúdo deste blog é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

2 respostas para “As sementes não têm uso”

  1. Aldemir disse:

    Fica nítido que o trecho da entrevista está fora contexto geral do que o Secretário falou. Está evidente que o secretário não se opõe à distribuição de sementes. Ao contrário. Se o Maranhão não tem tantas terras produtivas, qualquer tipo de esforço para dar melhores condições aos trabalhadores rurais é sempre bem vinda. Sementes, assistência técnica, insumos, máquinas, irrigação, treinamento, uso de tecnologias adequadas….

    A distribuição de sementes é apenas uma das ações, é apenas um incentivo a mais para o aumento da produção e a consequente melhoria da qualidade de vida dos trabalhadores e trabalhadoras rurais.

    Segundo o IBGE, em 2009, em 2010, o Maranhão obteve a maior taxa de crescimento econômico do Nordeste: 8,5%, enquanto o Brasil cresceu 7,5% e o Nordeste 7,2%.

    No governo Roseana, a redução da pobreza extrema chegou a 3% ao ano. A ONU considera satisfatório quando a redução da pobreza extrema atinge a taxa de 1% ao ano. O Maranhão obteve a taxa de 3%. Os resultados estão aparecendo.

  2. Daniel Alves disse:

    Devia procurar ler um livro de história e fazer um curso de dicção URGENTE. Esse secretário não sabe se expressar… “éeeeeee”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

mais / Postagens