Fechar
Buscar no Site

Anvisa quer explicar ao governo do MA e estados do nordeste entraves para liberação da Sputnik V

A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) convocou para uma reunião governadores de 11 Estados que demonstraram interesse em importar a vacina contra a covid-19 Sputnik V, desenvolvida pelo Instituto Gamaleya, de Moscou. O órgão quer explicar as dificuldades que vem enfrentando no processo de autorização para o uso emergencial do imunizante.

A reunião deve acontecer nesta 3ª feira (6.abr.2021), dependendo da disponibilidade dos governadores.

A Sputnik V ainda precisa de autorização da Anvisa para ser utilizada no Brasil. O último pedido de uso emergencial dessa vacina, protocolado no dia 27 de março pela farmacêutica União Química, teve o prazo de análise suspenso porque a agência não encontrou “documentos necessários”.

Agora, a Anvisa quer que os governadores colaborem para que os dados técnicos pendentes sejam enviados.

Faltam informações brutas que permitam análise e conclusão”, disse uma fonte da agência ao jornal Valor Econômico. “Se fosse para concluir hoje, a conclusão seria que não é possível concluir por falta das informações”, declarou a agência.

Eis os Estados interessados na importação da Sputnik V:

  • Acre;
  • Bahia;
  • Rio Grande do Norte;
  • Maranhão;
  • Mato Grosso;
  • Piauí;
  • Ceará;
  • Pernambuco;
  • Pará;
  • Sergipe;
  • Rondônia.

O conteúdo deste blog é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

mais / Postagens