Fechar
Buscar no Site

Aluno do IEMA é admitido em empresa após participar do programa de estágio do Instituto

A oferta de uma educação profissional, científica e tecnológica pelas unidades plenas do Instituto Estadual de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (IEMA) está mudando a vida de milhares maranhenses. Na unidade plena de São Luís Centro, o estudante do curso técnico em informática Guilherme de Magela Barros foi admitido pela empresa Foco Tecnologia após seu estágio supervisionado, que aconteceu no segundo semestre de 2019.

Segundo o ex-aluno, o intermédio do IEMA foi fundamental para que a empresa o conhecesse como profissional. “Através do programa de estágio do IEMA me abriu um leque de possibilidades, tanto no mercado de trabalho, quanto na carreira acadêmica, me possibilitando o início do traçado de um caminho que sempre pensei em seguir. Receber minha admissão após estagio foi muito bom, sabemos que uma vaga no mercado de trabalho está cada dia mais difícil e conseguir ser admitido pela empresa onde estagiei causa uma segurança pessoal muito grande”, contou.

O diretor e proprietário da empresa Foco Tecnologia Johhanes Costa destacou que admira a iniciativa do Instituto em oportunizar que os jovens tenham contato com o mercado de trabalho. “É uma ação louvável que estava faltando em nossa cidade. Fui aluno de escola técnica e não tive este direcionamento e o intermédio ao mercado de trabalho como o IEMA proporciona aos seus alunos. É uma instituição que faz toda a diferença na carreira profissional e na vida pessoal desses alunos. Nós enquanto empresários devemos sempre abrir as portas para projetos como esse, é muito importante participar da formação de alguém e auxiliar com conhecimento e cumplicidade”, destacou.

Johhanes Costa explicou ainda que por meio do excelente trabalho desempenhado durante o estágio na área de manutenção de softwares o estudante teve passe livre e foi admitido pela empresa. “A primeira coisa que notei no Guilherme foi o nível de interesse e comprometimento com o trabalho. Apesar da pouca idade o estudante é um menino esforçado que gosta de estudar e se aprimorar sempre”, explicou acrescentando que o jovem chamou a atenção por quesitos como: conhecimento, competência e comportamento. “Percebi que ele tem comportamento ético, aprendeu a teoria e estava superdisposto em colocar em prática o que aprendeu. É um jovem que consegue executar o trabalho com competência e excelência, fechou o ensino médio e técnico preparado para o mercado”, acrescentou.

O coordenador de estágio da unidade plena São Luís Centro, professor de ética profissional, José Júnior enfatizou a importância da admissão do seu aluno. “Conheço o Guilherme desde que entrou na escola, sempre foi um aluno esforçado e se destaca por isso. Sempre tirou boas notas e procurou pesquisar sempre. A minha disciplina é ministrada no primeiro ano, e desde então preparo os estudantes para o mercado. O trabalho do IEMA no campo do estágio é um diferencial perante outras instituições. Além de formar para a base acadêmica, o Instituto está formando para o mercado, informando como o aluno deve atuar como profissional e o que o jovem pode esperar das empresas”, destacou.

De acordo com o reitor do IEMA, Jhonatan Almada, a contração do aluno Guilherme Magela representa o sucesso da missão do Instituto. “A admissão do nosso aluno aponta que estamos no rumo certo fornecendo as condições e oportunidades para que nossos estudantes realizem o seu projeto de vida. O Guilherme ser admitido representa a expressão disso e nos deixa felizes e orgulhosos, pois de fato o IEMA está cumprindo sua missão e contribuindo para que mais maranhenses tenham a oportunidade de uma vida digna”, contou.

Para Celso Rodrigues, supervisor de estágios do IEMA, o estágio é uma iniciativa inovadora que gera benefício mútuo. “É exitoso porque conseguimos unir a teoria à prática e percebemos que as empresas gostam de compartilhar seu conhecimento, isso é muito importante para o aluno. Ganha tanto a empresa quanto o nosso estudante”, declarou acrescentando que no ano de 2019 o IEMA fechou parceria com 102 empresas, além de 173 parcerias para estágio. Por meio do estágio mais de mil alunos foram beneficiados desde 2018.

Estágio
O estágio supervisionado dos alunos do IEMA tem duração de 180 a 200 horas e aproximadamente a duração de dois meses. Os estágios são realizados no turno da tarde e as empresas concedentes, parceiras do IEMA, estão igualmente engajadas no sucesso dessa primeira vivência dos alunos no mundo do trabalho. Os alunos foram distribuídos nesses campos de estágio conforme a demanda de cada empresa ou instituição.

Ao final do estágio, os alunos são avaliados e, em caso de aprovação, recebem o certificado correspondente dentro do certificado de conclusão do ensino médio técnico, que vai indicar a carga horária e o local onde realizaram o estágio.

O conteúdo deste blog é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

Uma resposta para “Aluno do IEMA é admitido em empresa após participar do programa de estágio do Instituto”

  1. miguel disse:

    Sua vassalagem chega ao ridículo !!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

mais / Postagens