Fechar
Buscar no Site

Agora é oficial: Metal Open Air é cancelado e não haverá apresentações neste domingo

Montagem: Renato Waquim

(10h06) Agora é oficial: A produção do Metal Open Air acaba de informar que o evento foi definitivamente cancelado e, por conta disso, não haverá a apresentação das atrações agendadas para este domingo. A falta de condições técnicas e toda a repercussão negativa em torno do que era para ser o maior festival de rock pesado da América Latina, dado o cancelamento de vários shows e falta de estrutura, inviabilizaram a continuidade do M.O.A. no Parque Independência. Os equipamentos recolhidos ontem por alguns fornecedores prejudicaram a qualidade dos shows e impossibilitaram, dessa forma, de os mesmos ocorrerem hoje. Neste sábado, além da banda Korzus, tocaram no esvaziado segundo dia do MOA os grupos Ácido e Dark Avengers, também brasileiros, os holandeses do Legion of the Damned.

Segundo informações, os palcos já estão sendo desmontados e os equipamentos devem começar a ser recolhidos. Sendo assim, não há dúvidas de que foi dado um “passo maior que a perna” pelos organizadores do Metal Open Air, o que culminou como fracasso do evento. Como o blog já havia afirmado, nos bastidores há informações de que houve um grupo que tentou de todas as formas atrapalhar a realização do M.O.A. E, pelo visto, conseguiram. Perseguição, boicote, interferência junto aos patrocinadores para o não repasse de verbas foram uma das ações engendradas por este grupo para inviabilizar o evento (por tabela, acabaram manchando a imagem de São Luís e do Estado). Uma pena. Que fique a lição.

O conteúdo deste blog é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

8 respostas para “Agora é oficial: Metal Open Air é cancelado e não haverá apresentações neste domingo”

  1. LIMA disse:

    CUTRIM, SEM SACANAGEM, QUEM SAO OS VERDADEIROS RESPONSAVEIS POR ESSE EVENTO??? CARA EU NAO AGUENTO MAIS PASSAR TANTA VERGONHA. VLW!!!!

  2. dinho disse:

    QUE GRUPO É ESSE VOCE PODE DIZER CUTRIM?

  3. RICO disse:

    Cutrim acredito com certeza nesta hipótese, pois no Maranhão o que mais acontece é sabotagem. Ex. As obras do governo do estado são boicotadas e atrapalhadas pela prefeitura de São Luís, e o vice versa acontece (ex. via-expressa). O evento deve ter recebido apoio da prefeitura (pois haviam balãoes de divulgação lá), por consequência o que o outro grupo pudesse ajudar pra não rolar o evento ou prejudicar com certeza aconteceria. Não tiro a responsabilidade dos produtores, pois foram incompetentes de verdade. Mas eles vão virar boi de piranha nessa história toda. O governo dizer que não investe em eventos com bilheteria paga… kkkkkk. E os 10 milhões pra beija-flor no carnaval do Rio que fatura uma fortuna com bilheteria. A verdade maior é que um evento foi megalomaniaco e não daria certo um evento só de metal com essas proporções, em lugar nenhum do Brasil. Mas São Luís vai entrar pra história do metal com a imagem negativa, mesmo a cidade não tendo nada a ver com isso.

  4. Soulvlake disse:

    Essa imagem do Sérgio Mallandro diz tudo! Muito boa, mesmo! Ri muito! De tudo! Até desse surrealismo que é tentar fazer um evento megalomaníaco sem preparo, em todos os aspectos! Que pena! A Copa vem aí!!

  5. PHARMAROCK disse:

    De tanto nos fazerem perguntas e nos pedirem informações sobre o que está ocorrendo no evento em questão, fomos obrigados a tecer alguns comentários. Um evento desse porte ocorrendo em nosso estado merecia que todas as produções de rock do estado (MA) fossem chamadas para ajudar na organização do evento. Isto deveria ter sido feito, pois, antes de tudo, era o nome de São Luis/Maranhão que estaria sendo divulgado na mídia nacional e estrangeira. Não era preciso ser vidente para saber o que estava por vir. Se fizéssemos um cálculo básico saberíamos que era praticamente impossível ocorrer todas as atrações que foram informadas e o público que esperavam – sem ignorar, obviamente, os patrocinadores e o dinheiro público. Um evento dessa magnitude, com propagação nacional e internacional merecia um pouco de humildade. Dizer isso agora pode ser um atrevimento, depois que o “leite foi derramado”. Falar antes seria pior. Muitos os que fizeram acabaram por serem recriminados pelos mesmos que hoje se escondem. E aos poucos que ainda resistem em dizer que está tudo bem e que faltar uma… duas… dez bandas… é normal, pedimos que é chegada a hora de ajudar quem se deslocou de outro estado para prestigiar o evento. Se o brasileiro se acostumou com menos do que lhe prometem, imaginem o maranhense. A arrogância e a prepotência é origem de tudo o que está acontecendo. Somos assolados por problemas sociais, e agora servimos de chacota e piada em redes sociais, impressos e TV de todo o Brasil, além é claro da mídia estrangeira – que não se fez de rogada. Resta-nos, como maranhenses, pedir DESCULPAS a todos que vieram prestigiar e as bandas que não puderam comparecer, por razões que já estão bem evidentes, e informá-los que, o que está ocorrendo está bem distante das produções de rock que acontecem neste estado, seja com bandas locais, nacionais ou estrangeiras. Perdemos a chance de dar para esta cidade, nos seus 400 anos, a esperança. Marcony Almeida (membro do PHARMAROCK/São Luis/Maranhão).

  6. djalma saraiva filho disse:

    Para um bom entendedor Sr. Dinho, meia palavra é o suficiente! Quem são organizadores do Marafolia aqui no Maranhão? Infelizmente o Metal Open Air, que na incerteza do talvez, acreditaram na assimetria compilativa dos mendazes estafetas que cumprem o que é determinado pelos chefes aí do lado esquerdo, perto da descida para a Lagoa da Jansen , da possível logística para realizar esse grande evento? Rock in Rio, Festival de Woodstock sem nosso autorização- não! Fâmulos obedientes como cachorros que viram latas para alimentação em estado de putrefação, agora, quiça na presença do Faktor Operation, com sorrisos sardônicos, foram em busca da prometido: uma cesta básica, depois do sucesso da operação M.O.A. Equanto o stent colocado na artéria entupida do monarca tiver ávido ao funcionamento , os remanescentes deste resquício anacrônico, último aqui, continuarão dando às cartas. Uns dos motivos que no raio-X das vítimas da vulnerabilidade social mais baixa do país, junto com Alagoas!

  7. Paulo disse:

    “Como o blog já havia afirmado, nos bastidores há informações de que houve um grupo que tentou de todas as formas atrapalhar a realização do M.O.A. E, pelo visto, conseguiram. Perseguição, boicote, interferência junto aos patrocinadores para o não repasse de verbas foram uma das ações engendradas por este grupo para inviabilizar o evento (por tabela, acabaram manchando a imagem de São Luís e do Estado). Uma pena. Que fique a lição.”

    Que grupo seria esse?? Seria mais fácil acreditar nessa “informação” se fosse dado nome aos bois…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

mais / Postagens