Fechar
Buscar no Site

A resistência do STF e da Câmara em afastar deputados como Josimar Maranhãozinho

Da Revista Crusoé – O episódio burlesco em que o deputado federal Josimar de Maranhãozinho, do PL, sorteia dinheiro vivo para eleitores suscitou um debate sobre a resistência da Câmara dos Deputados e, principalmente, do Supremo Tribunal Federal em afastar parlamentares enrolados. O caso de Maranhãozinho foi revelado por Crusoé. Ele realizou o sorteio, por meio de uma live, dois meses após ser alvo de uma operação da Polícia Federal.

Na cúpula do Ministério Público Federal, há reclamações sobre a manutenção dos mandatos de deputados envolvidos em casos rumorosos e repletos de provas. De forma reservada, um subprocurador-geral da República lamentou a dificuldade de afastar esses parlamentares. “Desde o Eduardo Cunha, não se afasta ninguém com sucesso”, disse o subprocurador a Crusoé. “Teve a Operação Pés de Barros, mas a Câmara rejeitou o afastamento”, acrescentou, em referência ao deputado Wilson Santiago, do PTB.

Em maio de 2016, o Supremo Tribunal Federal afastou o então deputado Eduardo Cunha, do MDB, da presidência da Câmara e do mandato. Quatro meses depois, ele foi cassado. O ex-parlamentar foi acusado de evasão de divisas, lavagem de dinheiro e recebimento de propina na Operação Lava Jato.

Cunha foi o último parlamentar efetivamente afastado do mandato no Congresso Nacional por suspeita de corrupção. Em 2019, o Supremo tirou do cargo o deputado Wilson Santiago, do PTB, da Paraíba, alvo da Operação Pés de Barros. Quarenta dias depois, a Câmara rejeitou o afastamento determinado pelo STF e autorizou Santiago retomar o mandato.

Com liberdade para permanecer no poder, a despeito das fartas provas de corrupção, Josimar de Maranhãozinho sentiu-se à vontade até mesmo para sortear dinheiro vivo. Agora, o caso será investigado pelo Ministério Público Eleitoral. Recentemente, a Polícia Federal defendeu o afastamento do parlamentar do mandato, mas o pedido foi rejeitado pelo ministro Ricardo Lewandowski, relator dos inquéritos a que ele responde no STF.

O conteúdo deste blog é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

3 respostas para “A resistência do STF e da Câmara em afastar deputados como Josimar Maranhãozinho”

  1. Clenio Ramos de Farias disse:

    Até parece que o jornalista nasceu ontem, é muita infantilidade, como uma câmara de deputados com essa composição tem moral pra afastar qualquer dos seus pares;o que dizer de uma suprema corte,que mais parece um partido de oposição. Se o caso de quem quer que seja não tiver uma repercussão nacional, com muita comoção popular, nada será feito.

  2. anthonymuzfreitas disse:

    Clenio Ramos de Farias : Antes de qualquer comentário, isso é canalhice editorial, visto que Caso se confirme que “Maranhãozinho” tenha cometido qualquer ilícito, é conveniente fazer uma retrospectiva na conduta de nossos Políticos _ incluindo muito políticos de nosso próprio Estado_ e nem por isso o Ministério Público foi assim tão veemente nas acusações? quem esqueceu que temos alguns senadores da república de nosso Estado metidos em rolo e nem por isso fora de imediato crucificados…Quem esqueceu daquele senador de um dos estados do Norte apanhado com a “CU”eca cheia de dinheiro _segundo a imprensa _roubado da Saúde de seu estado em tempo de pandemia? Infelizmente temos uma imprensa que nem sempre prima pela boa informação…Já viram quantos político encontrados com as “CU”ecas cheias de dinheiro roubado! Será mesmo que o Maranhãozinho teria cometido crime eleitoral? Será se ele não estivesse alinhado ao presidente “Bolsonaro” esses fatos estariam sendo mostrados? Eu tenho lá as minhas dúvidas! Outro fato: Quantos congressista estão com crimes iguais a esses ou outros muito Piores?

  3. Walker Ribeiro de Sousa disse:

    Por conta de pensamentos como esse que nosso país se encontra nessa situação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

mais / Postagens