Fechar
Buscar no Site

A pedido do Governo Federal, o Corpo de Bombeiros do Maranhão envia uma equipe de resgate a Recife

Bombeiros embarcaram na tarde deste domingo (29) para Pernambuco com a missão de atuar nas ações de resgate na tragédia ocorrida em Recife devido às fortes chuvas da última semana.

A solicitação do envio da equipe partiu do Governo Federal, por meio do Ministério do Desenvolvimento Regional e da Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil.

A equipe que embarcou para Pernambuco integra corpo técnico da Defesa Civil do Maranhão e apoiará nas ações de socorro aos pernambucanos.

“Por determinação do governador Carlos Brandão, sensibilizado pelo impacto das fortes chuvas em Recife, e a pedido do Governo Federal por reconhecer a experiência da nossa equipe neste tipo de ação, foi autorizado o envio da tropa. Eles farão o levantamento dos danos e da documentação necessária para que o governo de Pernambuco receba o recurso do Governo Federal”, detalhou o coronel Célio Roberto de Araújo, comandante do Corpo de Bombeiros Militar do Maranhão (CBMMA).

Para o major Fernando Fernandes é uma importante missão conferida a ele e toda equipe. “Estamos indo para identificar os danos causados pelas chuvas e ajudar no que for necessário. Nossa equipe está pronta para atuar em qualquer tarefa”, afirmou o major.

Dois oficiais embarcaram de avião e quatro cães-farejadores irão por terra, levando todos os aparatos.

O estado contabiliza 35 mortos e mais de 700 desabrigados e desalojados.

Profissionais capacitados

Para reforçar a operação, foram enviados oficiais com experiência no enfrentamento de desastres naturais. Os mesmos  profissionais que estiveram, no início do ano, na Bahia, onde atuaram prestando serviços com apoio ao Ministério do Desenvolvimento Regional e da Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil.

A equipe trabalhou na captação de recursos para auxílio imediato à população afetada pelas chuvas naquele estado.

O conteúdo deste blog é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

mais / Postagens