Fechar
Buscar no Site

Bolsonaro fará novo exame de coronavírus e ficará em isolamento

O presidente Jair Bolsonaro passará por novos exames para verificar se não contraiu coronavírus. O protocolo da Operação Regresso, do Ministério da Saúde, prevê que Bolsonaro passe por um novo exame dentro de sete dias e faça uma terceiro verificação em 14 dias. Nesse período, ele deve ficar em isolamento. Após esse procedimento, Bolsonaro está “liberado”.

Um dos médicos da equipe que acompanha Bolsonaro afirmou à reportagem que o presidente deverá ficar mais um tempo em isolamento. “Ele segue de quarentena até o começo da próxima semana no Palácio do Alvorada. Precisa ficar isolado pelo menos sete dias depois do contato”, disse ele, em caráter reservado.

O protocolo faz parte da Operação Regresso, responsável por repatriar 34 brasileiros de Wuhan, na China. Na ocasião, apesar dos exames terem resultado negativos, os pacientes tiveram que repeti-lo por três vezes. Segundo o Ministério da Saúde, Bolsonaro passará pelo mesmo procedimento da Operação Regresso.

Os outros integrantes da comitiva que tiveram exames testados negativos para coronavírus também devem passar por novos exames. Apesar de o Ministério da Saúde adotar esse procedimento para a equipe do entorno presidencial, a pasta não tem repetido exame de pacientes que testaram negativos e não apresentam sintomas.

Jair Bolsonaro

No entanto, na tarde desta sexta-feira, ao sair do Palácio do Alvorada, Bolsonaro afirmou que a “vida segue normal”, após ter resultado negativo para o teste de coronavírus. Depois do resultado, Bolsonaro voltou a despachar no Palácio do Planalto. Lá, evitou abraçar os servidores e os cumprimentou com o cotovelo. Ele os contou que estava se sentido bem.

Bolsonaro começou a ser monitorado desde a manhã de quinta-feira, quando o secretário de Comunicação da Presidência da República, Fabio Wajngarten, foi diagnosticado com a doença.

Wajngarten participou da comitiva da viagem presidencial aos EUA e esteve em jantar no sábado com Bolsonaro e Donald Trump. Segundo fontes próximas ao presidente americano, Trump estaria “muito preocupado” após entrar em contato com Wajngarten e Bolsonaro, embora transmitido tranquilidade publicamente.

Mais cedo, a emissora de TV americana Fox News havia informado que um primeiro exame do presidente teve resultado positivo, creditando a informação ao deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP).  Na sequência, Jair Bolsonaro informou pela sua página oficial no Facebook que seus exames no Hospital das Forças Armadas e no laboratório Sabin atestaram negativo para o novo coronavírus.

“HFA/SABIN atestam negativo para o COVID-19 o Sr. Pres. da República Jair Bolsonaro”, publicou o próprio Bolsonaro nas redes sociais. A publicação foi acompanhada de uma imagem em que o presidente aparece fazendo um gesto de “banana” em direção a jornalistas.

No final da tarde, em live no Facebook, Eduardo Bolsonaro voltou a dizer que não falou com ninguém da Fox. “Eu jamais recebi qualquer tipo de informação dizendo que Jair Bolsonaro testou positivo para Covid-19. Como eu poderia ter repassado adiante para alguém?”, afirmou. O deputado federal disse ainda ter estranhado a notícia. “Gosto muito da Fox, assisto, sigo nas redes sociais. Mas deram uma barrigada.”

Nesta sexta, presidente chegou a falar com apoiadores na portaria do Alvorada, mas, por segurança, manteve uma distância de pouco mais de três metros. Depois de ser aplaudido pelos apoiadores, ele disse:

— Apesar de o meu teste ter dado negativo, eu não vou apertar a mão de vocês. Nunca tinha visto ali qualquer problema. Se bem que, para a imprensa, que tá ouvindo ali, se eu tivesse com o vírus ou não tivesse, não estaria sentindo nada — disse Bolsonaro.

Se dirigindo apenas aos apoiadores, ele acrescentou ainda que tem “grandes desafios pela frente” e “muitos problemas para serem resolvidos”.

Bolsonaro começou a ser monitorado desde a manhã de quinta-feira, quando o secretário de Comunicação da Presidência da República, Fabio Wajngarten, foi diagnosticado com a doença.

O conteúdo deste blog é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

Uma resposta para “Bolsonaro fará novo exame de coronavírus e ficará em isolamento”

  1. Ederval disse:

    DEUS NO COMANDO do Brasil…… PODER de DEUS…. As TREVAS e os TREVOSOS LADROES CANALHAS RATOES de BILHOES do povo brasileiro…..tremem de medo….DEUS pode usar o CORONA VIRUS para levar os LADROES CANALHAS RATOES CARA de PAU para o INFERNO. PODER de DEUS defendendo o BRASIL

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

mais / Postagens