Fechar
Buscar no Site

Hospital de Ortopedia: Ricardo Murad contratou a mesma clínica há 7 anos por 150 mil mensais

Por JM Cunha Santos – Uma farsa jornalística criminosa. Só assim pode ser tratada a matéria da TV Globo-Mirante sobre o aluguel da Clínica Eldorado destinada a abrigar o Hospital de Traumatologia e Ortopedia do Maranhão. Primeiro, porque outros governos alugaram a mesma clínica, inclusive o secretário de 1 bilhão de reais, Ricardo Murad e não por R$ 90 mil mensais, como é agora no governo Flávio Dino, mas por R$ 150 mil. E isso há sete anos. Segundo, porque, se fosse esperar pela construção o Hospital de Traumatologia e Ortopedia só estaria em funcionamento dentro de 3 anos. Com o aluguel e a reforma estará à disposição do povo maranhense em 1 ano. Terceiro, porque o governo não poderia fazer uma reforma no prédio sem antes alugar. E mais: com o aluguel de uma estrutura já existente para instalar o Hospital de Traumatologia e Ortopedia, a Secretaria Estadual da Saúde permite que sejam realizadas 9.600 cirurgias a mais do que se fosse construído um novo prédio. Os Sarney ficaram 50 anos no poder sem dar aos maranhenses um Hospital de Traumatologia e Ortopedia. Uma vergonha.

Mas essa é a mesma TV Sarney que inventou que o senador Epitácio Cafeteira havia mandado matar Reis Pacheco apenas para que Roseana Sarney ganhasse uma eleição. Reis Pacheco estava vivo. É a mesma Rede Globo que produziu um noticiário poderoso e mentiroso para impedir a eleição e posse de Leonel Brizola no Rio de Janeiro. Não deu certo.

O nível de manipulação e desvirtuação dos fatos nessa matéria da TV Globo-Mirante, a TV Sarney, mostra que o monopólio dos meios de comunicação é um passo para o crime. A TV Sarney, a Globo-Mirante, é um palco de fraudes e mentiras a serviço de corruptos em luta pelo poder. Simples assim. Sempre foi assim.

O conteúdo deste blog é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

2 respostas para “Hospital de Ortopedia: Ricardo Murad contratou a mesma clínica há 7 anos por 150 mil mensais”

  1. Mandioca disse:

    Esse vagabundo, alcoólatra, drogado e pederasta passívo não disse é que o contrato citado por ele é de 2005, quando o governador era José Reinaldo (PSB), hoje deputado federal e pré-candidato a senador na chapa do próprio Flávio Dino.
    O verme também não disse que foi com o apoio dessa gestão de José Reinaldo que ele se elegeu pela primeira vez deputado federal, em 2006 ( o contrato que a XIFRUDO celebrou foi em 2005).
    E não disse, ainda, que o tal contrato não era de aluguel, mas de prestação de serviço. Ou seja: havia uma clínica em pleno funcionamento, que recebia valores do Estado de acordo com sua produção, até o limite mensal de R$ 200 mil.

    Para a plêiade de analfabetos que seguem neste excremento que tu chamas de blogue, dou uma dica ( só para a minoria que sabe ler é claro ) : Deem uma olhada no Blogue do Gilberto Leda e lá está a cópia do contrato.
    John, fica um desafio para ti: Mostra no teu blogue(????) a foto dos contratos citados pelo marginal travestido de jornalista.
    Agora se tu não mostrares, o MENTIROSO passará a ser tu, pois ninguém em sã consciência leva a sério um vagabundo como CÚnha santos ( de um vagabundo que tem o nome começando com CU tu esperas o que? ). Fica o desafio.

  2. Mandioca disse:

    BOMBA, BOMBA, BOMBA……. E MAIS BOMBA.
    A PUTARIA CONTINUA
    Olhem a matéria que esta sendo divulgada nos principais portais de noticias do Brasil.

    “””Mesmo enrolado pelos últimos acontecimentos após vir à tona denúncia da locação, feita há mais de um ano, de uma clinica que sequer funciona, o governo Flávio Dino parece mesmo não ter limites quando se trata de gastar de maneira ilicita dinheiro público com aluguel de imóvel.
    De acordo com o Diário Oficial do Estado do última dia 11 de agosto, serão gastos exatos R$ 1.128.000,00 com a locação de imóvel comercial, situado na cidade de São Luís, para instalação da sede administrativa da Empresa Maranhense de Serviços Hospitalares -Emserh ( Uma das maiores fontes de desvios de dinheiro público do Estado do Maranhão ).
    O contrato, que possui vigência de dois anos, não especifica o bairro em que irá funcionar a sede do órgão.
    Fazendo as contas, mensalmente o governo pagará R$ 47 mil para a empresa Borborema Administradora de Imóveis Ltda., que é a beneficiária do gordo contrato.
    A empresa, segundo informações disponíveis na Receita Federal, tem apenas seis meses de existência e funciona no Parque Shalon. Luiz Rogério Alves Gama e Ludmilla de Albuquerque Bogea Fecury são dois dos quatro sócios da imobiliária.
    A pergunta que não quer calar é:
    DE QUEM é a arapuca que vai sangrar os cofres do Maranhão?
    Que está levando parte da “baba” ?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

mais / Postagens