Fechar
Buscar no Site

“O parlamento premiou os infratores e castigou o meio ambiente”, acusa Othelino

O deputado estadual Othelino Neto (PPS) criticou duramente ontem, na tribuna da Assembléia Legislativa, a aprovação pela Câmara dos Deputados do projeto de lei do novo Código Florestal com as modificações apresentadas pelo deputado Pedro Piau (PMDB-MG).

Ele considera que os deputados federais viraram as costas para a sociedade e para o meio ambiente. “Reduzir as Áreas de Preservação Permanente (APP), permitir desmatamento de topos de morros e ainda de manguezais é um absurdo sem precedentes”, afirmou.

Outro aspecto apontado como retrocesso pelo deputado foi a anistia para desmatadores ilegais e ainda a permissão que obtenham créditos agrícolas em bancos oficiais. “O parlamento premiou os infratores e castigou o meio ambiente”, reclamou.

Othelino destacou as bancadas de PV, PRB, PSOL e PT, que votaram integralmente contra as alterações.

Diversas entidades ambientais, dentre as quais a WWF e o Greenpeace, acusaram a Câmara de ter retirado o Brasil da vanguarda na luta pela defesa do ambiente.

Dos dezoito deputados que compõem a bancada maranhense, apenas cinco votaram contra o projeto de lei. São eles: Edvaldo Holanda Júnior (PTC), Kleber Verde (PRB), Sarney Filho (PV), Waldir Maranhão (PP) e Domingos Dutra (PT);

O deputado disse, finalmente, esperar que a presidenta Dilma vete os pontos mais polêmicos.

O conteúdo deste blog é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

2 respostas para ““O parlamento premiou os infratores e castigou o meio ambiente”, acusa Othelino”

  1. pericles disse:

    Jonh, dentro da zoologia jornalistica, tú és um gorila diplomado, ou, a exemplo do Pedrosa, um diplomada viado?

  2. CESAR disse:

    Este Sr. é mais um rato da nossa politica, não tem a menor credibilidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

mais / Postagens