Fechar
Buscar no Site

Etapas do Open Banking: o que acontece em cada uma delas?

etapas open banking

As etapas do Open Banking no Brasil já estão em andamento desde fevereiro de 2021. No entanto, o assunto ainda gera algumas dúvidas.

A mudança veio para transformar a maneira como o mercado financeiro do nosso país funciona, beneficiando instituições e, principalmente, os usuários de serviços bancários.

Hoje, os bancos detêm os seus dados como uma propriedade, impedindo que serviços mais personalizados possam ser oferecidos. Afinal, só as instituições poderiam ter acesso às suas informações, você não conseguiria, antes do Open Banking, compartilhar o seu histórico com uma instituição financeira diferente para tentar obter melhores serviços.

Entretanto, junto com a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) o Open Banking Brasil tem mudado essa relação entre cliente e instituição financeira. No final, todo mundo ganha com mais competitividade, oferecimento de taxas mais justas aos serviços financeiros e serviços personalizados.

Então, pra você que quer se informar das mudanças que irão impactar todo o sistema financeiro nos próximos meses, detalhamos neste post as principais informações sobre as etapas do Open Banking e mostramos como vai funcionar o compartilhamento de dados a partir de agora.

Leia mais | LGPD e Open Banking: onde os conceitos se encontram?

O que é Open Banking e como surgiu?

Open Banking, em uma tradução mais livre, significa “Sistema Bancário Aberto”. O novo sistema traz a possibilidade de pessoas e empresas se relacionarem melhor com bancos e instituições financeiras.

Essa mudança gera uma liberdade muito maior e permite que todos tenham serviços mais personalizados e acessíveis. Por exemplo, o tratamento de dados pessoais acontecerá conforme consentimento do cliente.

O seu histórico financeiro também é beneficiado. Todo o relacionamento com um banco pode ser “aproveitado” ao mudar de instituição, por exemplo. Isso permite que você aproveite melhor o seu histórico financeiro e tenha serviços mais personalizados.

O Open Banking surgiu na Europa. Hoje, os países do continente servem de referência para quem está iniciando a implementação, como é o nosso caso.

Além disso, em 2018, uma lei chamada Nova Diretiva de Serviços de Pagamento (PSD2) foi aprovada no país, com o intuito de criar um mercado único de serviços de pagamento. Isso resulta em transações mais seguras e eficientes.

As vantagens já são muitas. No Reino Unido, por exemplo, a qualidade de serviços e produtos oferecidos aos clientes aumentou consideravelmente. A relação bancária também mudou, favorecendo inclusive, a quitação de débitos.

E o Open Banking Brasil?

Aqui no Brasil, como falamos antes, as etapas do Open Banking iniciaram em fevereiro de 2021.  No entanto, as diretrizes para a mudança foram divulgadas em 2019.

Esse foi o tempo hábil que o Bacen estipulou para que as empresas fizessem todas as adaptações necessárias para a mudança.

Conheça as etapas do Open Banking no Brasil

O Open Banking passará por 4 fases até dezembro de 2021. Conheça cada uma delas:

Etapa 1: Informações entre instituições

O pontapé do Open Banking Brasil aconteceu em 1º de fevereiro de 2021. Neste primeiro momento, houve a padronização do compartilhamento de dados entre os grandes bancos e instituições financeiras participantes.

Aqui, os dados informados fazem referência aos canais de atendimento, produtos e serviços oferecidos por cada instituição, localização das agências e caixas eletrônicos, entre outros dados.

Este momento ainda não incluiu o compartilhamento de dados dos clientes.

Etapa 2: Compartilhamento de dados entre instituições

A segunda etapa do Open Banking Brasil teve início em 13 de agosto e teve o objetivo de firmar o compartilhamento de dados de clientes entre as instituições financeiras.

Nessa fase, bancos e fintechs poderão ceder informações como nome do cliente, CPF/CNPJ, telefone, endereço, etc. Além desses dados, também há o compartilhamento de informações bancárias, como movimentação de conta corrente e empréstimos.

Vale lembrar que esse tratamento de dados pessoais só acontecerá com a sua permissão.

Caso o seu banco não tenha entrado em contato ainda, vale averiguar como e quando acontecerá esse processo.

Leia também | Como vai funcionar o compartilhamento de dados no Open Banking?

Etapa 3: Compartilhamento de serviços de pagamento

A data prevista para a terceira etapa do Open Banking é 30 de agosto de 2021. Como já aconteceu o compartilhamento de dados na segunda fase, o cliente passará a ter acesso a serviços de pagamentos fora da instituição na qual ele tem conta.

A partir de então, você pode compartilhar seu histórico financeiro, ajudando em transações como solicitação de empréstimo, contratação de serviços financeiros, etc.

Etapa 4: Expansão para outros produtos e serviços  

Na última etapa do Open Banking, que se inicia em 15 de dezembro, entrará o serviço chamado Open Finance.

Essa é uma fase de expansão, na qual as instituições incluem outros serviços e produtos financeiros, como investimentos, seguros, câmbio e previdência.

O Open Banking é seguro?

Totalmente. Todo o planejamento realizado pelo Banco Central, concentra o Open Banking na Lei de Proteção de Dados, que garante o compartilhamento seguro de suas informações financeiras.

A expectativa é que, ao final das etapas do Open Banking, tenhamos um serviço mais completo e dinâmico, relacionado às nossas finanças.

Ademais, a previsão é que haja mais competitividade entre as instituições, beneficiando o cliente, com produtos mais personalizados e menos burocracias.

Outra segurança apresentada sobre o Open Banking, é mostrada em uma pesquisa da FEBRABAN.

No documento, é possível comprovar que os bancos já tinham, em sua maioria, uma estrutura pronta de APIs e compartilhamento de dados, antes mesmo da implementação do Open Banking.

Saiba tudo sobre as medidas de segurança do Open Banking

Você conseguiu entender melhor como acontecerão as etapas do Open Banking? Agora compartilhe esse post para outros amigos!

Fonte: Etapas do Open Banking: o que acontece em cada uma delas? – Cora

O conteúdo deste blog é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

mais / Postagens