Fechar
Buscar no Site

Os abusos da Lava Jato

Edson Travassos Vidigal

Por Edson Travassos Vidigal*

Temos visto ultimamente diversos espetáculos públicos tendo como personagens dinossauros políticos de nosso país e como enredo suas prisões vergonhosas e suas atitudes vergonhosas em relação a elas.

Penso que estão sendo cometidos abusos, muitos, pelo Judiciário, pelo Ministério Público, pela Polícia. Entretanto, penso, corrijo, tenho certeza, de que tais abusos sempre foram cometidos em relação aos cidadãos comuns.

A novidade é vê-los cometidos contra cidadãos especiais, que sempre estiveram acima do bem e do mal, sempre acima do Estado e dos demais cidadãos.

Então, minha conclusão é a seguinte: Abusos não podem ser cometidos pelo Estado em nenhuma hipótese. Mas a Justiça deve agir de forma igual para todos.

Tudo o que está acontecendo é consequência natural do processo evolutivo de nossa sociedade e da briga nojenta por poder digladiada pelos “pUderosos de plantão”, que, em virtude das escolhas recentes dos verdadeiros donos do poder (as empresas e conglomerados transnacionais que financiam tanto as democracias quanto as ditaduras) caíram muito de nível tanto cultural quanto educacional mesmo.

Graças a Deus o poder em nosso país foi tomado por um grupo de políticos completamente despreparado, completamente sem cultura, sem educação mínima e sem qualquer condição de liderar ou governar de forma equilibrada. Fez inchar a cúpula de nosso judiciário com pessoas do mesmo nível. E as consequências não poderiam ter sido outras além das muitas que estamos vendo.

Nada melhor para a democracia – o embate torpe entre iguais. Espero que continuem assim, uns matando aos outros, nessa série sem fim de abusos de autoridade, até que não sobre nenhum dinossauro politiqueiro no poder.

A extinção destes, seja no piche, seja pelo impacto de um cometa, é absolutamente necessária para o progresso de nossa civilização, para o surgimento de uma nova democracia participativa composta por cidadãos responsáveis, preparados e comprometidos para desempenhar o seu papel na condução de suas vidas.

Não defendo abusos em hipótese nenhuma, mas todos os que estão sendo cometidos contra autoridades sempre foram cometidos contra os cidadãos. Estão provando do próprio remédio.

Que isso sirva para a população abrir o olho, lutar pela extinção dos privilégios dos pUderosos, dos foros privilegiados, das leis de encomenda, das anistias vergonhosas, dos julgamentos fictícios e tudo que sai do forno das pizarias chamadas de Congresso Nacional e Supremo Tribunal Federal.

Que sirva para a população perceber que eles não são deuses, que não estão acima do bem e do mal, nem do Estado e nem de nenhum cidadão de bem.

Que sirva para que a população entenda seus direitos e seus deveres. E entenda que enquanto não exercer sua cidadania com responsabilidade, com consciência, com estudo, com informação, com senso crítico e com comprometimento para com todos os demais cidadãos, preocupando-se muito além do seu próprio umbigo, nossas vidas estarão sempre nas mãos desse tipo de gente, nosso dinheiro estará sempre nos luxos desses bandidos de colarinhos branco, caras de pau e risos indecentes.

* Edson José Travassos Vidigal foi candidato a deputado estadual nas últimas eleições e por convicção política, de forma intransigente, não aceitou doações de empresas. É advogado membro da Comissão de Assuntos Legislativos da OAB-DF, da Comissão Especial de Direito Eleitoral da OAB-SP, e da Comissão de Direitos Humanos do IASP (Instituto dos Advogados de São Paulo). Professor universitário de Direito e Filosofia, músico e escritor. Especialista em Direito Eleitoral e Filosofia Política, foi servidor concursado do TSE por 19 anos. Assina a coluna A CIDADE NÃO PARA, publicada no JORNAL PEQUENO todas as segundas-feiras.

Siga Edson Vidigal no Twitter!

Twitter: @Edson_Vidigal

www.edsonvidigal.com.br

Facebook: edson.vidigal.36

Whatsapp: 98 99225 3636

canal do youtube:https://www.youtube.com/channel/UCCGmNJga6Xhj9PCn1_tDrug

e-mail: [email protected]

currículo: http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do…

O conteúdo deste blog é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

mais / Postagens