Fechar
Buscar no Site

Senador denuncia presidente do Tribunal de Contas por uso e manipulação do órgão na compra de votos

O candidato a governador pela coligação “Pra Frente, Maranhão”, senador Lobão Filho (PMDB), denunciou na tarde desta terça-feira (02), em São Luís, o presidente do Tribunal de Conta do Estado (TCE), Edmar Cutrim, por uso e manipulação do órgão na compra de votos no processo eleitoral deste ano.

O nosso corpo jurídico está estudando para tomar as medidas legais que o caso requer. Não vamos permitir a contaminação da eleição no Maranhão. Vamos adotar todas as medidas jurídicas cabíveis para assegurar uma eleição limpa”, enfatizou o candidato peemedebista.

Lobão Filho denuncia esquema envolvendo presidente do TCE

Flagrado em uma conversa telefônica, o presidente do TCE pressiona prefeitos maranhenses a apoiarem o seu filho Glaubert Cutrim, candidato a deputado estadual, e a abandonarem à candidatura do senador Lobão Filho mudando de lado.

Em um dos trechos diz; “to vendo aqui que nós temos que botar esse menizinho aqui também para se eleger.Vai ganhar, pode escrever” numa alusão a pressão de Cutrim a prefeitos e ex-prefeitos para apoiarem o seu filho (Glaubert Cutrim) que ainda fala referindo-se ao ex-prefeito Cecé: “eu dei 30 mil para ele hoje. Eu já gastei bastante com Cecé…”.

Em outro trecho da gravação Edmar Cutrim faz alusão à pressão feita para coagir prefeitos como os de Pedro do Rosário, Turilândia, Santana do Maranhão, Serrano e São Bernardo e ainda ironiza contando uma história que “semana passada um vereador que é nosso aliado, chegou lá pro almoço e a despesa deu R$ 1.300 reais, e a mulher do Flávio que a coordenadora da campanha não tinha dinheiro para pagar, mandou o cara se virar e passar o sufoco…” como que financiasse eventos do candidato comunista.

O próprio deputado estadual Camilo Figueiredo em pronunciamento na Assembleia Legislativa do Maranhão, no dia 09 de setembro deste ano, já havia denunciado o presidente do TCE por improbidade administrativa dentre outras irregularidades: “se eu pudesse retratar isso em uma fotografia ou num desenho, eu desejaria o ex-prefeito de Codó em cima de um tamborete com a corda no pescoço e o Edmar Cutrim do lado do tamborete dizendo: ou você vota no meu filho ou eu chuto o tamborete”.

Ainda de acordo com Lobão Filho, seus advogados já estão trabalhando para buscar todos os mecanismo legais para combater o crime eleitoral. “Não vamos deixar o crime configurar. É inadmissível um homem usar do cargo púbico para tentar manipular o resultado das eleições, vamos até o fim no sentido de combater todas as irregularidades que se apresentam neste pleito”, concluiu.

O conteúdo deste blog é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

mais / Postagens