Fechar
Buscar no Site

Associação de Corretores de Imóveis elege sua primeira diretoria no Maranhão

Valter Cantanhede, diretor institucional, ao lado do presidente da ACIDI-MA, Moisés Carlos

Já está formalmente criada a Associação de Corretores de Imóveis e Diretores de Imobiliárias do Maranhão (ACIDI-MA). Na primeira sexta-feira do mês (dia 1º), foi realizada assembleia geral durante a qual foi constituída e empossada a primeira diretoria da entidade.

Na ocasião, por aclamação foi eleito todo o corpo diretor para o biênio 2019/2020. Para presidir foi eleito Moisés Carlos e para o cargo de vice Claúdia Albuquerque. Ambos são corretores militantes do mercado imobiliário, na ânsia de um Conselho renovado e que se aproximaram nessa busca com outros renomados corretores em 2018.

Como associado à Ademi-MA, Valter Cantanhêde (atual Diretor Institucional da ACIDI-MA) frisou a luta de corretores que juntos conseguiram suspender as eleições do Conselho com o posterior afastamento do então presidente. O Creci-MA hoje está sob intervenção federal do Cofeci.

Valter Cantanhêde, diretor institucional da ACIDI-MA, explica que a natureza da ACIDI é dar protagonismo aos corretores como agentes, a favor da sociedade, em todas as questões de intermediação imobiliária no Maranhão, através de agenda de aperfeiçoamento dos profissionais.

“Faremos vigília das obrigações do Conselho para atender aos corretores e não interesses pessoais de fonte de renda, como cabide de emprego e tendência de cursos profissionalizantes ligado a seu corpo diretor. E agente de proteção da sociedade junto as instituições públicas como governos estaduais e municipais”, frisou Valter Cantanhede.

Ele lembrou que são os governos estaduais e municipais responsáveis, por exemplo, conforme a CF Art 156 por tributar os contribuintes tanto nos impostos como ITBI (impostos sobre transações imobiliárias), que é imposto diretamente ligado a nossa profissão de intermediações imobiliárias e que vem passando por mudanças penosas aos contribuintes nos últimos anos e que estaremos atuando a fim de proteger os interesses da sociedade maranhense.

O conteúdo deste blog é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

mais / Postagens