Fechar
Buscar no Site

Mestre Patinho, ídolo da capoeira no Maranhão, morre em São Luís

Mestre Patinho, ídolo da capoeira, faleceu neste domingo aos 66 anos

O artista popular Antônio José da Conceição Ramos, mais conhecido como Mestre Patinho, faleceu em São Luís, na manhã deste domingo (11), aos 66 anos. Ele era considerado referência em capoeira no estado. Formado em Educação Física pela Universidade Federal do Maranhão (Ufma), mestre de capoeira, atleta de judô, karatê e jiu jitsu, bailarino clássico e especialista em ginástica olímpica, Mestre Patinho criou a primeira Escola de Capoeira do Maranhão, no Laborarte.

Mestre Patinho apaixonou-se pela capoeira à primeira vista e teve suas primeiras aulas com Jessé Lobão e depois com Roberval Serejo. No final da década de 60, conheceu aquele que viria a ser seu grande mestre nessa arte, o baiano Mestre Sapo. Em 1985, fundou a Escola de Capoeira do Laborarte e, em 1992, o ‘Festival de Cânticos da Capoeira’ para evidenciar a musicalidade como um dos principais fundamentos da capoeira. Em 1990, o mestre Canjiquinha reconheceu publicamente Patinho como mestre descendente de sua linhagem.

Quando deu início às atividades da Escola de Capoeira Angola do Laborarte, Mestre Patinho colocou-se diante de um grande desafio: quebrar o estigma da capoeira vista apenas como uma luta de tendências violentas. Para tanto, ainda no final da década de 80, criou a roda aberta a capoeiristas de outros grupos, que existe até hoje.

O Festival de Cânticos, realizado durante cinco anos consecutivos, também fez parte da estratégia de divulgação da capoeira como arte, além do IÊ! Camará – ‘Encontro de Capoeira Angola’ cujo objetivo era aprofundar os conhecimentos sobre o movimento. Nas seis edições do evento, São Luís recebeu mestres como Canjiquinha, Paulo dos Anjos e Leopodina, já falecidos. Moraes, Nô, Augusto, Lua Rasta e o historiador Fred Abreu também abrilhantaram o IÊ Camará.

O conteúdo deste blog é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

3 respostas para “Mestre Patinho, ídolo da capoeira no Maranhão, morre em São Luís”

  1. Jackeline Rodrigues Frias disse:

    A capoeira do Maranhão está de luto, Mestre Patinho foi embora.Mais deixou um grande legado. O “capoeira ” não morre !!! Vai na luz e paz, Mestre

  2. Erlene Gonçalves do Nascimento disse:

    Bom dia, Manoel Santos fico grata por suas palavras através das quais vejo todo o reconhecimento que teve por Mestre Patinho, meu companheiro. Mas vou deixar meus contatos para que você possa, se possível, fazer algumas correções de informações desencontradas.
    Atenciosamente,
    Erlene G. Nascimento
    981419073/988833000 e 32664304

  3. Rosylene krdoso disse:

    Meu quase padrinho… simples e culto. Boa viagem

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

mais / Postagens